MONTE APRAZÍVEL – PRAÇA EM MÁ ESTADO DE CONSERVAÇÃO GERA RECLAMAÇÃO DA POPULAÇÃO.
Monte Aprazível - Praça em má estado de conservação gera reclamação da População.

Ontem (23) o site A VOZ DAS CIDADES, recebeu fotos e várias reclamações sobre o estado de conservação da Praça Central de Monte Aprazível, Praça São João que fica bem em frente a Prefeitura e Câmara Municipal da cidade, portando o “Cartão Postal”.

Segundo o que conta nosso leitor, a Praça deveria ser cuidada por três funcionários Públicos que passam a maior parte do tempo sentado, como registrado na foto abaixo.

Os canteiros estão repletos de lixos, sem contar com o péssimo estado dos Banheiros Públicos, na foto abaixo dá para se ter uma ideia de como anda o banheiro Feminino e masculino.

Entramos em contato com a Prefeitura, setor de Patrimônio, este por sua vez nos encaminhou para a Chefe de Gabinete do qual esperamos por mais de três minutos na ligação sem sermos atendidos, em seguida para o Assessor de Comunicação da Prefeitura que ficou de mandar-nos uma resposta mas até o momento nada.

Pelo bem das crianças, combater o abuso é preciso Monte Aprazível realiza encontro para celebrar o Dia Nacional de Combate ao...

Garantir que crianças e adolescentes não sejam vítimas de abusos e exploração sexual é o motivo do encontro que está sendo realizado em Monte Aprazível, na Câmara Municipal, nesta quarta-feira, dia 16. O encontro realizado por meio de uma parceria do Departamento de Assistência Social de Monte Aprazível, juntamente com órgãos ligados a educação, saúde, judiciário e Conselho Tutelar, faz parte da campanha Faça Bonito, desenvolvida em todo país, celebrado no próximo dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Durante todo o encontro, profissionais das áreas da educação, saúde, judiciário, social, conselho tutelar e comunidade aprazivelense. O dia terá debates e palestras conduzidos por membros do Crami, Centro Regional de Atenção aos Maus tratos na Infância, Organização não governamental, ligada á proteção de crianças e adolescentes.
Segundo Simone Garcia, Assistente Social representante do Crami, o encontro é importante para conscientizar os profissionais que lidam com crianças e adolescentes, sobre a situação de casos no país. “Apresentamos os dados dos casos que são contabilizados pelos órgãos para mostrar a atual situação que o país enfrenta, pois nem sempre é do conhecimento de todos”, comenta Simone.
“Neste encontro também nós sempre orientamos que estes profissionais que convivem diariamente no atendimento e no auxilio das crianças e adolescentes a identificarem casos de abuso que eles estejam passando”, afirma a assistente social que ainda comenta. “São vários os casos de abuso ou exploração em que o agressor tem ligação direta com a criança, seja tio, padrasto, amigo da família, por exemplo. Todos nós devemos ficar atentos e denunciar estes casos.”
O número para denúncias de qualquer tipo de violência deve ser feito pelo Disque 100. A ligação é de graça.
Apresentação
Durante o encontro, a primeira dama de Monte Aprazível e Presidente do Fundo Social, Denise Pavin Miguel esteve presente, numa breve apresentação ao Departamento de Assistência Social e ao público presente na Câmara Municipal.
Formada em Psicologia, Denise também deverá se integrar ao trabalho à frente do Fundo Social de Monte Aprazível. Durante esta semana, serão feitos os encontros para conhecimento de departamento e pessoal.

MÁRCIO MIGUEL ASSINA TERMO DE POSSE E ASSUME, AMANHÃ, A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Hoje, por volta das 10h, no plenário da Câmara Municipal, o novo prefeito de Monte Aprazível, Márcio Miguel, assinou o termo de posse, para que assuma a administração do município até o ano de 2020. A reportagem do Jornal de Monte & Região esteve no local e entrevistou o chefe do Executivo, que destacou a sua disponibilidade para atender a população aprazivelense da melhor forma possível, até que sejam definidos todos os recursos judiciais.

Na edição impressa do semanário, o leitor terá acesso à reportagem completa sobre a nova transição e quais serão as primeiras decisões que Márcio irá tomar em prol do município.

Jornal de Monte e RegiãoRegião

DECISÃO POLÍTICA

Câmara cassa prefeito de Monte Aprazível

Reprodução/Facebook

Nelson Montoro teve mandato cassado pela maioria dos vereadores

Nelson Montoro teve mandato cassado pela maioria dos vereadores

Por seis votos a três, a Câmara de Monte Aprazível cassou o mandato do prefeito Nelson Montoro (PSD) por infração política-administrativa. Ele foi acusado de nomear um assessor condenado por improbidade administrativa para ocupar cargo no Executivo. O vice-prefeito Márcio Miguel já foi convocado para assumir o comando do Executivo.

A sessão teve momentos tensos e durou praticamente 14 horas, sendo iniciada na manhã desta segunda-feira, as 9 horas. A cassação de Montoro, foi declarada pelo presidente do Legislativo, João Célio Ferreira, por volta das 22h45 de ontem. O decreto legislativo com a votação dos nove vereadores deverá ser publicado já nesta terça-feira, 15.

O voto do vereador Danilo César de Souza (Pros) foi considerado decisivo, já que eram necessários seis dos votos para cassar o mandato de Montoro. Sua posição foi considerada um mistério. No seu discurso, porém, ele afirmou que o "plenário" iria decidir sobre a cassação. "O plenário vai decidir. Não somente o Danilo (Souza). Esse fardo será injusto", afirmou Souza. "Como legislador me convenci que tenho de seguir a lei", disse o vereador que votou a favor da cassação.

O presidente da Câmara, João Célio Ferreira, deu o tom político da votação. Ele disse que um grupo de vereadores tentou "conversar" com o prefeito, mas não foi atendido. "Não fomos atendidos em nada. Por isso, meu voto é sim", afirmou.

Os advogados de Montoro deverão recorrer à Justiça para tentar reverter a decisão do plenário. Eles classificaram a denúncia como "irresponsável".

Depois da sessão, o prefeito não quis comentar o assunto. Ele foi consolado por familiares que também acompanharam parte da votação ao seu lado.

Vereadores que votaram a favor da Cassação:

Ailto Vauler Antunes Faria
Danilo Cesar de Souza
Jean Winícios Vieira
João Célio Ferreira
Márcio Troiano
Valcenir de Abreu

Vereadores que votaram contra a Cassação:

Donaldo Paiola
Gilberto dos Santos
Jacó Braite

Leia o Decreto Legislativo nº 02/2018

Montoro conquista 600 mil reais para infraestrutura de Monte Aprazível

O Governador do Estado de São Paulo, Márcio França, PSB, liberou nesta quinta-feira, dia 03, a quantia de R$20 milhões para mais de cinqüenta municípios do noroeste paulista. Entre os municípios está Monte Aprazível, que recebeu 600 mil reais para utilizar em obras de infraestrutura, como recapeamento, tapa buracos, obras de recuperação de diversos pontos do município.

A assinatura do convênio deverá ser realizada na próxima sexta-feira, dia 04, durante encontro na capital paulista. O governador irá receber além dos prefeitos do noroeste paulista, outros representantes de municípios e lideranças políticas.

Julgamento de Dr Montoro pode ficar para depois do Dia das Mães

Até a manhã desta sexta-feira (04), 0 prefeito de Monte Aprazível não havia sido notificado pela comissão processante da Câmara para comparecer a sessão de julgamento do pedido de cassação do prefeito Dr. Montoro (PSD).

Ainda não há data para a sessão acontecer.

Caso o prefeito seja notificado neste final de semana, a sessão poderá somente após o Dia das Mães. Informações de bastidores dão conta que alguns vereadores têm viagem marcada para a próxima semana – entre 6 e 13 de maio – e por isso a sessão não deve ocorrer nesta data.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o prefeito está em São Paulo assinando convênio de R$ 600 mil para obras de infra-estrutura da cidade. O governador Márcio França (PSB) liberou para a região R$  20 milhões para 52 municípios do noroeste do estado.

Ontem o juiz da Primeira Vara Cível de Monte Aprazível, André Luiz Adoni, negou ontem o pedido da defesa do prefeito Dr Montoro (PSD) para suspender o processo de cassação instaurado na câmara.

A defesa fez o pedido nesta quarta-feira (02).

A promotora do caso, Dra Aline Fernandes, em seu parecer, opinou pelo indeferimento do pedido.

Em seu despacho, André Adoni disse que os procedimentos seguem as regras do Decreto-Lei 201/67 “não se apurando irregularidade que tenha comprometido a legalidade do expediente”, enfatizou ou juiz.

Adoni disse ainda em sua decisão que “que o argumento lançado na inicial (pedido de cancelamento da sessão de julgamento) cai por terra, pois o próprio autor afirma conhecer a data da votação”, disse.

A sessão para o julgamento do pedido de cassação, à princípio, estava marcada para esta quinta-feira. Mas, como a Comissão Processante não conseguiu notificar o prefeito, a sessão foi adiada.

Marcos Roberto

Dr Montoro não é encontrado sessão de julgamento é adiada

O prefeito de Monte Aprazível não foi localizado pelos funcionários da Câmara de Vereadores e a sessão de julgamento do pedido de cassação de Dr Montoro (PSD) foi adiada.

A sessão estava marcada para esta quinta-feira (03).

A Comissão processante tentou  intimar o prefeito na sexta-feira. A informação na prefeitura, na sua casa e em sua clínica era de que ele não estava na cidade. Segunda-feira (30) foi ponto facultativo e não houve expediente na câmara e na prefeitura.

Segundo nota da assessoria de imprensa da Prefeitura, o prefeito estava em São Paulo na sexta-feira (27) protocolando pedido de recursos para recapeamento de 17  ruas da cidade. Ainda segundo a assessoria, o prefeito passou o final de semana fora da cidade. A assessoria de imprensa informou ainda que o prefeito está hoje em São Paulo protocolando outros pedidos e que retornaria esta noite.

Jean Winícius (PSC), presidente da comissão processante, disse que a comissão se reunirá na tarde desta quarta-feira para tentar intimar o prefeito e marcar nova data da sessão de julgamento. Caso não consiga intimá-lo, Jean ressalta que tentará intimar o prefeito de outra forma.

O prefeito tem que ser intimado 24 horas antes do horário marcado para a sessão.  Neste caso, o advogado do prefeito não pode ser intimado.

A sessão deverá ser marcada para sábado ou domingo caso o prefeito seja intimado nesta quinta-feira.

O processo

O prefeito  Dr Montor está sendo julgado por uma comissão processante da câmara que apura a contratação irregular de dois assessores. Nelson Avellar e Cesar Spina foram exonerados em fevereiro deste ano.

A defesa do prefeito alega que a contratação não provocou dano aos cofres públicos e que os dois ex-assessores já foram exonerados.

Os documentos do processo podem ser acessados clicando aqui

Marcos Roberto

AUMENTO

Conta de luz fica mais cara a partir desta terça

A bandeira tarifária deste mês será amarela em razão do fim do período chuvoso. Confira

quanto a sua conta pode ficar mais cara

Johnny Torres

Conta de luz será na bandeira amarela para o mês de maio

Conta de luz será na bandeira amarela para o mês de maio

A partir desta terça-feira, 1º de maio, a tarifa de energia terá o acréscimo de R$ 1 a cada 100 kWh consumidos. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu que a bandeira tarifária deste mês será amarela em razão do fim do período chuvoso. Nos quatro primeiros meses do ano, vigorou a bandeira verde, em que não há cobrança adicional na conta de energia elétrica.

"Com o fim do período úmido e a menor incidência de chuvas, os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste estão com volumes mais baixos, o que resulta em gradual aumento do risco hidrológico (GSF) e do preço da energia elétrica de curto prazo (PLD), as duas variáveis que determinam a bandeira a ser acionada", informou a Aneel.

Composto por bandeiras nas cores verde, amarela e vermelha (patamar 1 e 2), o sistema de bandeiras foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira está relacionada aos custos da geração de energia elétrica.

Com a adoção da bandeira amarela, a Aneel aconselha os consumidores a adotar hábitos que contribuam para a economia de energia, como tomar banhos mais curtos utilizando o chuveiro elétrico, não deixar a porta da geladeira aberta e não deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar-condicionado, entre outros.

INCÊNDIO EM SP

Bombeiros aguardam 48 horas para vasculharem escombros de prédio em SP

Até o momento, os bombeiros confirmam a morte de uma pessoa, que estava sendo resgatada no momento do desabamento

Rovena Rosa/Agência Brasil

Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo

Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo

O comandante dos Bombeiros, Marcos Palumbo, disse na tarde desta terça-feira, 1º, que a corporação vai aguardar 48 horas para começar a mexer nos escombros do prédio que desabou depois de pegar fogo no centro de São Paulo. Segundo ele, a prefeitura pôs à disposição uma retroescavadeira, alguns tratores e caminhões para retirada do entulho, mas antes de mexer nos escombros é preciso ter certeza de que não há comprometimento de algum elemento estrutural importante. Os trabalhos devem durar pelo menos uma semana.

"Se não fizermos [essa atuação de esperar 48 horas], pode acontecer de alguma máquina, alguma retroescavadeira bater em algum pilar lá dentro e a própria edificação, que já está colapsada, ter uma movimentação inadequada. E se tiver alguma vítima, ela certamente vai ser afetada", disse Palumbo. Ele disse que os bombeiros manterão a estratégia de limpar o entorno do local enquanto não puderem vasculhar os escombros.

Os bombeiros confirmam apenas um desaparecido, que é o homem que estava sendo resgatado no momento do desabamento e acabou caindo em meio aos escombros. De acordo com Palumbo, em balanço feito pela Secretaria de Assistência Social da prefeitura, há 45 pessoas que moravam no imóvel, mas não se cadastraram hoje após o desabamento. No entanto, não há como confirmar se elas estavam no edifício no momento da queda. As possibilidades são de que essas 45 pessoas estivessem em outros locais ou que nem morassem mais no prédio.

Durante a tarde, os moradores começaram a ser transferidos para dois abrigos da prefeitura, um centro de convivência, chamado de Núcleo de Convivência Prates e o Abrigo Pedroso. Os alimentos perecíveis doados foram encaminhados ao centro de convivência; e as roupas, para a central da Cruz Vermelha, que está fazendo a triagem e encaminhando as doações aos desabrigados.

BRASILEIRÃO

Corinthians vence o Fluminense com 2 gols de Rodriguinho

Na próxima quarta, o time estará na Argentina, onde enfrentará o Independiente, em Avellaneda, pela terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores

Luís Moura/WPP

Rodriguinho marcou os 2 gols da vitória do Corinthians

Rodriguinho marcou os 2 gols da vitória do Corinthians

Na estreia do Corinthians na edição de 2018 do Campeonato Brasileiro, a festa foi completa na arena em Itaquera. Com dois gols de Rodriguinho, o time venceu o Fluminense por 2 a 1 e somou os três primeiros pontos no torneio. No final do jogo, os atletas permaneceram no gramado e deram a volta olímpica pela conquista do bicampeonato paulista.

Na semana passada, o título foi assegurado no Allianz Parque, sem a presença da torcida corintiana. A festa fez ainda referência ao título brasileiro do ano passado. Antes da partida, o ex-jogador Marcelinho Carioca, campeão brasileiro em 1998 e 1999, entrou no gramado e apresentou a taça do ano passado para a festa da torcida.

O técnico Fábio Carille fez mudanças na equipe e escalou os volantes Ralf e Renê Junior, deixando Maycon e Gabriel no banco de reservas. A principal razão foi o estilo de jogo do rival. Ralf e Renê são mais altos e levam vantagem no jogo aéreo. O treinador corintiano estava preocupado com os cruzamentos do rival, especialmente para Gum e Renato Chaves.

O caminho escolhido pelo Corinthians para chegar ao gol do Fluminense foi o lado direito, com Fagner e Romero. Por ali, o time realizou a costumeira pressão inicial, com vários cruzamentos para a área. O termo "pressão" significou apenas que o time paulista rondava a área do rival e ficava bastante com a bola (63%), mas os lances de perigo foram raros. O time conseguiu apenas duas finalizações de longe na etapa inicial. Bem equilibrado defensivamente, no esquema 5-4-1. o Fluminense ficou devendo na parte ofensiva. A estratégia era claramente segurar pelo menos um ponto. A tática funcionou até o final do primeiro tempo. Mas foi novamente pelo lado direito que o Corinthians conseguiu o gol.

Romero conseguiu driblar o seu marcador e cruzou na cabeça de Rodriguinho, que desviou para o gol. Detalhe: no lance, o corintiano de 1,77m ganhou a disputa com o zagueiro Gum, que tem um 1,89m de altura. Depois de fazer o gol decisivo na semifinal do Campeonato Paulista diante do São Paulo, Rodriguinho voltou a marcar um gol importante de cabeça.

A preocupação de Carille com o jogo aéreo se justificou no início do segundo tempo. O Fluminense saiu para buscar no empate. Fez isso encostando Sornoza nos atacantes. E apostando no jogo aéreo. Após cobrança de lateral de Ayrton, Pedro escorou e Richard encheu o pé na frente de Cássio: 1 a 1.

Mesmo com o empate do rival e as dificuldades para criar jogadas, uma falha recorrente do campeão paulista em alguns jogos, a torcida continuou apoiando o time. No embalo de 28 mil corintianos, o time avançou. O jogo melhorou, tornou-se mais dinâmico e veloz.

Carille sentiu o momento ruim da equipe e mudou o time. Trocou Renê Junior por Maycon e colocou Emerson Sheik no lugar de Mateus Vital. O treinador do Corinthians mostrou que tem estrela: o gol da vitória do Corinthians saiu exatamente dos jogadores que saíram do banco reservas. Aos 40 minutos, Maycon tocou para Sheik na linha de fundo. Ele cruzou e Rodriguinho completou, desta vez, com o pé esquerdo, de primeira. Assim, Rodriguinho foi o grande protagonista da primeira festa corintiana do Brasileirão.

Na próxima quarta, o time estará na Argentina, onde enfrentará o Independiente, em Avellaneda, pela terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores. O Fluminense só voltará a jogar no domingo, pelo Brasileirão, contra o Cruzeiro, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 x 1 FLUMINENSE

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Renê Junior (Maycon), Mateus Vital (Emerson Sheik) e Rodriguinho; Clayson e Romero (Pedrinho). Técnico: Fabio Carille.

FLUMINENSE - Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez (Frazan); Gilberto, Richard, Jadson, Ayrton Lucas e Sornoza; Pedro (João Carlos) e Pablo Dyego. Técnico: Abel Braga

GOLS - Rodriguinho, aos 45 minutos do primeiro tempo; Richard, aos três, e Rodriguinho, aos 40 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS)

RENDA - R$ 1.372.018,07.

PÚBLICO - 28.777.

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo.

BRASIL

Lula diz que não vai se entregar à PF, segundo jornal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira (6) que não vai para Curitiba se entregar à Polícia Federal (PF), informou o petista a Ricardo Kotscho, seu ex-assessor, em entrevista publicada no jornal Folha de S.Paulo .

Ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva dentro de um carro em São Paulo 5/04/ 2018. REUTERS/Paulo Whitaker
Ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva dentro de um carro em São Paulo 5/04/ 2018. REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

De acordo coma publicação, Lula conversou rapidamente por telefone com o jornalista, por volta das 8h30 da manhã, e informou que estava "tranquilo e bem disposto", inclusive já havia praticado exercícios matinais. O ex-presidente está na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, acompanhado de lideranças do Partido dos Trabalhadores, amigos e seus filhos.

Segundo ordem decretada pelo juiz Sérgio Moro, Lula tem até às 17h (horário local) para se entregar à PF. Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).

Ontem (5), a defesa do ex-presidente entrou com um novo pedido de habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça na tentativa de impedir a prisão de Lula.

Prefeito deve ser ouvido nesta quinta pela Comissão Processante

A Comissão Processante da Câmara que analisa o pedido de cassação do prefeito de Monte Aprazível Dr Montoro (PSD) vai convocar o prefeito para depor na comissão.

O depoimento do prefeito está marcado para o dia 12 de abril.

De acordo com o presidente da comissão, o vereador Jean Winícius (PSC), o prefeito e seu advogado já foram notificados. O vereador disse que quer ouvir o prefeito e se ele não quiser, poderá responder perguntas que serão formuladas pela comissão.

Jean ressaltou o depoimento do prefeito deve ser aberto.

A comissão processante negou tanto da defesa quanto da acusação o pedido para ouvir testemunhas. Eram 10 de defesa e 6 de acusão.

O advogado o prefeito não foi encontrado para comentar a decisão.

Marcos Roberto

Operação Ouro Verde

MP denuncia advogado e médico por desvio

Profissionais de Rio Preto são acusados de integrar esquema em Campinas

Marco Antonio dos Santos www.diariodaregiao.com.br

Fotos: Reprodução Internet

O médico Osvaldo Perezi Neto (esq.) e o advogado Orlando Leandro Fulgêncio: ambos foram presos

O médico Osvaldo Perezi Neto (esq.) e o advogado Orlando Leandro Fulgêncio: ambos foram presos

O Ministério Público de Campinas apresentou denúncia contra o advogado Orlando Leandro de Paula Fulgêncio e o pediatra Osvaldo Perezi Neto, ambos de Rio Preto, pelos crimes de organização criminosa, corrupção e peculato. Os dois foram presos na semana passada durante a Operação Ouro Verde, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Campinas e Rio Preto.

Advogado e médico foram detidos por meio de mandados de prisão preventiva, porque são suspeitos de participar de um esquema que desviou R$ 4,5 milhões de verba pública do Hospital Ouro Verde, da rede municipal de Campinas, que desde 2016 é gerido por uma empresa de organização social, a Vitale Saúde.

De acordo com o Gaeco, Orlando e Osvaldo são suspeitos de fornecer notas fiscais frias de prestação de serviços para a Vitale Saúde, como consultoria, para legalizar desvio de verbas da prefeitura de Campinas, destinadas à saúde.

O MP afirma na denúncia que "Orlando e Osvaldo, que atuavam como prestadores de serviços contratados pela Vitale Saúde, juntamente com Fernando Vitor, eram os responsáveis diretos pelo pagamento de propina a agentes públicos da Prefeitura de Campinas, visando a garantir a obtenção de vantagens patrimoniais, mediante o desvio de recursos públicos", conforme trecho da denúncia.

A empresa Segamar Consultoria, do médico Osvaldo, e o escritório de advocacia De Paula e Mancilia, que tem como sócio Orlando, eram pagas com verbas da saúde, mas eram obrigados a separar um terço do valor para pagar propina aos agentes públicos.

Conforme informação pelo MP, no celular apreendido do médico, foram encontrados contatos específicos, mantidos por aplicativo de troca de mensagens, com programação para "autodestruição de mensagens". Entre esses contatos estão os do advogado Orlando e Fernando Vitor, diretor técnico da Vitale Saúde, também suspeito de participar do esquema de fraudes.

Além do advogado e do médico, também foram denunciados o ex-diretor da Saúde da Prefeitura de Campinas, Anésio Corat Júnior, e Ramon Luciano da Silva, coordenador no Departamento de Prestação de Contas da Secretaria de Saúde de Campinas, que foram presos na semana passada, suspeitos de receberem das empresas de Orlando e Osvaldo uma mesada de R$ 20 mil em propina.

Duas fases

Há mais seis denunciados pelo MP, que foram presos na primeira fase da operação, realizada em dezembro do ano passado. São eles Aparecida de Fátima Bertoncello (presidente da Vitale Saúde), Daniel Augusto Gonsales Câmara, Fernando Vítor Torres Nogueira Franco, Paulo Roberto Segatelli, Ronaldo Foloni e Ronaldo Pasquarelli, todos funcionários e diretores da Vitale.

A segunda fase da operação teve como foco um esquema de corrupção no Departamento de Prestação de Contas da Secretaria da Saúde de Campinas. Durante a investigação verificou-se o pagamento de propina, mensalmente, a servidores públicos do referido setor, em troca da atuação para assegurar o desvio sistemático de verbas públicas pela organização criminosa por trás da Vitale.

Segundo a denúncia do MP, há suspeita de envolvimento de mais duas empresas de organizações sociais, Insaúde e Reviva Saúde, que também estão sendo investigadas.

O Esquema

Função dos denunciados presos na última semana, segundo o MP:

Osvaldo Perezi Neto

  • Pediatra de Rio Preto, dono da empresa Segamar Consultoria Empresarial Ltda, prestadora de serviço da Vitale Saúde
  • Após receber os pagamentos, repassava um terço do valor para os funcionários corrompidos da Prefeitura de Campinas

Orlando Leandro de Paula Fulgêncio

  • Advogado de Rio Preto, prestava serviço para a Vitale Saúde por meio do escritório de advocacia De Paula & Mancilia Sociedade de Advogados
  • Após receber os pagamentos, repassava um terço do valor para os funcionários corrompidos da Prefeitura de Campinas

Anésio Corat Júnior

  • Era diretor do Departamento de Prestação de Contas da Secretaria de Saúde de Campinas
  • Mandava o subordinado Ramon Luciano da Silva aprovar as notas fiscais frias em troca de propina

Ramon Luciano da Silva

  • Um dos coordenadores do Departamento de Prestação de Contas da Secretaria de Saúde de Campinas
  • Acatava a ordem de Anésio Corat Júnior para aprovar as notas frias e recebia parte da propina

Também foram denunciadas outras seis pessoas, que haviam sido presas em dezembro:

  • Aparecida de Fátima Bertoncello (presidente da Vitale Saúde)
  • Daniel Augusto Gonsales Câmara
  • Fernando Vítor Torres Nogueira Franco
  • Paulo Roberto Segatelli
  • Ronaldo Foloni
  • Ronaldo Pasquarelli

Defesa nega propinas

O advogado Ralph Tórtima Stettinger Filho, que defende o pediatra Osvaldo Perezi Neto, afirma que a prisão foi precipitada, nega pagamento de propina e critica o teor da denúncia do Gaeco. "Jamais houve emissão de notas frias e muito menos para pagamento de propina para funcionários públicos. Todos os serviços tiveram emissão de nota referente a contraprestação de serviços médicos. Não houve superfaturamento de valores", diz o advogado.

Ralph diz que, antes da prisão, o médico teria fornecido toda a documentação da empresa diretamente ao Ministério Público e duvida que os promotores do Gaeco tiveram tempo de analisar tudo. Com relação às conversas contidas no celular do médico, Ralph afirma que nenhum dos diálogos se refere a atos ilícitos. O advogado pretende entrar com recurso jurídico para obter a libertação do cliente.

A reportagem procurou a defesa do advogado Orlando no escritório em que ele é sócio. Mas até o fechamento desta edição não houve retorno quanto ao pedido de entrevista. (MAS)

Prefeitura diz que forma de cobrança da taxa do lixo era errada

foto: Lucas Ribeiro

A mudança na forma de cobrança na taxa do lixo no IPTU 2018 tem gerado muitas dúvidas pelos contribuintes aprazivelenses.

De acordo com Silvio Parra, chefe do setor de Cadastro da Prefeitura, há muitos mandatos, a cobrança era feita de forma irregular.

“No final do ano passado, o Tribunal de Contas (TC) de São Paulo apontou irregularidades na cobrança e notificou o prefeito a cobrar de maneira certa. Senão não for cobrada, ele (prefeito) terá sanções”. Muitos prefeitos não queriam cobrar da maneira certa, pois politicamente, é um mau negócio” disse Silvio.

Até 2017, a prefeitura cobrava no IPTU a taxa do lixo de acordo com o tamanho da frente da casa (testada)

De acordo artigo 244 do Código Tributário do Município, (Lei Complementar 01/2005) a taxa de lixo será cobrada da seguinte maneira:

A base de cálculo da taxa será o custo do serviço no exercício anterior, atualizado e rateado entre os contribuintes, observada a seguinte conformidade:

I. Incisos I, II e III do parágrafo único do artigo 242 – rateio do custo contábil do exercício anterior, atualizado, entre todos os contribuintes possuidores de imóveis da zona urbana, da zona de expansão urbana, áreas urbanizáveis, com área edificada.

De acordo com o portal da Transparência, somente com a varrição das ruas, coleta de lixo, transporte até o aterro em Engenheiro Balduíno e a destinação correta em aterro sanitário, a Prefeitura pagou a Constroeste, empresa responsável por todos estes serviços, R$ 3.402.200,25.

São 11.630 imóveis cadastrados, sendo 7893 imóveis edificados, ou seja, com construções.

Prorrogação

O carnês do Imposto Predial, Territorial e Urbano já estão sendo entregues e a Prefeitura alterou a data de pagamento.

O imposto venceria nesta quinta-feira (29), mas um decreto do prefeito Dr. Montoro (PSD) prorrogou até 30 de abril o prazo para pagamento à vista com desconto de 10% ou parcelado em 10 vezes.

Marcos Roberto

Empresário de Monte Aprazível se torna “Mestre Sorveteiro” e lança rede de franquias

Luciano Rodrigo de Souza usou sua expertise no ramo de franquias e sorvetes e lançou a rede Shakerama Shakes e Delícias que já conta com unidades em Araxá (MG), Jacareí (SP) e Canavieira (BA); a sede da franqueadora está localizada em São José do Rio Preto

Com o setor de alimentação cada vez mais em alta, o empresário Luciano Rodrigo de Souza, morador de Monte Aprazível (SP), lançou no mercado de franchising a rede de sorveteria “Shakerama Shakes e Delícias”, oferecendo cinco modelos de negócio disponível para todos os tipos de bolso e que vem agradando paladares através do sorvete de massa e soft junto com o já famoso milk-shake.

Luciano possui anos de experiência no mercado de franquias de sorvete como formatador e gestor de grandes marcas e já inaugurou mais de 200 lojas deste segmento. Para alcançar esse sucesso, o empresário estudou sobre o sorvete para entender de formulações e todos os detalhes que envolvem essa gostosura, o que possibilitou formar-se como “Mestre Sorveteiro” e desenvolver uma formulação de receita exclusiva de sorvete para sua rede.

A receita possui 30% menos gorduras e açúcares em sua formulação. “Depois de muita pesquisa e testes de formulação, desenvolvemos um produto artesanal, com ingredientes de excelente qualidade e com baixo teor de gordura e açúcar. Nossa receita é em pó e a mistura final com o líquido é realizada dentro do ponto de venda por nossos colaboradores dando ao produto qualidade artesanal e sabor incomparável.

No ano passado a franquia faturou R$850 mil e projeta alcançar este ano R$2.500 milhões com a inauguração de cinco novas unidades, totalizando oito franquias em operação no Brasil.

Negócio lucrativo

A Shakerama Shakes e Delícias foi fundada em 2015 em Araxá (MG) e entrou para o franchising em abril de 2017. A rede de franquias oferece mais de 150 opções de produtos e sabores, que conta ainda com açaí e café. O valor de investimento inicial varia entre R$99 mil a R$230 mil, conforme o tipo de produto e o número de habitantes, com prazo de retorno estimado entre 16 a 24 meses. O faturamento bruto médio mensal varia entre R$35 mil a R$47 mil, de acordo com o modelo de negócio.

A franqueadora está localizada em São José do Rio Preto (SP), e já conta com três unidades em operação em Araxá (MG), Jacareí (SP) e Canavieira (BA). Neste segundo semestre, a capital mato-grossense, Cuiabá, também passará a contar com uma loja.

OPERAÇÃO OURO VERDE

Gaeco e PM realizam operação em Rio Preto

São cumpridos dois mandados na cidade; operação faz parte da segunda fase da Operação Ouro Verde

Marco Antonio dos SantosDois mandados estão sendo cumpridos em Rio Preto

Dois mandados estão sendo cumpridos em Rio Preto

O Gaeco de Rio Preto (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) com o apoio da Polícia Militar, prendeu na manhã desta quinta-feira, dia 22, o médico Osvaldo Perezi Neto, durante a segunda fase da Operação Ouro Verde, que investiga desvio de R$ 4,5 milhões de verbas da Saúde, em Campinas.

Osvaldo foi detido no começo da manhã, em casa no Condomínio Debora Cristina, por uma equipe da Caep de Rio Preto (Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar). Também foram apreendidos documentos, celulares e até uma caminhonete Pajero. 

A prisão do médico é resultado da investigação do Ministério Público de Campinas, com ajuda de promotores do Gaeco de Rio Preto, sobre um esquema de fraude para desviar recursos do Hospital Ouro Verde, um dos mais importantes hospitais públicos de Campinas.

Os policiais também tentaram  prender o advogado Orlando Leandro de Paula Fulgêncio, em dois endereços, casa e escritório, no bairro Higienópolis, em Rio Preto, mas ele não foi encontrado em nenhum dos lugares. Nos dois locais foram apreendidos documentos.

De acordo com o Ministério Público, o esquema envolvia pagamento de propina a servidores públicos do Departamento de Prestação de Contas da Secretaria da Saúde de Campinas, em troca da atuação para assegurar o desvio sistemático de verbas públicas pela organização criminosa “OS VITALE”.

De acordo com MP, o advogado e o médico recebiam parte da verba pública de Saúde desviada do Hospital Ouro Verde.

O médico Osvaldo Perezi Neto será transferido ainda na tarde desta quinta-feira para Campinas, onde ainda será definido para qual unidade prisional ele ficará detido. 

(Colaborou Rone Carvalho) www.diariodaregiao.com.br

Projeto Água

Educação Infantil de Monte Aprazível desenvolve atividades nas Cemeis para celebrar o Dia Mundial da Água; Projeto é feito em parceria com assessorias de Meio Ambiente, Agricultura, Sabesp, Rotary, Etec de Monte Aprazível e Água Minajen.

Ensinar as gerações futuras sobre a importância da água, e mostrar na prática os métodos conservacionistas de preservação do liquido mais importante do planeta e o caminho que ela percorre até chegar ao lar de cada um; foram estes os temas trabalhados pelas Cemeis, Centro Municipal de Educação Infantil, de Monte Aprazível durante o mês de março, lembrando o Dia Mundial da Água, celebrado nesta quinta-feira, dia 22.

As seis Cemeis, além das unidades educacionais dos distritos de Engenheiro Balduíno, Itaíuba e Junqueira, desenvolveram durante este mês, o projeto Dia da Água. O projeto idealizado pela coordenadora da Educação Infantil do município, Virginia Prudêncio Caverzan, contou com o apoio do Departamento Municipal de Educação, com o assessor municipal de educação Pedro Poloto e da coordenadora do ensino fundamental Ana Izabel Miguel.

Para Virginia Prudêncio, a qualidade de vida tem ganhado cada vez mais a preocupação e atenção da sociedade brasileira. “Os cuidados com a saúde e com o meio ambiente são atitudes constantes da prática de quem busca esta melhoria na qualidade de vida. Ainda de acordo com a coordenadora, “Conscientizar os alunos da necessidade de participarem de atividades que tem em vista o bem estar dos seres humanos é um desafio que muitos educadores encontrar em sua caminhada”, afirma ela.

Segundo a coordenadora do ensino infantil, o projeto tem o objetivo de conscientizar da importância e valores dos bens ambientais. “Uma das funções da escola, além de formar e informar a criança, é mostrar à elas que as ações de cidadania podem fazer parte do nosso cotidiano, contribuindo para o bem estar de todos. A água é um recurso indispensável para a sobrevivência na terra e um bem de todos.”

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, também ressalta a importância do uso sustentável da água e da preservação do meio ambiente. “Este é um momento importante para nos conscientizarmos sobre os recursos naturais do nosso planeta, evitando assim a poluição, contaminações de solo, assim como também o desperdício, incentivando a cultura do reaproveitamento”, afirma Montoro.

O trabalho do projeto Água conta ainda com o apoio de diretores, professores, monitores, funcionários e estagiários das unidades escolares que durante o mês de março trabalharam os conteúdos em sala de aula. Foram elaborados e divulgados os materiais de vídeos, livros de história, músicas, histórias em quadrinhos, atividades lúdicas e atividades diversas.

Nesta quinta-feira, os alunos da Cemei Áurea Neves Rodrigues puderam acompanhar de perto o trabalho que é feito para a captação de águas que irão abastecer as casas dos aprazivelenses. Cerca de 20 árvores, entre elas ipês e frutíferas, cedidas pelo Departamento de Educação, cultivadas pelo técnico agrícola Antonio Pereira dos Santos, foram plantadas na Estação de Tratamento de Água da Malvina

 

Parcerias

Como a água é um bem de todos, nada melhor que trabalhar o projeto com parceiros. Além do apoio e trabalho em conjunto das assessorias municipais de Meio Ambiente e Agricultura, coordenadas por Paulo Trombim e Marlon Baldin respectivamente, empresas, clubes e órgãos públicos como, Água Minajen, Sabesp, Rotary Club e alunos da Etec José Padre Nunes Dias, também participam das comemorações do Dia Mundial da Água.

Os alunos do Ensino Integrado em Meio Ambiente da Etec José Padre Nunes Dias, também participaram do projeto, auxiliando na preparação das mudas e orientando as crianças no momento do plantio das mudas. “Importante esta troca de experiência entre os adolescentes e as crianças, reforçando o conhecimento de preservação do meio ambiente”, comenta Paulo Trombim.

A unidade da Sabesp de Monte Aprazível, gerenciada por Antonio Donizete Zioli, participa do projeto com a doação de panfletos, gibis e preparação do espaço de visitação dos alunos da Cemei Aurea Neves Rodrigues. “A Sabesp se sente honrada em poder proporcionar este dia diferente para as crianças virem aqui conhecer a nossa estação de captação e também um pouco do nosso trabalho”, afirma Donizete Zioli.

O Rotary Club de Monte Aprazível, responsável por diversos trabalhos de ajuda a comunidade ligados as áreas sociais, de saúde, entre outros, também desenvolve os projetos Recursos Hídricos e Saneamento Básico. “Fazemos trabalhos na comunidade aprazivelense e é maravilhoso trazer as crianças neste lugar tão importante para a história de Monte Aprazível”, comenta o representante do Rotary Giuseppe Maset Júnior.

A água Minajen também participa do projeto neste ano, aliás em 2017 a empresa permitiu que alunos das Cemeis José Francisco Berardo e Lizete Buissa, visitassem a unidade em Junqueira.

 

Dia Mundial da Água

Comemorado anualmente pela ONU, Organização das Nações Unidas, no dia 22 de março, o Dia Mundial da Água tem como tema em 2018, o uso de soluções baseadas no meio ambiente para resolver problemas de gestão dos recursos hídricos.

Com a campanha “A resposta está na natureza” a Organização das Nações Unidas aborda como estratégia de preservação e restauração ambiental o ciclo da água e as formas de melhorar a qualidade de vida da população.

Estão abertas as inscrições para o Curso Feira do Produtor Rural

Projeto é uma parceria da Prefeitura de Monte Aprazível, por meio das assessorias e Estação Aprendiz, e Sindicato Rural Senar Sp; produtores rurais poderão fazer curso de graça.

Serviço

Sensibilização: 28 de março de 2018

Horário: 8h

Local: Estação Aprendiz – Rua da Saudade,1.300.

Tempo de curso: março a dezembro de 2018.

Requisitos: ser produtor rural, idade mínima 18 anos, ter inscrição de produtor e CNPJ

A Prefeitura Municipal de Monte Aprazível, em parceria com o Sindicato Rural, realizará o Programa Feira do Produtor Rural do SENAR-SP, que tem objetivo de capacitar os agricultores a comercializarem seus produtos diretamente ao consumidor. Poderão participar deste programa os produtores rurais que participarem da palestra de apresentação do projeto e formação da turma, que acontecerá na Estação Aprendiz, no dia 28 de março às 8h.

O principal diferencial da Feira do Produtor Rural será a oferta de produtos cultivados na propriedade do próprio agricultor, com a garantia de oferecer alimentos saudáveis e seguros, seguindo as especificações das legislações vigentes, para promover uma relação de confiança e respeito.

O Senar - SP considera que este programa atenderá os anseios dos pequenos produtores, que apresentam dificuldade em conseguir agregar valores nas pequenas escalas de produção. Participando da Feira, o produtor rural poderá aproveitar as diversas produções de suas hortas, pomares e quintais, vendendo verduras, legumes, frutas, plantas, flores, artesanatos tipicamente rurais, pães, bolos e doces caseiros e demais produtos derivados de origem vegetal ou animal.

A Feira do Produtor Rural traz uma proposta inovadora, criando um ambiente agradável e organizado, com identidade visual e padronização dos estandes sustentáveis feitos em bambu. O programa tem um regulamento próprio elaborado com normas e procedimentos de funcionamento, que considera a necessidade do capricho na preparação e apresentação dos produtos fresquinhos a preços competitivos. Nesta Feira os consumidores poderão interagir com os agricultores, conhecendo mais informações e detalhes dos produtos adquiridos, junto aos produtores rurais, que estarão devidamente identificados e uniformizados.

A parceria com a Prefeitura de Monte Aprazível, que terá um representante fazendo parte da Comissão Gestora da Feira, será importante para viabilizar a regulamentação do programa, do espaço público adequado e seguro para sua realização e do ordenamento e fiscalização do funcionamento proposto em regulamento. Podendo, também, auxiliar juntamente com o Sindicato, nas orientações e capacitações dos produtores rurais para produção de alimentos conforme normas da vigilância sanitária.

Os produtores que integrarem o programa passarão por uma capacitação gratuita de 272 horas oferecida pelo SENAR/SP, na qual aprenderão conceitos de formação e organização de equipe, normas e procedimentos adequados para a feira, construção dos estandes de bambu, planejamento de sua produção, preparação adequada dos produtos a serem levados à Feira, métodos de comercialização, técnicas de vendas e exposição de produtos, controles de gestão do negócio. Após essa capacitação, os produtores rurais estarão aptos a inaugurar a Feira, e a equipe do SENAR/SP acompanhará, por quatro semanas esses agricultores, para orientá-los e auxiliá-los no desenvolvimento e consolidação dessa Feira no município.

O Programa Feira do Produtor Rural subsidiará, gratuitamente, aos produtores rurais participantes, o kit completo do estande e uniformes, dando total condição do produtor iniciar um novo negócio, bastando apenas que cada um se empenhe em produzir os alimentos e realizar as vendas na Feira.

Lembrando, que após a formação e início do curso não será permitida inclusão de novos participantes da Feira. Participe da reunião na próxima quarta-feira, dia28, na Estação Aprendiz, localizada na Rua da Saudade, 1.300, Centro. Mais informações pelo telefone 3275-3938 e 3295-1592.

Santa Casa reduz tamanho da dívida e planeja o futuro

 19 MAR, 2018 

A provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Monte Aprazível realizou na última quarta-feira a prestação de contas da sua gestão em audiência pública. De acordo com o provedor João Roberto Camargo, a entidade equilibrou suas finanças e, apesar do pagamento de férias atrasadas e de ações judiciais civis e trabalhistas, ainda conseguiu fazer investimento na compra de equipamentos hospitalares para a melhoria do centro cirúrgico.

Camargo diz que a prestação de contas faz parte da política administrativa da nova provedoria que pretende dar transparência às contas da entidade. “A finalidade da prestação de contas é tornar transparente a situação da entidade. A nova diretoria, em conjunto com os membros da irmandade, decidiu que quer dar transparência às contas da Santa Casa. Queremos dar ciência à população e ao conglomerado de 15 municípios que usam a Santa Casa do que vem sendo feito com as finanças do hospital e que a Santa Casa não dispõe mais de patrimônio para socorrer os déficits que ela acumulou com o passar nos anos”.

As contas, segundo ele, foram equilibradas em 2017. “Nós conseguimos equacionar a situação financeira da Santa Casa. Não quitamos, mas conseguimos amortizar a dívida de R$ 3,8 milhões para R$ 2,5 milhões. Passamos a administrar a Santa Casa como uma empresa prestadora de saúde e para equilibrar as contas tivemos que tomar atitudes severas como cortar gastos e rever contratos de prestação de serviço com os médicos e com os planos de saúde. Além disso, aumentamos a prestação de serviços a terceiros com a realização de mamografias, raio x e ultrassom.

Camargo conta que a Santa Casa arrecadou em 2017 R$ 8 milhões e teve uma despesa que se aproximou da receita. Ele conta que teve que arcar com o pagamento de férias vencidas e ações judiciais civis e trabalhistas. As maiores fontes de recurso da entidade são do setor público. “O SUS (Sistema Único de Saúde) compra nossos serviços de média complexidade e os municípios de Monte Aprazível, União Paulista, Poloni e Nipoã compram o atendimento básico de saúde, mas, além disso, temos como fonte de receita os recursos oriundos dos planos de saúde que compram atendimentos ambulatoriais, internações e exames e temos também a receita proveniente dos serviços de ultrassom, mamografia e raio x que prestamos para empresas privadas por ocasião da admissão de funcionários.

A principal despesa, de acordo com ele, é com a folha de pagamento. “A despesa com funcionários e médicos contratados representa algo em torno de 60% da receita da entidade”. Em razão disso e da obrigatoriedade do pagamento de férias vencidas e ações judiciais civis e trabalhistas sobrou bem pouco para investimento. “Mas conseguimos investir cerca de R$ 150 mil na compra de camas, macas, poltronas, réguas de oxigênio, melhoria da parte hidráulica e elétricas de alguns setores e compra de equipamentos cirúrgicos para o centro cirúrgico. Investimos também na reforma para a instalação de um aparelho de raio x que ganhamos da entidade filantrópica Pró Vida.

Camargo diz  que “a dívida ainda é significativa, mas estamos no caminho certo para mantermos a Santa Casa de pé” e faz planos ainda para este ano. Ele ressalta que está sendo montado um modelo administrativo com planejamento que servirá pra as administrações futuras, para que “não se caia mais nos erros do passado.”  Os planos para 2018 são reduzir ainda mais a dívida e melhorar cada vez mais o atendimento com a humanização dos serviços prestados à população. “Nós sabemos que a Santa Casa não anda sozinha, precisa estar de mãos dadas com a sociedade, seus usuários, o quadro de funcionários e prestadores de serviços. Só assim a irmandade, que é a administradora da Santa Casa, poderá ter êxito e um futuro promissor”, finaliza.

Prefeitura terá que demolir antiga Galgary’s

O desembargador João Francisco Moreira Vieira, da 1ª Câmara de Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo, negou pedido de Agravo de Instrumento da Prefeitura de Monte Aprazível para impedir a demolição do prédio onde por muitos anos funcionou a lanchonete Galgary’s.

A lanchonete, construída ao lado da represa Lavínio Luchesi há mais de 30 anos, ocupa uma área de preservação permanente segundo a denúncia do Ministério Público.

No pedido do agravo, o departamento jurídico da Prefeitura alegou que a demolição do local contraria o interesse público, uma vez que o prédio seria ponto de apoio do Plano Municipal de Turismo.

O desembargador disse que nesta “fase processual, não há como apreciar tais argumentos, uma vez que já se operou o trânsito em julgado nos autos, encerrando-se qualquer discussão a este respeito”, disse o desembargador.

Gleice Favaron, advogada da Prefeitura no caso, disse que ainda há recurso.

“Temos dois anos para entrar com uma ação rescisória para tentar reverter. Esbarramos no fato da “coisa julgada” , por que já temos muitas decisões definitivas”, disse Gleice

Marcos Roberto

Reforço na saúde

Monte Aprazível adquire ambulância de classe A por meio de emenda da Deputada Analice Fernandes.

Na manhã dessa quinta-feira, 15, a Prefeitura de Monte Aprazível realizou a licitação para aquisição de uma ambulância, categoria de remoção de pacientes, que será utilizada no transporte de usuários do sistema de saúde do município. O investimento é de R$ 132 690,00, sendo R$120mil custeadas por meio da emenda parlamentar da Deputada Estadual Analice Fernandes, PSDB, atendendo pedido do presidente da câmara João Célio Ferreira, e o restante com recursos próprios do município.

Segundo o Departamento de licitações, estimativa é que a ambulância já esteja disponível para o atendimento dos pacientes de Monte Aprazível em até 120 dias. “O prazo máximo para entrega é de 120 dias, mas em conversa com a empresa vencedora da licitação, a A3D, eles se comprometeram em entregar o veículo antes do prazo final, se tudo der certo em até 60 dias”, comentou Diego Rossini do setor de licitações.

O pedido feito no ano passado pelo presidente da Câmara, à deputada estadual, foi uma parceria entre o estado e o município, que contribuiu com parte do valor para a aquisição do veículo. A expectativa é que o município investisse aproximadamente R$50 mil, mas durante o certame, o valor final foi de R$32mil, que serão pagos pelo município, gerando economia aos cofres municipais.

Reformas e ajustes

Prefeitura conclui reforma na rodoviária e realiza serviços de manutenção em Monte Aprazível.

A Prefeitura de Monte Aprazível concluiu na última semana, os serviços de manutenção e reforma na rodoviária, no terminal de passageiros, e na passarela da represa Lavínio Luchesi. Os trabalhos, realizados com recursos próprios, irão oferecer mais segurança e conforto para os aprazivelenses e visitantes que freqüentam dois pontos de grande acesso no município.

Uma das prioridades no inicio deste ano, a conclusão da colocação do forro em parte da rodoviária, foi concluída na última semana, evitando transtornos e melhorando o acesso dos usuários ao terminal de passageiros. Com a instalação do forro, o número de pombos no local será menor, ocasionando maior conforto para os que passam pelo terminal rodoviário.

Após a conclusão do serviço, funcionários da prefeitura fizeram a limpeza completa do perímetro rodoviário, eliminando os restos de fezes de pomba no local, que poderiam ocasionar doenças. “Fizemos um trabalho para que o ambiente fique mais limpo dê conforto e segurança para os aprazivelenses e passageiros que passam pela rodoviária e gostaria de reforçar que este trabalho de manutenção será contínuo”, comenta Armando Caianelli, responsável pela manutenção da rodoviária.

Passarela com cores

Ainda nesta semana, a Prefeitura de Monte Aprazível conclui a reforma da passarela, localizada na Represa Lavínio Luchesi, um dos cartões postais do município. A passarela é utilizada frequentemente por aqueles que fazem a caminhada em volta da represa e evita que os pedestres tenham que passar fora da proteção, instalada ao lado da pista.

O trabalho inclui a pintura das laterais e a troca de parte do piso, afim de oferecer mais segurança. Além do trabalho na passarela a prefeitura também vem realizando a limpeza do entorno da represa.

Mais Fotos:


 


Educa Mais Brasil oferece bolsas de estudo para cursos superiores em Monte Aprazível

Em todo o estado de São Paulo, o Educa Mais Brasil disponibiliza mais de 57.500 mil bolsas de estudo com até 70% de desconto. Em Monte Aprazível há oportunidades para cursos como Pós-Graduação em Administração e Inspeção Escolar, Direito Administrativo, MBA em Gestão de Estratégia Empresarial, MBA em Gestão de Marketing, entre outros.

O auxílio é concedido a quem não tem condições de investir na mensalidade integral de um curso, principalmente àqueles que procuram por alternativas diferentes das oferecidas pelo governo.

As inscrições estão abertas e o candidato deve se inscrever gratuitamente por meio do site www.educamaisbrasil.com.br. Basta selecionar o curso de graduação ou curso de pós-graduação pretendido, escolher uma das instituições com bolsas de estudo ofertadas e preencher o formulário. A aprovação pode ser consultada pelo Portal do Aluno, no próprio site ou na central de atendimento pelo telefone 0800 724 7202 para demais localidades.

Carreta da saúde

Engenheiro Balduíno recebe a carreta de exames do Hospital do Câncer de Barretos.

O distrito de Engenheiro Balduíno recebeu na manhã dessa segunda-feira, 13, a Carreta do Hospital do Câncer de Barretos, utilizada para realização de exames de papanicolau e de câncer de próstata. Os exames foram possíveis graças uma parceria entre a Prefeitura de Monte Aprazível, por meio da assessoria de saúde, Hospital do Câncer de Barretos e moradores de Balduíno.

Segundo o levantamento da equipe de saúde que acompanhou os trabalhos, 44 mulheres fizeram os exames de papanicolau, que prevê o câncer de colo de útero. Durante essa segunda, também foram coletados amostras de sangue de 29 homens, para realização do exame de câncer de próstata.

Os exames de prevenção foram realizados de forma gratuita e serão encaminhados para análises. O diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura do câncer.

Oportunidade de aprendizado

Inscrições para curso da Carreta Vida Saudável estão abertas

A Estação Aprendiz de Monte Aprazível comunica que já estão abertas as inscrições para os interessados em participar dos cursos de Vida Saudável da Unidade Móvel do Sesi SP. As inscrições devem ser feitas na Estação Aprendiz, localizado na Rua da Saudade 1300, próximo ao estádio municipal, das 8 as 11h e das 13 as 15h. É preciso apresentar o CPF e RG no ato da inscrição. O curso é totalmente de graça.
A carreta móvel de Vida Saudável do Sesi SP, estará em Monte Aprazível entre os dias 26 de março e 30 de abril. O projeto é uma parceria entre a Prefeitura de Monte Aprazível, por meio da Estação Aprendiz e o Sesi. Mais informações pelo telefone 3275 3938.

Presente Cultural

Assessoria de Cultura e Turismo realiza apresentação teatral e de danças no aniversário de Monte Aprazível, comemorado neste sábado.

Para comemorar os 93 anos da emancipação política de Monte Aprazível, comemorado neste dia 10 de março, a Assessoria Municipal de Cultura e Turismo, apresenta neste sábado, três espetáculos no Centro Cultural Ana Maria Ceneviva Berardo. Estarão em cartaz, a apresentação da peça A Fabulosa historia do Patinho Feio, com a Cia ArteMídia  e o hip hop com o grupo Urbanus Dance de Monte Aprazível.

A partir das 20h, os aprazivelenses e visitantes poderão conferir o grande clássico das histórias infantis, o Patinho Feio, de Hans Christian Andersen, e adaptado pelo diretor Daniel Neves. A fábula conta as aventuras e emoções de um “patinho” estranho e desengonçado no meio de uma família de patos. Durante o espetáculo o público poderá refletir sobre a superação que é preciso para enfrentar o preconceito e a intolerância, tão presentes nos dias de hoje.

Na sequencia quem sobe no palco é a turma do Urbanus Dance, formada por jovens e adolescentes da oficina de dança urbana da assessoria de cultura de Monte Aprazível. Depois de se apresentar em diversos festivais e festas do estado, os aprazivelenses voltam a se apresentar na terra natal e com novas coreografias que prometem empolgar e emocionar o público.

Para encerrar a noite de aniversário, o palco do Centro Cultural recebe a boa e conhecida música sertaneja. A jovem sul mato-grossense, Giovana Lima, vem estreia nos palcos de Monte Aprazível, prometendo agitar a noite de sábado com muita moda de viola e música sertaneja.

Toda a programação é de graça e os ingressos devem ser retirados neste sábado no Centro Cultural Ana Maria Ceneviva Berardo, na Rua Tiradentes 1124, no centro de Monte Aprazível. A classificação é livre para todas as idades.

Mulheres campeãs

Monte Aprazível é campeão em Sebastianópolis do Sul; escola da assessoria de esportes tem vagas abertas para futsal feminino.

O futebol aprazivelense começou o ano com bons resultados. A equipe feminina de futsal, comandada pelo professor Fabricio Palazzio, foi campeã do torneio de aniversário de Sebastianópolis do Sul. As meninas de Monte Aprazível, que contam com o apoio da Assessoria Municipal de Esportes, foram campeãs invictas na competição que contou com equipes femininas da região.

Com sistema ofensivo calibrado e o sistema defensivo sólido, Monte Aprazível fez 17 gols na competição e sofreu apenas 4, terminando a competição com saldo de 13 gols. Depois de fazer 3 a 0 contra em Nhandeara na primeira roda, bater as donas da casa por 5 a 3 e Macaubal por 3 a 0, as craques aprazivelenses atropelaram Nhandeara na final, aplicando 6 a 1.

Os treinos são abertos para as mulheres interessadas em jogar futsal. O treinamento é realizado as terças e quintas das 18h ás 20h, na quadra poliesportiva da escola Raul Vieira Luz, no bairro da Vila Araújo. A idade mínima é onze anos e totalmente de graça.

DER diminui limite de velocidade na rodovia Feliciano Salles Cunha de 100 para 80 Km/h

Limite de velocidade na rodovia Feliciano Salles Cunha diminui de 100 para 80 Km/h (Foto: Divulgação/Prefeitura de Monte Aprazível)

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, altera a partir desta quinta-feira (8) o limite de velocidade estabelecido na Rodovia Feliciano Salles da Cunha (SP 310), entre o Km 454,3 e o Km 518,4, nos municípios de Mirassol, Neves Paulista, Monte Aprazível, Poloni, Sebastianópolis do Sul e Nhandeara.

A velocidade máxima permitida passa a ser de 80 Km/h em toda a extensão mencionada, incluindo os trechos onde atualmente são permitidos 100 Km/h para veículos leves. Há ainda trechos em obras, cujo limite de velocidade passa a ser de 30 Km/h.

A medida garante segurança aos motoristas e usuários durante a execução das obras de modernização da rodovia, iniciadas em janeiro de 2018 e com término previsto para janeiro de 2019.

O projeto executivo de obras prevê a modernização da pista, com a recuperação do pavimento asfáltico desde suas camadas de base, melhorias no sistema de drenagem e nova sinalização do km 454,3 ao km 621,9, que compreende o trecho de Mirassol até Pereira Barreto, com 175,9 quilômetros de extensão.

Também serão executados serviços idênticos na Via de Acesso SPA 627/310, do km 0 ao km 8,3, no município de Pereira Barreto. O Governo do Estado, por meio do DER, fará investimentos de R$ 305,6 milhões para execução das obras, recursos obtidos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Fonte: Secretaria de Logística e Transporte

Prejuízo de R$ 10 milhões da Agromonte é coberto por seguro e loja reabre em 6 meses

 6 MAR, 2018 

Empresa destruída por incêndio vai manter a folha de pagamento dos funcionários, 20 deles residentes em Monte Aprazível

A Agromonte, loja que foi destruída por um incêndio na sexta-feira da semana passada, em Rio Preto, deve retomar as suas atividades em seis meses, mantendo o seu quadro de funcionários, 20 deles residentes em Monte Aprazível. Segundo Eloy Gonçalves Junior, sócio da empresa criada há 32 anos em Monte Aprazível, o prejuízo está estimado em R$ 10 milhões deve ser coberto quase em sua totalidade pela seguradora.

Eloy conta que o prejuízo só não foi maior porque a estrutura do prédio, construído em 1929, resistiu ao incêndio e deverá ser reaproveitada, mas eles terão dificuldades porque o seguro cobria apenas o prédio e o material vendido na loja, mas não o lucro cessante e nem a folha de pagamento. “Em princípio achamos que o prejuízo seria maior porque achamos que teríamos que demolir o prédio, mas a estrutura pesada, que são as paredes, resistiram bem porque são de três tijolos assentados no concreto, daí o prejuízo ser menor do que o estimado anteriormente”, diz. A estimativa inicial foi de R$ 20 milhões

Ele conta ainda que o prejuízo do incêndio deve ser pago quase em sua totalidade pela seguradora, mas que não tem segurado o lucro cessante, ocasionado pela interrupção nos lucros das vendas, e nem sobre a folha de pagamento. “O seguro era somente sobre o prédio e o material”, enfatiza.

Quanto ao futuro da Agromonte, Eloy diz que ele o sócio Ênio Agrelli pretendem reconstruí-la no prédio que era próprio, mas eles receberam a oferta de alguns barracões sem custo para recomeçarem as atividades até que o prédio fique pronto. “Mas não é tão fácil porque perdemos todas as informações da empresa. Estamos numa força tarefa com funcionários da contabilidade, do escritório e de vendas para reorganizar tudo o que foi perdido no incêndio. Toda a parte de contas a pagar, a receber, a parte contábil, fiscal e jurídica, toda a parte tributária, fiscal, pagamento de impostos, carteira de trabalho de funcionários, guias de recolhimento de INSS dos funcionários e dos sócios foram queimadas e temos que tentar recuperar nos órgãos, o que é muito demorado”.

Ele diz que primeiro tem que ter a tranquilidade para receber o seguro e receber de quem devia na Agromonte “para termos condições de recomeçar”, mas, “se tudo correr bem”, ele acredita que em cerca de seis meses a Agromonte volte a funcionar. Até lá, Eloy diz que pretende manter os 70 funcionários, mais de 20 residentes em Monte Aprazível. “Precisamos saber se eles vão querer continuar, mas acredito que cerca de 70% deles devam permanecer conosco, mesmo que tenhamos que assumir a folha de pagamento”.

Ele conta que os clientes estão ajudando, comprando da Dukamp, empresa também pertencente aos sócios da Agromonte, para ajudá-los a refazer o caixa para recomeçar. “Os fornecedores de produtos veterinários, rações, sementes, arames e insumos estão querendo vender os produtos que vendiam para a Agromonte para a Dukamp para continuar vendendo. Alguns produtores e associações de gado puro nos ligaram querendo fazer uma campanha para arrecadar gado puro para fazer um leilão para reconstruir a Agromonte. O Canal do Boi já nos deu espaço para fazer o leilão sem qualquer custo. Estamos sensibilizados e agradecidos pelo apoio que temos recebido de todos”, enfatiza.

A Agromonte era uma empresa sólida. Construída há 32 anos, começou em Monte Aprazível, e atualmente contava com mais de 25 mil clientes cadastrados. Estava entre os cinco maiores clientes das dez maiores empresas multinacionais de produtos agropecuários do Brasil e participa ativamente de todo o setor agropecuário de toda a região noroeste.

Vida saudável

Montoro assina convenio para ter unidade móvel do Sesi de Vida Saudável em Monte Aprazível

Aproveitar totalmente o alimento, descobrir o valor nutritivo de cada um deles, aprender a melhor forma de preparar os alimentos de forma saudável, afim de obter uma melhor qualidade de vida. São estes os benefícios que irão desembarcar em Monte Aprazível no próximo dia 26 de março, segunda-feira, na carreta da Unidade Móvel de Vida Saudável do Sesi, em parceria com a prefeitura, por meio da Estação Aprendiz de Monte Aprazível

O programa tem o objetivo de melhorar o hábito alimentar dos brasileiros, consequentemente, a qualidade de vida dos adeptos da prática. Durante a passagem da unidade em Monte Aprazível, entre os dias 26 de março e 30 de abril, serão realizados diversos cursos teóricos e práticos sobre o aproveitamento integral de alimentos, prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, segurança alimentar e culinária.

Todo o material é ministrado por nutricionistas e profissionais da área de alimentação, fornecidos pelo Sesi SP. Na tarde desta quinta-feira, o prefeito de Monte Aprazível assina o convenio, juntamente na presença do Presidente da Fiesp, Paulo Skaf, em cerimônia realizada no Teatro Sesi em Rio Preto.

De acordo com a coordenadora de cursos da Estação Aprendiz de Monte Aprazível, Rô Junqueira, a vinda da unidade móvel surgiu durante uma visita e conversas com os responsáveis pela implantação de projetos do Sistema S, formado pelo Senai, Sesi, Senac, mantido pela Fiesp. “Conversamos com o diretor do Sesi SP Laércio Rodrigo, com o prefeito Montoro e vimos que seria possível trazer a unidade móvel para Monte, então já tomamos providencia.”

Ainda de acordo com a coordenadora, a parceria é fundamental para o desenvolvimento destes cursos. “A parceria entre a direção do Sesi e da Prefeitura de Monte Aprazível é fundamental. Já organizamos a nossa participação no projeto, com o transporte da carreta para Monte Aprazível e dos profissionais que estarão envolvidos no curso, agora só esperar o dia para começar a trabalhar.”

Segundo o prefeito de Monte Aprazível, Dr. Nelson Montoro, a vinda da carreta móvel para Monte Aprazível, é a oportunidade dos aprazivelenses adquirirem mais conhecimento sobre a alimentação saudável e inserir as práticas no cotidiano. “Saber aproveitar cada parte do alimento, utilizar sempre os alimentos ricos em minerais, vitaminas que contribuem para um organismo saudável, gera inúmeros benefícios na qualidade de vida das pessoas”, comenta o prefeito Nelson Montoro.

Atendimento

Em Monte Aprazível, a unidade ficará instalada na Praça São João, próximo da prefeitura, e atenderá 50 turmas de 30 pessoas, alunos do ensino fundamental das escolas Feliciano Sales Cunha e Colégio Dom Bosco, Centro de Convivência do Idoso, distritos, beneficiários dos projetos sociais da Prefeitura de Monte Aprazível e comunidade em geral.

Por meio das Unidades Móveis do Sesi, 450 pessoas são atendidas, em média, por mês, sendo que em Monte Aprazível a medida de atendimentos será maior, cerca de 1300,  contribuindo com os colaboradores da industria e à comunidade por meio de programas fundamentais como o ‘Alimente-se Bem’ e o ‘Sabor na Medida Certa’.

Advogado de Montoro entregará defesa nesta terça

Foto: www.diariodaregiao.com.br

O prefeito de Monte Aprazível Dr Montoro, (PSD) contratou o advogado Marcos Minucci para fazer sua defesa no processo de cassação instaurado na Câmara de Monte Aprazível por contratação irregular de cargos comissionados (de livre nomeação do prefeito).

Na denúncia, feita pelo ex-vereador Jorge Mendes, o prefeito teria contratado irregularmente os ex-assessores Nelson Avellar e Cesar Espina.

Segundo o advogado, a defesa prévia poderia ser entregue até 08 de março (quinta-feira) mas, ele já tem documentos e argumentos suficientes para fazer a defesa do prefeito.

“Quanto mais rápido pudermos, vamos esclarecer a câmara e, principalmente a população, que não houve qualquer infração praticada pelo prefeito”, destacou Marcos.

O advogado disse ainda que o processo trava a administração e isso não é bom para ninguém.

Uma comissão processante instaurada na Câmara Municipal avalia se o prefeito cometeu irregularidade na contratação de dois ex-assessores. A comissão é formada pelos vereadores Jean Winícios Vieira (PSC), presidente, Donaldo Paiola (PSDB) relator e Danilo César (PRóS) membro.

Após o recebimento da defesa prévia, a comissão processante produzirá um relatório pedindo o prosseguimento ou arquivamento da denúncia. O relatório deverá ser levado ao plenário e para prosseguir ou ser rejeitado, são necessários cinco votos. Não há previsão para que este relatório seja votado no plenário.

ESTOQUE ABAIXO DA MÉDIA

Hemocentro de Rio Preto precisa de doações

Para quem puder ir doar, o Hemocentro fica na avenida Jamil Feres Kfouri, número 80, no Jardim Panorama. O horário de funcionamento é de segunda-feira a domingo, das 7h às 13h

Arquivo

Hemocentro de Rio Preto funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 13h

Hemocentro de Rio Preto funciona de segunda-feira a domingo, das 7h às 13h

O Hemocentro de Rio Preto está com os estoques de sangue cerca de 30 a 40% abaixo da média e precisa de novas doações

A responsável pelo setor de captação do Hemocentro, Bárbara Cabrera, ressalta a importância das doações. “Precisamos de todos os tipos sanguíneos e, principalmente, os doadores cujo sangue é O-, por ser os mais utilizado e por ser considerados doador universal”, explica Bárbara.

O Hemocentro é responsável pela coleta de cerca de 40.000 doações/ano, pelo registro e realização dos exames de doadores de medula óssea e pelo fracionamento, distribuição e transfusão de hemocomponentes na sua região de abrangência, que corresponde a 65.000 transfusões anuais, feitas nas 32 instituições abastecidas pelo Hemocentro de Rio Preto.

Para quem puder ir doar, o Hemocentro fica na avenida Jamil Feres Kfouri, número 80, no Jardim Panorama. O horário de funcionamento é de segunda-feira a domingo, das 7h às 13h. 

Terminando o serviço

Prefeitura vai concluir nas próximas semanas a colocação de forro na rodoviária de Monte Aprazível.

Aprazivelenses e visitantes que passam pela rodoviária de Monte Aprazível, terão novidades nos próximos dias. A prefeitura deve concluir, até a última semana de março, a instalação das placas de forro no terminal de passageiros, onde os usuários esperam os ônibus.

Segundo o Departamento de obras da prefeitura, a expectativa é que até o mês de abril, o trabalho, feito com recursos próprios, seja entregue para população. Após a troca das laminas de forro PVC, o trabalho retomado nas últimas semanas, seguem durante toda a semana e deverá cumprir o prazo esperado.

Entre as principais mudanças geradas com a instalação do forro, está a diminuição, no número de pombos no local, gerando além do desconforto aos passageiros, riscos de doença. Após a instalação do forro, a prefeitura já analisa a possibilidade de outras melhorias na rodoviária de Monte Aprazível.

Mirassol vence a Ponte, foge da degola e ainda pode sonhar com a classificação

Xuxa durante lance a favor do Mirassol (Foto: Marcos Antônio de Freitas)

O Mirassol fez o dever de casa e venceu a Ponte Preta na noite do último domingo (25) por 1 a 0. A partida foi realizada no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, o gol da vitória foi marcado aos 36 minutos do primeiro tempo, pelo atacante André Luís. O Leão ainda teve dois gols anulados, um na etapa inicial, em impedimento do zagueiro Edson Silva e outro no segundo tempo, em situação semelhante com Wellington Silva.

Os 3 pontos aparecem em um momento importante do Mirassol na competição, o clube entrou na 9ª do Paulistão ocupando a zona de rebaixamento, na 15ª posição com 7 pontos. A vitória fez o Leão subir uma posição, sair da degola e de quebra o clube ainda pode sonhar com uma classificação.

Mesmo na última posição do Grupo D, o time está apenas 1 ponto atrás do segundo colocado – posição que garante classificação – ocupado pelo Botafogo de Ribeirão Preto, que soma 11 pontos, em terceiro lugar está o Red Bull, também com 11 pontos, porém os dois times fecham a 9ª rodada nesta segunda-feira. O Red Bull visita o Ituano, às 17h30 e o Botafogo recebe o Linense, às 20 horas. Uma possível combinação de resultados pode manter o Leão a apenas 1 ponto do segundo colocado.

União Paulista ganha novo ônibus Escolar do Deputado Federal Rodrigo Garcia

Cidades União Paulista - SP segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018 

6478db0c0cbd9e2501f51c35d23ff4ce.jpg

Nesta quinta-feira (22/02) União Paulista ganhou um ônibus do Deputado Rodrigo Garcia, por intermédio da Prefeita Cleusa Gui Martins. O ônibus Escolar é o modelo - ORE 3: ônibus com comprimento total máximo de 11.000mm, capacidade de carga útil líquida de no mínimo 4.000kg, comportando transportar 44 (quarenta e quatro) passageiros adultos sentados ou 59 (cinquenta e nove) estudantes sentados, e podendo ser equipado com plataforma elevatória veicular. 

Em nome da Prefeita Cleusa Gui Martins e toda população de União Paulista agradecemos o Deputado Federal Rodrigo Garcia pelo empenho com nossa cidade, nosso muito obrigado!

Campo de obras

Prefeitura de Monte Aprazível deve concluir nos próximos dias a primeira etapa das obras do campo de futebol society.

A Prefeitura de Monte Aprazível deverá concluir nas próximas semanas, a primeira etapa da construção das quadras de futebol society e da pista de skate, ao lado do Ginásio de Esportes Daniel Laguna Hidalgo. A construção do é uma parceria do município com o estado e será aberto para as modalidades esportivas, futebol e skate, praticadas pela população.

Segundo o departamento municipal de engenharia, a fase de terraplanagem e distribuição de pedras está sendo realizada na segunda quadra, que será destinada para o skate, e deve ser finalizada ainda esta semana. O espaço destinado para o futebol society, também está em processo avançado de construção, já podendo receber a concretagem nesta semana, caso não chova ainda esta semana.

Segundo o engenheiro da prefeitura de Monte Aprazível, Sivaldo Henrique, com a conclusão da primeira parte, só restará a contrapartida do estado para o término da obra. “Vamos finalizar a fase de concreto até a próxima semana e depois aguardar a empresa contratada para a instalação da grama sintética, traves e da arquibancada modular”, comenta Sivaldo.

Ainda de acordo com o departamento de engenharia l, a empresa que irá finalizar a obra é contratada pelo estado. “Houve uma licitação estadual e o governo do estado se responsabilizou pelo acabamento, já adiantamos a nossa parte, devendo ficar pronta até na próxima semana, e só iremos aguardar a empresa que venceu a licitação do estado chegar para finalizar os trabalhos”, comenta o engenheiro de Monte Aprazível.

Outra obra que deverá ter a primeira fase concluída nos próximos dias é a pista de skate, construída ao lado do Ginásio de Esportes Daniel Laguna Hidalgo. O local já está na fase de colocação de pedras e nas próximas semanas, também terá o concreto em sua base instalado

Para o assessor de esportes do município, Paulo Henrique, estes locais serão fundamentais para a prática esportiva em Monte Aprazível. “Vai ser bom termos este espaço para que a população utilize, pratique as suas atividades, e tenha momentos de lazer, diversão, melhorando a qualidade de vida.

LATROCÍNIO

Designer de 24 anos é assassinado em Rio Preto

Reprodução

 Guilherme Queiroz Gazola

Guilherme Queiroz Gazola

A polícia de Rio Preto registrou mais um latrocínio (roubo seguido de morte) na cidade. 

A vítima é o designer gráfico Guilherme Queiroz Gazola, 24 anos. Segundo a polícia, a mãe do rapaz foi a primeira a tomar conhecimento do crime. Ela foi até a casa dele,  no bairro Dom Lafayette, e encontrou o filho de barriga para baixo e todo ensanguentado.

A polícia está neste momento no local. O autor do crime ainda não foi localizado.

A casa, ainda segundo a polícia, está toda revirada. Os familiares notaram quem os bandidos levaram o carro do designer, uma Ford Ecosport, um videogame, um computador e duas TVs. Vizinhos disseram que não ouviram tiros.

Desde o início do ano já foram registrados nove assassinatos na cidade, sendo dois latrocínios.

MONTE APRAZÍVEL

Rapaz morre na SP-310; envolvido no acidente foge sem prestar socorro

Motorista do carro fugiu sem prestar socorro

Um motociclista morreu após bater em um carro, na madrugada desta segunda-feira, 26, na rodovia Feliciano Salles Cunha, em Monte Aprazível. O motorista do carro envolvido na batida fugiu sem prestar socorro.No entanto, por causa da batida, uma das placas do carro se soltou. A polícia iniciou então buscas e conseguiu localizar o motorista do carro envolvido na batida. O suspeito foi levado para delegacia de Monte Aprazível.(Colaborou Rone Carvalho)

UM HOMEM É PRESO POR FURTO EM TANABI

Na madrugada desta sexta-feira (23), um homem foi preso pela Polícia Militar de Tanabi/SP. Segundo a polícia, durante patrulhamento pela cidade, as equipes suspeitaram das atitudes de um indivíduo carregando duas sacolas.

O suspeito foi abordado pelos policiais, que encontraram no interior da sacola vários maços de cigarros e a quantia de R$ 55 em dinheiro.

Ele confessou ter adentrado em um estabelecimento comercial e praticado furto qualificado, sendo levado à Delegacia de Polícia, onde foi preso e permanece à disposição da Justiça.

CAIU EM ITAQUERA

Corinthians põe fim a invencibilidade do Palmeiras

Com direito a golaço de Rodriguinho, polêmica e dois pênaltis

Miguel Schincariol/Estadão Conteúdo

Rodriguinho fez o primeiro gol corintiano no clássico em Itaquera

Rodriguinho fez o primeiro gol corintiano no clássico em Itaquera

Golaço, polêmica, dois pênaltis, expulsão e uma boa dose de emoção. Corinthians e Palmeiras protagonizaram um clássico como exige o torcedor, neste sábado, 24, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela nona rodada do Campeonato Paulista. Com um belo gol de Rodriguinho e outro de Clayson, o time alvinegro venceu por 2 a 0, encerrou uma sequência de três jogos sem vencer e de quebra impôs ao arquirrival o primeiro revés na temporada.

O resultado dá confiança ao time do técnico Fábio Carille para o início da caminhada na Libertadores, contra o Millonarios, na Colômbia, nesta quarta-feira. Já Roger Machado terá de minimizar os efeitos da derrota para encarar o Junior Barranquilla, em Barranquilla, um dia depois.

O clássico começou tenso. Após o hino, quando os jogadores se cumprimentavam, Clayson ignorou Felipe Melo pela ferida aberta no Brasileiro do ano passado, quando os dois se desentenderam no intervalo da partida.

Com a bola rolando, nada de Romero atuar como falso 9, como divulgou Fábio Carille na véspera. O paraguaio se posicionou pelo lado direito, como de costume. Rodriguinho e Jadson revezavam na função mais adiantada do ataque. Roger Machado respondeu com precaução. O treinador posicionou as suas peças defensivamente, apostando em bolas esticadas para Borja.

A surpresa inicial não surtiu o efeito desejado por Fábio Carille. O Corinthians errava muitos passes e, com isso, não assustava o goleiro Jailson. Aos poucos, o Palmeiras adiantou a sua marcação, passou a pressionar na saída de bola e quase abriu o placar em um erro de Renê Júnior. Borja parou em Cássio.

Fábio Carille já deveria estar imaginando o que corrigir no vestiário quando Rodriguinho arrancou um sorriso do rosto do treinador e fez o estádio explodir com um golaço. Aos 40 minutos, o meia recebeu de Maycon na entrada da área após o time trocar 29 passes, deu um lindo corte que deixou Borja e Antônio Carlos estatelados no chão e finalizou de pé esquerdo, rasteiro, sem chance para Jailson. "Estou feliz com o trabalho que faço, todos sabem da minha dedicação. Isso é merecimento de quem trabalha", afirmou.

Em desvantagem, Roger Machado procurou criar um fato novo. Gustavo Scarpa voltou no lugar de Willian para o segundo tempo. O ex-jogador do Fluminense passou a ser bastante acionado pelo lado direito. Foi então que Fábio Carille recuou as suas peças para ampliar a segurança defensiva. Organizado, o Corinthians era perigoso no contra-ataque.

A chance de ampliar, no entanto, foi desperdiçada em um pênalti que gerou bastante confusão. Após finalização de Rodriguinho, a bola sobrou para Renê Junior, que dividiu com Jailson. O goleiro levantou o pé e atingiu o corintiano na coxa. O problema é que o árbitro Raphael Claus deixou o lance seguir e só assinalou a infração quando foi avisado pelo quarto árbitro, expulsando o palmeirense em seguida.

Jailson, aos gritos, dizia que não havia feito nada. "Fui na bola", bradava. Inconformado, Dudu, o capitão do Palmeiras, tentou convencer os companheiros a abandonar o jogo. Ninguém aceitou. Já com Fernando Prass no gol - Lucas Lima foi o escolhido para sair -, Jadson partiu para a cobrança e mandou para fora.

O erro fez o clássico ganhar em emoção.

O Palmeiras foi para o tudo ou nada. E ficou com o nada. Rodriguinho, assim como havia feito no primeiro tempo, desequilibrou. Ele fez jogada individual e foi derrubado por Dudu dentro da área. Como Jadson já havia saído, Clayson colocou a bola debaixo do braço e converteu, sem dar chance para Fernando Prass

Tristeza

Veja como ficou a Agromonte após o incêndio

Guilherme Baffi 24/2/2018

Galpão da Agromonte destruído !

Galpão da Agromonte destruído !

O incêndio destruiu a loja de produtos agropecuários Agromonte, no Centro de Rio Preto, nesta sexta-feira, 23. Ninguém ficou ferido. Segundo um dos sócios da empresa, Eloy Gonçalves, o prejuízo estimado é de R$ 20 milhões."É muito triste. São 65 funcionários, mais as nossas quatro famílias, além de 350 a 400 pessoas que dependem da Agromonte indiretamente. Essa é a minha maior preocupação", diz. "Vamos reabrir a empresa", garante 


RIO PRETO

Agromonte: prioridade é cuidar dos funcionários

Empresa vai primeiro zelar pelas famílias que trabalham

Mara Sousa 24/2/2018

Rescaldo do incendio na Agromonte

Rescaldo do incendio na Agromonte

A primeira providência a ser tomada pela gerência da Agromonte, loja rio-pretense que ficou destruída após incêndio iniciado nesta sexta-feira, 23, será cuidar dos funcionários. A informação foi dada pelo engenheiro agrônomo e vendedor Cassiano de Oliveira Locatelli, parente dos donos.

"A primeira coisa foi pensar nas famílias que trabalham. A primeira providência é zelar pelos funcionários. Não sei o que vai ser feito, mas a primeira coisa é cuidar dessas famílias, depois eles vão atrás dos bens materiais", afirmou.

A empresa possuía seguro dos bens materiais. Um dos donos, Eloy Gonçalves, esteve no local nessa sexta-feira, 23, mas não quis gravar entrevista e não pode ficar por muito tempo pois há alguns dias passou por uma cirurgia para colocação de stent, por isso não poderia ficar perto da fumaça, considerada tóxica por conta dos produtos como vacinas com óleo, herbicidas e venenos agrícolas.

O gerente da loja, Marcos, também não quis comentar o assunto. A família está abalada.

De acordo com Locatelli, a intenção é retomar as atividades. "Eles amam, então com certeza vai tomar alguma providência para reerguer", afirmou. 

No fim da manhã deste sábado, 24, os Bombeiros começaram a deixar o local, que será liberado para perícia. Foram 16 horas de trabalho para acabar com as chamas que tiveram início às 19h.

Tragédia

Eloy Gonçalves estima prejuízo de R$ 20 milhões

Para sócio da Agromonte, seguro não será suficiente para cobrir nem metade do valor

Millena Grigoleti

Eloy Gonçalves observa o prédio da Agromonte, após o incêndio

Eloy Gonçalves observa o prédio da Agromonte, após o incêndio

Um dos sócios da Agromonte, Eloy Gonçalves, estima que incêndio que atingiu a empresa tenha gerado um prejuízo de R$ 15 milhões a R$ 20 milhões. O prédio de 1,4 mil metros quadrados de área construída e 7.500 metros quadrados de estacionamento, no Centro de Rio Preto, foi atingido por um incêndio no início da noite dessa sexta-feira, 23. Ninguém ficou ferido.

“A loja tinha seguro, mas acredito que não será suficiente para cobrir nem metade do valor”, afirma. A prioridade de Eloy, no entanto, dar todo o apoio aos 70 funcionários.

Embora muito abalado, o empresário garante que a empresa será reaberta. A empresa Agromonte iniciou suas atividades em 1986 na cidade de Monte Aprazível, onde os donos moram até hoje, e se instalou em Rio Preto há 15 anos.

Incêndio

Peritos da Polícia Científica iniciam vistoria na Agromonte

Eloy Gonçalves diz não ter ideia do que provocou a tragédia

Millena Grigoleti

Peritos vistoriam a Agromento

Peritos vistoriam a Agromento

Dois peritos da Polícia Científica do Governo do Estado de São Paulo iniciaram o trabalho de vistoria no prédio da Agromonte, no Centro de Rio Preto. A loja de produtos agropecuários ficou totalmente destruída por um incêndio, nesta sexta-feira. O sócio da empresa, Eloy Gonçalves, acompanha a perícia, que deverá apontar as causas do fogo. As chamas, que se alastraram muito rápido, demoraram mais de 15 horas para serem contidas pelo Corpo dos Bombeiros.

Em entrevista ao Diário, Eloy Gonçalves diz não ter ideia do que provocou a tragédia, que deixou um prejuízo estimado em R$ 20 milhões. Segundo ele, os peritos da seguradora já estiveram no local e devem retornar na segunda-feira, dia 26, para concluir o trabalho.

O capitão Renato Neves Rodrigues, do Corpo de Bombeiros de Rio Preto, confirmou que o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (popularmente conhecido como alvará de licença) está vigente até março de 2019.

VEJA VÍDEO

Bombeiro conta detalhes do combate ao incêndio

Veja entrevista com Renato Neves Rodrigues, capitão do Corpo de Bombeiros. Ele falou em detalhes como foi a ação dos Corpo de Bombeiros na ação de combate ao incêndio que atingiu os galpões da Agromonte

INCÊNDIO NA AGROMONTE

Trabalho de rescaldo mobiliza bombeiros e Defesa Civil

Ao todo, 24 homens do Corpo de Bombeiros estão mobilizados na manhã deste sábado, 24,

Rescaldo do incendio na Agromonte
Rescaldo do incendio na Agromonte

Pilhas de ferros retorcidos e de sacarias de adubo e sal destruídas, que amanheceram espalhadas em um canto do pátio de estacionamento, dão um pouco da dimensão do poder do fogo que destruiu a loja de produtos agropecuários Agromonte, na região central de Rio Preto.

Ao todo, 24 homens do Corpo de Bombeiros estão mobilizados na manhã deste sábado, 24, no trabalho de rescaldo no interior dos galpões, que consiste na extinção completa de todos os focos de incêndio que ainda persistiam, cerca de 12 horas após o início do fogo, às 19h desta sexta-feira, 23.

“O objetivo é providenciar a remoção total dos focos de incêndio para evitar riscos de ignição que venham a produzir novas chamas. A estrutura toda das instalações entrou em colapso devido às altas temperaturas a que o fogo chegou e por isso solicitamos reforços de equipe durante a noite e a madrugada”, afirmou o capitão do Corpo de Bombeiros Renato Neves.

Ao todo, 45 bombeiros atuaram diretamente no combate às chamas, em um trabalho que ganhou o reforço de equipes de Olímpia e de Ribeirão Preto.

O capitão Neves estima que até a tarde deste sábado o serviço de rescaldo deverá ser concluído. A partir daí entrará em cena o trabalho dos peritos para determinar exatamente as causas da ocorrência, que assustou a população e produziu extensa cortina de fumaça por um raio de cerca de três quarteirões.

“Não podemos afirmar nada com relação às causas deste incêndio por enquanto. Este será um trabalho que ficará a cargo da perícia”, reforçou o capitão Neves, que exibia no rosto tomado por suor e expressão de cansaço, as marcas do trabalho intenso no local.

A polícia pede a colaboração de motoristas para que evitem a curiosidade e não parem o veículo bruscamente ao circular pelo entorno dos galpões, principalmente rua Pedro Amaral e viaduto Abreu Sodré, que interliga as avenidas Alberto Andaló e Philadelpho Gouveia Neto.

0

AGROMONTE

Fogo destrói loja no coração de Rio Preto

Chamas começaram por volta das 19 horas e rapidamente se alastraram, destruindo todo o prédio da empresa de produtos agropecuários no Centro de Rio Preto. Ninguém ficou ferido. Causa será investigada

Um incêndio de grandes proporções que se alastrou rapidamente destruiu na noite desta sexta-feira, 23, toda a estrutura da Agromonte, no Centro de Rio Preto. Ainda não se sabe o que provocou o fogo, que começou por volta das 19h. Às 22h, os Bombeiros estimavam que ainda haveria 12 horas de trabalho pela frente para extinguir todas as chamas.

A Polícia Militar acredita que não há vítimas do incêndio, o que só será confirmado após a perícia. No momento em que ele teve início, a loja estava fechada. Dois cachorros que estavam nas proximidades foram resgatados. Já foi comprovado que toda a estrutura do prédio foi comprometida, mas outros imóveis não foram afetados. A Agromonte vende produtos agropecuários, como máquinas, rações, agrotóxicos, vacinas, ferramentas e roupas.

De acordo com Luiz Fernando Saes, primo dos donos da loja, uma imagem aérea mostrou que o fogo teria começado perto de máquinas motosserras e roçadeiras, que continham gasolina. Os equipamentos ficavam no meio do galpão. Segundo ele, a empresa possui seguro dos bens.

Foi preciso interditar o fluxo de veículos na região com uma margem de segurança de 300 metros. O trânsito foi interrompido na rua Pedro Amaral, no viaduto Abreu Sodré, na avenida Philadelpho Gouveia Neto no ponto que dá acesso ao terminal e na avenida Alberto Andaló na altura do Automóvel Clube. O terminal não parou de funcionar, mas os motoristas dos ônibus tiveram que fazer caminhos alternativos. A Rumo ALL, responsável pela linha férrea, determinou a interrupção do tráfego de locomotivas.

Foram mobilizados 30 bombeiros e oito viaturas e a corporação pediu apoio do Semae para abastecimento de água. A fumaça proveniente do incêndio era tóxica, pois a loja tinha produtos como vacinas com óleo e venenos agrícolas. "A gente está trabalhando com muito cuidado, tranquilidade e segurança dos nossos homens, que trabalham com proteção respiratória", afirmou o capitão Edmilson Santana, do Corpo de Bombeiros. De acordo com ele, houve explosões. Por volta das 20h, o fogo já havia sido controlado, mas havia muitas chamas.

O capitão explicou que parte da fumaça liberada vinha da própria extinção do incêndio e que a queima dos insumos que havia na empresa gera produtos químicos. "A grande vantagem é que é uma área extremamente aberta e o vento não está forte, então essa fumaça que poderia trazer algum tipo de prejuízo está sendo levada para a atmosfera. A princípio a informação que a gente tinha era que não era produtos tão tóxicos que não se pudesse trabalhar perto deles", disse.

O frentista Luiz Henrique de Lima Araújo, 21 anos, trabalha em um posto de combustíveis que fica a 100 metros da loja e viu quando o fogo teve início. "Comecei a observar uma fumaça no teto. Saí na rua para ver, ouvi o alarme. Em questão de cinco minutos começaram a sair chamas do meio da loja", contou. "Foi se alastrando, piorando, a fumaça foi tomando conta, aí teve um certo momento que o teto caiu, teve uma explosão muito forte, as pessoas se assustaram."

O capitão Marcelo da Silva Lessa, da PM, estima que o exame pericial para determinar as causas do incêndio somente será feito no local na próxima segunda-feira, 26, depois que a temperatura dos destroços tiver baixado. "Somente aí vai entrar e vasculhar. Vai tentar localizar quem estava perto, quem viu primeiro. O fogo se alastrou muito rápido."

O prefeito Edinho Araújo esteve no local e acompanhou parte do trabalho das equipes.

Câmara aprova abertura de impeachment de Montoro

 20 FEV, 2018 

Por 8 votos a 1 a Câmara acatou a denúncia do ex-vereador Jorge Mendes e instituiu a Comissão Especial que vai conduzir o processo de impeachment do prefeito Nelson Montoro.
Votaram a favor da abertura do processo de impeachment os vereadores João Célio Ferreira, Jean Winicius, Márcio Troiano, Danilo de Souza, Airton Faria, Valcenir de Abreu, Gilberto dos Santos e Donaldo Paiola. Apenas Jacó Braite votou contra a abertura do processo.

Montoro vai ser investigado por Donaldo Paiola, Danilo de Souza e Jean Winícius.

Impeachment: seis vereadores devem votar pela abertura de investigação de Montoro

 20 FEV, 2018 

Processo será votado na Câmara, com possíveis votos contrários de Gilberto dos Santos e Jacó; posição de Paiola é indefinida

A Câmara de Monte Aprazível se reúne hoje, em sessão ordinári,a e na pauta está o pedido de abertura de investigação da responsabilidade do prefeito Nelson Montoro na contratação irregular para cargos em confiança de Nelson Avelar e do advogado Cesar Spina. Conforme apurou A Voz Regional, devem seguir as orientações pela abertura de processo contidas nos pareceres da diretoria jurídica e da Comissão de Justiça  da Câmara os vereadores João Célio, Ailto Faria, Jean Winicios, Danilo de Souza, Valcenir de Abreu e Márcio Troiano. Gilberto dos Santos e Jacó Braite devem tentar impedir o prosseguimento da denúncia do ex-vereador Jorge Mendes e Donaldo Paiola disse que “ainda vai fazer algumas ponderações.”

Paiola justificou sua indecisão diante da posição do Ministério Público que obriga o prefeito a demitir os contratados (medida já adotada) e devolver os salários recebidos dos cofres públicos. Se, para Paiola, a decisão do MP pode sugerir um eventual arquivamento da investigação na Justiça, para o denunciante, é o reconhecimento de que as contratações foram irregulares e o “crime de responsabilidade cometido.”

A sessão está marcada para as 20h e deverá ser uma das mais concorridas, com cidadãos prometendo realizar manifestações em favor da abertura das investigações.

Para a investigação ser aberta, são necessários 5 votos. Com o resultado favorável, serão sorteados três vereadores  para compor a Comissão Especial de Investigação e os três decidem, por votação, os cargos de presidente e relator. A comissão terá 90 dias para concluir os trabalhos, convocar o investigado para defesa e emitir relatório. Caso o relatório decida pela cassação de mandato, são necessários quatro votos para o prefeito permanecer no cargo.

Nos últimos dias, Montoro tem procurado, de forma errática, conseguir votos para barrar a abertura do processo. Ontem, ele se reuniu, com a presença de Márcia Parochi, mulher do prefeito de Neves e assessora da deputada Analice Fernandes, com os vereadores do PSDB, João Célio e Paiola, do mesmo partido da deputada. Presente por acaso na Câmara, o vereador Ailto Faria (PV), participou do encontro. O teor da conversa não foi revelado.

Montoro teria oferecido apoio para a presidência da Câmara, no exercício de 2019/20, a pelo menos dois vereadores, hoje pela manhã. No sábado, o prefeito teria estado com o ex-prefeito Mauro Pascoalão. Comentam-se nos meios políticos que o teor da conversa teria sido a oferta do cargo de chefe de gabinete para Mauro em troca dos votos dos vereadores Ailto e Danilo de Souza, que fizeram parte da campanha do então candidato.  “O Mauro não seria doido de fazer uma proposta dessa para mim”, repetem os dois.

Jurídico da Câmara recomenda abertura de inquérito para investigar Montoro

 19 FEV, 2018 

Vereadores Paiola, Danilo e Jean, da Comissão de Justiça,  também emitiram parecer  pela aceitação de denúncia

O suposto delito do prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro (PSD), na contratação de profissionais condenados em segunda instância pela Justiça para cargos de confiança. é tão evidente que a diretoria jurídica da Câmara não só sugeriu a aceitação da denúncia, como recomendou a abertura de processo investigativo.  “Após criteriosa análise da denúncia e de seu aditamento, o Departamento Jurídico entende que o fato narrado, em tese, constitui infração político-administrativa, de apreciação pela Câmara Municipal, razão pela qual deve ser devidamente apurado por esta Casa de Lei”, deixou bem claro o diretor jurídico Marcelo Mestrinari.

Porém, o advogado fez a ressalva de que “a decisão pela formação ou não da Comissão Processante e, posteriormente, a decisão pela cassação ou não do denunciado complete exclusivamente aos vereadores”, sinalizando para a possibilidade da opção política em detrimento do embaraço que provocaria ao prefeito acusado responder por eventuais infrações à lei.

Mestrinari, no parecer, enumera as infrações cometidas por Montoro como o artigo 74 da Lei Orgânica, especificamente no inciso VIII  (praticar atos contra expressa disposição de lei ou omitir-se na prática daqueles de sua competência. Porém,  ele aponta como de maior gravidade, classificando como “cerne da questão” a afronta ao artigo 37 da Constituição que atenta contra o princípio da moralidade administrativa.

O princípio da moralidade, conforme ressalta Mestrinari são “preceitos éticos desejados pela sociedade que remunera os agentes públicos direta ou indiretamente. Por isso, o princípio da moralidade pode ser considerado, a um só tempo, dever do administrador e direito público subjetivo dos cidadãos.”

Portanto, segundo Mestrinari, “o fato narrado na denúncia, consubstanciado nas contratações irregulares dos servidores comissionados, trata-se de lesão a preceito constitucional autoaplicável (princípio da moralidade), o que ao menos em tese configura prática de ato contrário a lei e, portanto, infração político-administrativa.”  Na prática, Montoro cometeu três infrações: improbidade administrativa, desvio político e crime de responsabilidade.

No documento, o diretor jurídico ressalta que não cabe ao prefeito Montoro a alegação de ignorância. “O denunciado não pode alegar desconhecimento dos fatos, tendo em vista ter sido alertado, por ofício, pelo vereador Ailto Faria, que o orientou, advertiu e esclareceu das consequências possíveis de eventual contratação contra ato disposto em lei.”

Comissão de Justiça

A denúncia de Jorge Mendes, além de passar pelo Departamento Jurídico para parecer, também, obrigatoriamente, teve de receber da Comissão de Justiça da Câmara, composta pelos vereadores Danilo de Souza, Jean Winicios e Donaldo Paiola, avaliação legal. Responsável por relatar o parecer, aprovado por Jean e Paiola, Danilo de Souza, considerou que a denúncia deve ser levada para votação do plenário para que seja acatada ou rejeitada. “A comissão chegou a conclusão de que a denúncia tem legitimidade para ser apreciada pelos colegas da Câmara. A comissão não julgou o mérito, se o prefeito tem responsabilidade ou não, ela apenas entendeu que a denúncia é grave e que o nosso papel é de investigar e esclarecer os fatos”, justificou Danilo.

A denúncia contra o prefeito foi protocolada na Câmara pelo ex-vereador e empresário rural Jorge Mendes, com base na contratação de Nelson Avelar em cargo de confiança no governo. Segundo a legislação, Avelar estaria impedido de ser contratado por estar condenado em segundo instância por fraudar licitação no período em que Wanderley Sant”Anna era prefeito. Jorge Mendes denunciou o caso no final do ano passado e, no início de fevereiro, anexou um aditivo incluindo na denúncia a contratação do advogado Cesar Spena, também condenado em segunda instância.

Estrada melhor

Prefeitura realiza manutenção de estrada no distrito de Junqueira.

O trabalho em conjunto das assessorias de Meio Ambiente, Agricultura e Departamento de Estradas de Monte Aprazível, concluiu na última semana, o trabalho de recuperação de diversos trechos da estrada rural, MAZ 179, próximo do distrito de Junqueira. A rota é uma das mais utilizadas pelos produtores rurais para o escoamento da produção agrícola, além da passagem de moradores, entre Junqueira e Macaubal.
Nos últimos dias foram realizados os trabalhos de abaulamento do leito carroçado, limpeza e confecção de bigodes ao lado da estrada, limpeza de caixas, além da quebra de barranco. De acordo com o assessor de Agricultura de Monte Aprazível, Marlon Baldin, os trabalhos foram realizados para atender a necessidade de cada trecho. “Primeiramente fomos até o local, vimos as condições que estavam, o que seria melhor a fazer, conversamos e explicamos para os proprietários locais, sobre o serviço que teremos que executar”, comenta o assessor.
Ainda de acordo com Baldin, nos 10 km recuperados em Junqueira, foi preciso adequar trechos da estrada seguindo a orientação da Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo. “Já tínhamos a orientação da Defesa do Estado para fazer as melhorias, para não prejudicar o solo e também não prejudicar as estradas, agora está tudo dentro da normalidade”, afirma Marlon.
Segundo Paulo Trombim, assessor de Meio Ambiente de Monte Aprazível, os trabalhos são realizados seguindo normas ambientais. “Todos os procedimentos que nós adotamos, são analisados para não causar danos ambientais e também preservar o solo de propriedades rurais.”

Jurídico da Câmara recomenda abertura de inquérito para investigar Montoro

 19 FEV, 2018 

Vereadores Paiola, Danilo e Jean, da Comissão de Justiça,  também emitiram parecer  pela aceitação de denúncia

O suposto delito do prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro (PSD), na contratação de profissionais condenados em segunda instância pela Justiça para cargos de confiança. é tão evidente que a diretoria jurídica da Câmara não só sugeriu a aceitação da denúncia, como recomendou a abertura de processo investigativo.  “Após criteriosa análise da denúncia e de seu aditamento, o Departamento Jurídico entende que o fato narrado, em tese, constitui infração político-administrativa, de apreciação pela Câmara Municipal, razão pela qual deve ser devidamente apurado por esta Casa de Lei”, deixou bem claro o diretor jurídico Marcelo Mestrinari.

Porém, o advogado fez a ressalva de que “a decisão pela formação ou não da Comissão Processante e, posteriormente, a decisão pela cassação ou não do denunciado complete exclusivamente aos vereadores”, sinalizando para a possibilidade da opção política em detrimento do embaraço que provocaria ao prefeito acusado responder por eventuais infrações à lei.

Mestrinari, no parecer, enumera as infrações cometidas por Montoro como o artigo 74 da Lei Orgânica, especificamente no inciso VIII  (praticar atos contra expressa disposição de lei ou omitir-se na prática daqueles de sua competência. Porém,  ele aponta como de maior gravidade, classificando como “cerne da questão” a afronta ao artigo 37 da Constituição que atenta contra o princípio da moralidade administrativa.

O princípio da moralidade, conforme ressalta Mestrinari são “preceitos éticos desejados pela sociedade que remunera os agentes públicos direta ou indiretamente. Por isso, o princípio da moralidade pode ser considerado, a um só tempo, dever do administrador e direito público subjetivo dos cidadãos.”

Portanto, segundo Mestrinari, “o fato narrado na denúncia, consubstanciado nas contratações irregulares dos servidores comissionados, trata-se de lesão a preceito constitucional autoaplicável (princípio da moralidade), o que ao menos em tese configura prática de ato contrário a lei e, portanto, infração político-administrativa.”  Na prática, Montoro cometeu três infrações: improbidade administrativa, desvio político e crime de responsabilidade.

No documento, o diretor jurídico ressalta que não cabe ao prefeito Montoro a alegação de ignorância. “O denunciado não pode alegar desconhecimento dos fatos, tendo em vista ter sido alertado, por ofício, pelo vereador Ailto Faria, que o orientou, advertiu e esclareceu das consequências possíveis de eventual contratação contra ato disposto em lei.”

Comissão de Justiça

A denúncia de Jorge Mendes, além de passar pelo Departamento Jurídico para parecer, também, obrigatoriamente, teve de receber da Comissão de Justiça da Câmara, composta pelos vereadores Danilo de Souza, Jean Winicios e Donaldo Paiola, avaliação legal. Responsável por relatar o parecer, aprovado por Jean e Paiola, Danilo de Souza, considerou que a denúncia deve ser levada para votação do plenário para que seja acatada ou rejeitada. “A comissão chegou a conclusão de que a denúncia tem legitimidade para ser apreciada pelos colegas da Câmara. A comissão não julgou o mérito, se o prefeito tem responsabilidade ou não, ela apenas entendeu que a denúncia é grave e que o nosso papel é de investigar e esclarecer os fatos”, justificou Danilo.

A denúncia contra o prefeito foi protocolada na Câmara pelo ex-vereador e empresário rural Jorge Mendes, com base na contratação de Nelson Avelar em cargo de confiança no governo. Segundo a legislação, Avelar estaria impedido de ser contratado por estar condenado em segundo instância por fraudar licitação no período em que Wanderley Sant”Anna era prefeito. Jorge Mendes denunciou o caso no final do ano passado e, no início de fevereiro, anexou um aditivo incluindo na denúncia a contratação do advogado Cesar Spena, também condenado em segunda instância.


PROFESSOR É FLAGRADO MASTURBANDO GAROTO DE 14 ANOS

Ocorrência nesta madrugada em vicinal entre Macaubal e Monções

Publicado em: 15 de fevereiro de 2018 às 18:43

PROFESSOR É FLAGRADO MASTURBANDO GAROTO DE 14 ANOS
Um professor de inglês foi detido pela Polícia Militar quando masturbava um garoto de 14 anos. O flagrante foi na vicinal Fernando Ramires, entre Macaubal e Monções.

O fato foi registrado na madrugada desta quinta-feira ( 15).

O Boletim de Oficial foi registrado na Delegacia de Polícia de Macaubal, o Professor vai responder o inquérito pelo crime em liberdade. 

Participaram da ocorrência o Sargento Carnevale e o Soldado Fenerich, que fizeram a abordagem em patrulhamento de rotina.

FEMINICÍDIO

Homem mata ex-namorada a facadas em Votuporanga

Maria Letícia Leal Silva Tangoda foi atingida por 14 facadas

Jovem de 20 anos foi vítima do ex-namorado

Jovem de 20 anos foi vítima do ex-namorado

Uma moça de 20 anos foi assassinada na madrugada desta terça-feira, 13, no bairro Paineiras, em Votuporanga. Segundo a polícia, um rapaz de 20 anos, que seria o ex-namorado da vítima, foi até a residência onde a jovem morava com alguns amigos e desferiu vários golpes de faca contra ela.

De acordo com a Polícia Militar, Maria Letícia Leal Silva Tangoda foi atingida por 14 facadas, alguns delas atingiram a região do coração e barriga. A jovem ficou no meio da rua até a chegada da polícia. Ela trabalhava em uma rede de fast-food da cidade.

APÓS O CRIME

Após cometer o crime, o acusado se tomou uma decisão que surpreendeu até mesmo os policiais. Ele foi até a delegacia de plantão e disse que queria falar com o delegado. Na verdade, ele procurou a polícia para se entregar. Ele contou ao delegado que não aceitava o fim do relacionamento e por isso a matou.

A faca usada no crime foi apreendida pela polícia, e o acusado recebeu voz de prisão e foi recolhido à carceragem da Polícia Civil, sendo transferido para Cadeia Pública de Guarani d’ Oeste. Ele vai responder pelo crime de feminicídio.

(Colaborou Rone Carvalho)

“Montoro é réu confesso no caso Avelar e precisa ser cassado”, diz Jorge Mendes

 12 FEV, 2018 

O anúncio da demissão de Avelar gerou atrito com os vereadores Paiola e João Célio que classificou o prefeito Nelson Montoro de mentiroso por atribuir aos dois o pedido para dispensar o assessor de planejamento. Em nota mal redigida, o prefeito não amenizou o desgaste e atribuiu a si mesmo a responsabilidade pela nomeação, segundo Jorge Mendes.

Um dia depois de demitir seu assessor de planejamento, Nelson Avelar, e seu consultor jurídico, César Spina, o prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro (PSD), divulgou nota oficial eximindo o presidente da Câmara, João Célio, e o vereador Donaldo Paiola, de participação no ato ao mesmo tempo em que assume o crime de improbidade pela nomeação de Avelar, tendo conhecimento da irregularidade, segundo o ex-vereador Jorge Mendes.

“Exonerar Nelson Avelar e César Spina foi uma decisão do prefeito, tomada após questionamento e manifestações da Câmara e de integrantes do governo municipal”, diz a nota. Neste trecho da nota, segundo Jorge, o prefeito confessa o ato ilegal, quando diz que exonerou tendo como base o questionamento da Câmara e de integrantes do governo. “O único questionamento oficial da Câmara até agora foi feito pelo vereador Ailto Faria que o alertava do ato ilegal antes da nomeação. Ele ignorou o alerta de que a nomeação era crime de improbidade e agora, para escapar da cassação, ele usa o alerta do vereador como defesa. A interpretação deste trecho da nota é de que ele confessa que na nomeação do Avelar se colocou acima da lei e agora que sua situação ficou feia, se mostra humilde perante a lei. Esse é o ponto em que os vereadores devem se concentrar, no fato de que um prefeito que não tem respeito pelas leis, não tem condições de governar, porque não terá respeito pelos cidadãos. Eu acho que Monte Aprazível e o Brasil só terão futuro de se houver respeito às leis, se colocar um fim na certeza da impunidade cultivada por políticos desonestos”, apontou Jorge Mendes. 

A saída

Se a entrada de Avelar no governo causou traumas, a saída dele provocou fissuras na relação com a Câmara. O ato das exonerações de Avelar e Spina foi assinado pelo prefeito no final da tarde de terça-feira depois de uma reunião do prefeito com o presidente da Câmara, João Célio, e o vereador Donaldo Paiola, ambos do PSDB. Em entrevista a Rádio Difusora, o demitido Avelar afirmou ter sido exonerado a pedido dos vereadores. Ao jornal A Voz Regional, Avelar declarou que a sua nomeação teria gerado descontentamento dos vereadores e a sua saída resolveria o impasse.

Os vereadores confirmam a reunião, mas negam que tenham feito qualquer pedido de exoneração dos assessores do prefeito. “O prefeito nos chamou para uma reunião onde fez a comunicação de que demitiria os dois servidores. Não teve nenhum pedido meu ou do João Célio. Não sou eu que impeço o Nelson Avelar de trabalhar na prefeitura, o que impede é o passado dele”, ironizou Paiola.

O presidente João Célio, foi enfático em negar o seu envolvimento, classificando Montoro de mentiroso em entrevista a Rádio Difusora. João possui ótimas relações com Avelar e está convencido de que Montoro citou a participação dos dois vereadores no episódio para se justificar junto ao demitido.

A reunião do prefeito com os vereadores despertou nos meios políticos a hipótese de que as demissões abrandariam os riscos da cassação de Montoro. O denunciante Jorge Mendes não acredita na possibilidade. “As demissões não aliviam e nem apagam o crime que foi cometido. Mesmo que o dano tenha sido reparado, o ato da nomeação que configura crime de responsabilidade foi cometido. Os vereadores são legisladores, eles entendem de leis, sabem perfeitamente que vão analisar uma denúncia que trata da contratação irregular de Nelson Avelar e do advogado Cesar Spina, de ato cometido no ano passado e que a exoneração agora em nada altera”, argumenta Jorge Mendes.

Jorge Mendes denunciou Montoro na Câmara e no Ministério Público pela contratação irregular de Avelar e Spina. Os dois são condenados por crimes de improbidade por fraudes em processo de licitações, Nelson m Monte Aprazível, onde responde por outros 15 processos semelhantes, e Spina em Viradouro. A contratação de Spina para trabalhar em Monte Aprazível, em cargo de comissão, criado especialmente para ele, tem claros indícios de outro crime, o de burla a concurso público.

O processo

Segundo João Célio, as exonerações em nada alteram o curso do processo. Ele alega que durante a reunião de terça-feira, o prefeito teria perguntando se com as demissões o problema estava resolvido. “Eu fui muito claro para ele, expliquei a minha neutralidade como presidente da Câmara, expliquei que tinha uma denúncia na Câmara e que é minha obrigação é seguir o Regimento da Câmara. E nesse caso, o Regimento estabelece que a denúncia seja encaminhada para o departamento jurídico e para a Comissão de Justiça (composta por Donaldo Paiola, presidente, Danilo de Souza, relator, e Jean Winicios, membro) para parecer e depois votada no plenário para que os vereadores a aceitem ou a rejeitem”, explicou João Célio.

Elaborados os pareceres dos dois órgãos legislativos, a denúncia vai ao plenário para que os vereadores decidam se a aceitam. Para aceitá-la e abrir processo de investigação serão necessários cinco dos nove votos da Casa. Aceita a denúncia, é formada a Comissão de Inquérito, composta por três membros a ser definido por sorteio. A Comissão tem 90 dias para elaborar seu parecer final, indicando a responsabilidade ou inocência do prefeito. O parecer é votado, sendo necessários seis votos para confirmar a responsabilidade e consolidar o impedimento, ou três para inocentá-lo e manter seu mandato. 

O pivô

Nelson Avelar diz sair do episódio injustiçado, pois teria aceitado o convite de Montoro para ajudá-lo na administração de Monte Aprazível “que não estava andando” e teria passado a “redondinha”, depois de ter assumido o cargo, em outubro, e “pronta para caminhar daqui pra frente” com mais rapidez. “Assumi no sentido de ajudar, contrariando a minha família, meus filhos, o pedido da minha mulher. Não me importei em expor a minha família por entender estar fazendo o bem para a cidade.”

Avelar minimiza as condenações sofridas em primeira e segunda instâncias, alegando que em nenhuma das condenações foi provado qualquer desvio de dinheiro. “No processo em que estou condenado foi pela contratação de uma empresa que cuidava da contabilidade, da tesouraria e do patrimônio por R$ 2.500,00. Hoje, a prefeitura gasta R$ 17.500 pelo mesmo serviço”, contestou.

A quase totalidade das ações contra Nelson é por processos de fraude em licitação que privilegiaram a participação de empresas previamente escolhidas para ganhar o contrato, impedindo a concorrência efetiva.

Mesmo afastado, serão inevitáveis os comentários de Nelson vai continuar dando as cartas por baixo do pano. “Isso não vai ocorrer. Não tem como fazer. São muitos os problemas a serem resolvidos, as ações têm que ser rápida, tem que estar dentro da prefeitura”, concluiu Nelson.

Programa Vivaleite atinge marca de 2 bilhões de litros distribuídos em SP

Floriano Pêsaro secretário de Desenvolvimento Social

O Programa Vivaleite alcança a marca de 2 bilhões de litros de leite distribuídos no Estado de São Paulo. É o maior programa de distribuição gratuita de leite in natura do Brasil.

Para fazer parte do programa Vivaleite é preciso estar cadastrado no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais).

O Vivaleite atende crianças de 6 meses até 5 anos e 11 meses nas famílias onde a renda é de até ¼ de um salário mínimo per capita.

São mais milhões de beneficiários que recebem gratuitamente o leite enriquecido com Ferro, Vitamina A e D, além de auxiliar no combate à anemia ferropriva.

A reportagem da Difusora Aparecida conversou com o o secretário de estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pêzaro.

Polícia apreende mais de 300 quilos de pasta base de cocaína em Monte Aprazível

Droga estava na lataria de uma caminhonete; caso será investigado pela Polícia Federal.

Por G1 Rio Preto e Araçatuba

Polícia encontrou cerca de 300 quilos de pasta base de cocaína em Monte Aprazível (SP) (Foto: André Modesto/TV TEM)

Polícia encontrou cerca de 300 quilos de pasta base de cocaína em Monte Aprazível (SP) (Foto: André Modesto/TV TEM)

A polícia apreendeu mais de 300 quilos de pasta base de cocaína durante uma operação realizada em Monte Aprazível (SP), neste sábado (10).

De acordo com informações da polícia, a droga estava na lataria de uma caminhonete que foi abordada pela equipe policial.

O motorista foi encaminhado à delegacia, mas não confessou sobre o carregamento da droga. A polícia suspeita que a pasta base tenha sido trazida de outro país e, por isso, o caso será investigado pela Polícia Federal.

Caso será investigado pela Polícia Federal, já que suspeita é que pasta base tenha sido trazida de outro país
Caso será investigado pela Polícia Federal,

A portaria de exoneração do agora ex-assessor de Planejamento Nelson Avellar e do assessor Jurídico Cesar Spina foi baixada ontem (07) pelo Prefeito Dr Montoro (PSD). O prefeito justifica que a exoneração é sem justa causa.

Em entrevista exclusiva à Difusora Aparecida, Nelson Avellar disse que estava na prefeitura para ajudar o prefeito e que foi exonerado à pedido dos vereadores Donaldo Paiola e João Célio, ambos do PSDB.

Sobre os processos em que ele é réu,  Avellar disse que suas condenações não o impediam de trabalhar na prefeitura.

Nelson avellar disse que estava na prefeitura para ajudar, e que o prefeito precisa de ajuda na administração.

Ele afirma categoricamente que o grupo que pediu sua exoneração ajude o prefeito.

“Eles (que pediram sua exoneração) agora têm que oferecer uma opção ao prefeito”, disse.

O vereador Donaldo Paiola disse que não pediu a exoneração de Nelson Avellar.  Paiola disse que teve uma reunião ontem com o prefeito e ele que comunicou que Montoro iria fazer a exoneração.

Paiola disse que o prefeito analisou os fatos e que era necessária a exoneração dos dois assessores, Nelson Avellar e Cesar Spina.

João Célio Ferreira disse que conversou com o prefeito na manhã desta terça-feira (07) e que entrou mudo e saiu calado.

“Se o prefeito exonerou a meu pedido, ele está mentindo, por que não foi à pedido meu”, disse João Célio.

O prefeito não atendeu pedidos de entrevista para falar sobre a exoneração e sobre as declarações de Avellar.

Só entrar pra sala de aula

Assessoria de Educação de Monte Aprazível inicia ano letivo com capacitação dos professores e funcionários da rede municipal.

Foi realizada na manhã dessa sexta-feira, dia 02, a aula inaugural 2018 da rede municipal de ensino de Monte Aprazível. O encontro serviu para a integração dos professores, funcionários das escolas e Cemeis do município que voltam a desenvolver os conteúdos pedagógicos, já que durante o recesso as creches estavam com atividades, na próxima segunda-feira, dia 05.

O encontro contou com a presença do prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, do assessor da educação do município, Pedro Poloto. “O professor é fundamental para o desenvolvimento das nossas crianças, por isso devemos estar sempre motivados, superar os desafios que surgirem, e fazer o nosso trabalho com excelência” comentou o assessor Pedro Poloto.

O prefeito Nelson Montoro lembrou a educação, uma das principais referências, de Monte Aprazível. “Monte Aprazível sempre se orgulhou dos profissionais da educação que aqui se formaram ou então passaram. Somos historicamente referencia na educação regional por conta dos ótimos profissionais que aqui temos e o trabalho que é dsenvolvido.”

Na aula inaugural dessa sexta-feira, os professores ainda tiveram a palestra com psicóloga Karina Rodrigues da Silva, uma das principais palestrantes da educação do país. A psicóloga também ressaltou a importância dos professores na formação das crianças e adolescentes. “Na maioria das vezes, o professor passa mais tempo ouvindo e convivendo com os professores do que com os familiares. O professor acaba tendo um papel importante na formação e no conhecimento das crianças e adolescentes” afirmou ela.

“Desde já agradecemos o trabalho que dos professores já tiveram nesta preparação e também na acolhida aos professores na próxima segunda-feira. Estamos trabalhando para ter um ótimo ano letivo, oferecer um ensino de qualidade para nossas crianças e também valorizar os nossos profissionais da educação, funcionários, todos os envolvidos da rede municipal”, comentou Pedro Poloto.

Uso excessivo de celulares pode provocar problemas na coluna

Aparelho deve ser usado na frente do rosto, com o pescoço ereto

Segundo dados da 28ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), no ano passado, o Brasil tinha quase 208 milhões smartphones sem uso, quase um aparelho por habitante.

O uso excessivo pode provocar dores na coluna e nos braços.

Um exemplo de que o uso exagerado provoca complicações é da autônoma Nara Trevisan Montanha. Ela, que fabrica doces para festas, diz que a noite, quando vai responder pedidos de informações dos clientes, fica muito tempo com o celular na mão e acaba sentidos dores no braço.

A fisioterapeuta Juliane Casagrande afirma que o uso excessivo pode provocar cervicalgia (dores na coluna cervical) e tendinite no braço.

Marcos Roberto

Comércio gerou mais empregos em 2017 em Monte Aprazível

O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou na sexta-feira (26) os dados do emprego e desemprego no país.

Os números apontam o fechamento de 328.539 vagas com carteira assinada em dezembro segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Segundo os dados do CAGED, Monte Aprazível gerou no ano passado 2210 novas vagas de carteira assinada contra 2151 demissões.

Jurandir Longo, presidente da Associação Comercial e Industrial de Monte Aprazível  (ACIMA), disse em entrevista à Difusora Aparecida que “a economia esta estabilizada e a confiança do consumidor está maior e isso se reflete nas vendas”.

O setor que mais criou vagas de carteira assinada no mercado de trabalho foi o comércio com a 936 contratações contra 896 demissões. Veja os dados abaixo

No ano, o saldo ficou negativo em 20.832 vagas — resultado de 14.635.899 admissões e 14.656.731 desligamentos.

Apesar de negativos, os números de dezembro são os melhores para o mês desde 2007 — quando houve perda líquida de 319.414 vagas. Os dados, divulgados pelo Ministério do Trabalho, também mostram que, embora o país tenha terminado o ano com saldo negativo no número de empregados, houve uma melhora em relação aos anos de 2015 e 2016.

TABELA-EMPREGO

Produtores buscam alternativas para fugir da monocultura

 
30 JAN, 2018 

O produtor rural da região de Monte Aprazível percebeu que trabalhar com a monocultura canavieira pode ser uma armadilha contra ele e, segundo o presidente do Sindicato Rural Patronal de Monte Aprazível, Diogo Martins Arruda,  estão buscando alternativas para  pagar as contas e sobreviver. A busca por alternativas de produção pode provocar um círculo virtuoso ao atrair indústria de outros setores para processar a matérias primas agrícolas como amendoim, soja, milho e mandioca.

“O produtor está tentando melhorar a renda no campo, com soja e amendoim, mas estas também são culturas caras. O amendoim é problemático na colheita – diz – se chover muito perde muito na colheita. Mas o produtor está procurando outras alternativas para o sustento dele e para pagar suas contas, porque a cana não é mau negócio, mas na nossa região não recebe e quando recebe não recebe em dia, comprometendo todo o seu orçamento”.

Ele aponta como culturas alternativas para os produtores, além do milho, do amendoim e da soja, a mandioca, o girassol e o sorgo. “Essas são culturas anuais que se desenvolvem bem na nossa região”, diz.

Ele conta que tem aumentado o plantio de mandioca na região. “Em Monte Aprazível ainda é pouco, mas na região de Cosmorama já tem bastante plantio. Mas, apesar de ter mais plantio ainda é insuficiente para a demanda”, enfatiza.

A mandioca, segundo ele, tem potencial para renda do produtor. “Hoje estão falando em torno de 25 a 27 toneladas por alqueire e no atacado estão vendendo a R$ 0,40, R$ 0,50 o quilo, um preço razoável tendo em vista o pouco trabalho que a cultura dá e ao baixo custo de produção dela”.

De olho nessa matéria prima, Diogo conta que já há em Rio Preto indústria embaladora de mandioca, “mas em Cosmorama já tem pequeno produtor embalando sua própria mandioca, agregando assim valor ao produto e fornecendo para hotéis, restaurantes e bares”.

A mandioca é uma cultura que, de acordo com Diogo, tem sido produzida em regime familiar, mas caso necessário ele afirma que há mão de obra para trabalhar e avisa “com essa nova lei trabalhista vai ficar mais fácil trabalhar com funcionário”.

Ele acredita que se os produtores de mandioca se associarem e comprarem um moinho dá para agregar muito mais valor ao produto, pois “poderão fabricar farinha,  fécula,, polvilho e muitos outros sub-produtos  da mandioca 

Oportunidade

O Sindicato Rural/Senar em parceria com a Prefeitura de Monte Aprazível irá realizar neste ano de 2018, os seguintes cursos:

Artefatos Artesanais para das comemorativas

Artesanato em cabaça

Artesanato em bucha

Eletricista em baixa tensão

Eletricista em motores elétricos

Jardineiro

Operação e manutenção de tratores agrícolas

Orquídea

Pedreiro

Processamento artesanal de carne de frango

Sangria em seringueira

Horta orgânica ( Olericultura orgânica)

Turismo rural

As vagas são limitadas e os cursos são totalmente de graça. Mais informações e inscrições por telefone 3275 3938, falar com a Ana Lúcia, na Estação Aprendiz.

Bons resultados

Monte Aprazível fica em 10º lugar nos Jogos Regionais do Idoso de Andradina.

Foram dias intensos com dedicação, empenho, preparação, superação e, acima de tudo, de alegria, que nem sempre é acompanhada pelo resultado e sim pela emoção vivida naquele instante, de Jogos Regionais do Idoso 2018. A competição que reuniu idosos, pessoas acima dos 60 anos de idade, de aproximadamente 70 municípios do noroeste paulista, terminou no último final de semana, com Monte Aprazível sendo um dos destaques da competição.

A delegação de Monte Aprazível, que contou nesta edição com aproximadamente 80 idosos, foi a 10ª colocada no ranking geral de pontuação com 29,6 pontos no total. Foram 14 pontos conquistados nas modalidades feminino, 14,6 no masculino e 1 ponto nas competições mistas.

Entre os destaques da competição está a medalha de ouro conquistada por Eduardo Rodrigues, de 92 anos, campeão no atletismo. O campeão do atletismo já faz planos para no próximo ano também competir na natação.

Segundo Maria Aparecida Canesin, uma das responsáveis pela delegação de Monte Aprazível, o resultado foi excelente, colocando Monte Aprazível entre as melhores da região. “Foi ótima a nossa classificação. Se a gente analisar, só ficamos atrás das cidades que são maiores que a nossa e possuem atletas em todas as categorias das modalidades e algumas até contratam atletas profissionais para competir.”

Ainda de acordo com Canesin “A gente está muito feliz não só pelo resultado, mas pela alegria que tivemos nos dias de competição. A união e alegria entre os atletas, a qualidade de vida, a amizade e a emoção são os maiores resultados que conquistamos.”

Tapa buracos

Prefeitura de Monte Aprazível inicia operação tapa buracos 2018.

A Prefeitura de Monte Aprazível iniciou nesta segunda-feira, dia 29, a operação tapa buracos 2018. O trabalho será para recuperação da pavimentação asfaltica em diversos pontos do município e deverá prosseguir por duas semanas.

Segundo o departamento de serviços gerais de Monte Aprazível, nesta primeira etapa do trabalho, será feito em locais críticos, onde é possível fazer o conserto com a massa de asfalto. Nesta primeira etapa serão utilizadas aproximadamente 100 toneladas de massa, licitadas no ano de 2017.

Segundo o departamento de licitações da prefeitura nos próximos meses outra licitação para a aquisição de materiais para o tapa buracos deverá ser realizada. A estimativa é que sejam licitadas 800 toneladas de massa asfaltica, o dobro do que foi adquirido em 2017, para que o trabalho de manutenção das ruas seja constante.

Lar Vicentino vai arrecadar livros para formar biblioteca

O Lar Vicentino de Monte Aprazível lançou a campanha para formar a Biblioteca do Vovô.

De acordo com Gislaine Martins da Costa, assistente social da entidade, o objetivo é mobilizar a população para a doação de livros, revistas, jornais e livros de pintura para os idosos que tenham condições para ler.

“A cada ano tentamos inovar e trazer coisas diferentes para nossos idosos. Podem doar revistar, livros, jornais e livros de pintura. Nossa psicóloga Delcyane Laguna estará realizando este trabalho que será uma terapia para eles”, ressalta.

As pessoas podem levar livros para a biblioteca ou se preferir fazer a leitura para os idosos.

Marcos Roberto

#partiu JORI

Aproximadamente 80 idosos de Monte Aprazível embarcam para os Jogos do Idoso 2018; Primeira dama Rita Montoro irá acompanhar cerimônia de abertura dos jogos.

Confiantes, concentrados, motivados e principalmente felizes por escreverem mais um capitulo na história de suas vidas e também para a cidade de Monte Aprazível. Foi desta forma que os idosos de Monte Aprazível embarcaram na manhã desta quarta-feira, dia 24, para mais uma edição do JORI, Jogos Regionais do Idoso, que serão realizados até o próximo sábado em Andradina – SP.

A delegação de Monte Aprazível será representada pelos idosos do Clube da Melhor Idade Viver e Aprender Novo Momento, que realiza as suas atividades no município durante todo o ano. A delegação conta com o apoio do Fundo Social de Monte Aprazível, além do apoio da prefeitura, não só durante as competições, mas em outras atividades ao longo do ano.

Ao todo 80 idosos irão representar o município em 18 modalidades esportivas. Segundo Maria Aparecida Canesin, uma das responsáveis pela delegação de Monte Aprazível, o município só não vai disputar as modalidades de coreografia e tênis de quadra. Para a cerimônia de abertura dos jogos, realizada na tarde desta quarta-feira, dia 24, a primeira dama do município estará presente em Andradina.

Entre os 68 municípios inscritos nesta 22ª edição dos Jogos do Idoso, Monte Aprazível é um dos destaques por conta dos resultados obtidos em anos anteriores e por conta da organização das equipes. “Todo ano nos elogiam por conta da nossa organização, nossa alegria e também pelo empenho que nossos idosos dedicam para competição e na atenção com os membros de outras delegações”, comenta Maria Aparecida Canesin.

Ainda de acordo com ela, outro destaque aprazivelense é o nível dos atletas do próprio município. “Sabemos que somos uma cidade menor que as outras, mas mesmo assim nós conseguimos bons resultados. O nosso desempenho durante as competições chega a ser melhor do que de outras cidades que até contratam atletas profissionais. Aqui nós valorizamos os nossos idosos que sempre estão conosco durante todo o ano.”

Mesmo com o clima de competição durante estes dias em Andradina, Canesin destaca o resultado também fora das áreas de competição. “É um clima de festa, de amizade, de união, isto que importa. O bem estar dos idosos durante os jogos e também a amizade que fica entre eles.”

Dulce Boraschi, também membro da delegação que embarcou na manhã desta quarta-feira, é outra que ressalta o clima amistoso dos jogos. “Todos os idosos fazem a festa e isto contagia todos que estão em volta. É gratificante e revigorante estes jogos e ver a alegria dos idosos por estarem juntos”, comenta Dulce.

Esta é 22ª edição dos jogos que reunirá mais de 3500 atletas de 68 municípios do noroeste paulista. A competição é uma parceria da Secretaria Estadual do Esporte, juntamente com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, e os municípios paulistas.

ACIMA decide nesta quinta se entrega ou realiza outro sorteio

Os diretores da Associação Comercial e Industrial de Monte Aprazível (ACIMA) se reúnem nesta quinta-feira (25) para decidir se realizam outro sorteio ou entregam o prêmio (uma moto zero km) a pessoa sorteada no dia 13.

Depois de sorteada, a organização da promoção foi checar se a contemplada se enquadrava nas regras do sorteio. Entre elas, não ser parente de 1º grau de funcionários ou proprietários da loja em que trabalha ou dirige.

O artigo 5º do regulamento da promoção diz o seguinte: “Lojistas, funcionários ou parentes até 1º grau dos mesmos das lojas participantes não poderão participar da promoção com cupons da mesma empresa que trabalham”. O regulamento está impresso  no verso do cupom.

Segundo o apurado pela reportagem, o cupom sorteado foi entregue pelo Posto Quality. A sorteada é mãe de uma funcionária do posto.

Caso a ACIMA se posicione em não entregar o prêmio a sorteada, ela deverá entrar na justiça para receber o prêmio.

Marcos Roberto
22/01/2018 – 12h29

Visita e pedido atendido

Prefeito de Monte Aprazível recebe a deputada Clélia Gomes, PHS, que destina R$ 80 mil para revitalização do Parque das Águas

O prefeito de Monte Aprazível recebeu na manhã desta sexta-feira, dia 19, a deputada estadual Clélia Gomes, PHS, para um encontro de apresentação de projetos e também anuncio de novidades para Monte Aprazível. Durante a sua passagem por Monte Aprazível, a parlamentar anunciou a liberação de verbas que irão ajudar na infra estrutura do município, especificamente no Parque das Águas.

Durante o encontro a deputada anunciou a liberação de R$80mil para o Parque Ecológico. “Espero que este local fique maravilhoso, não só para Monte Aprazível, mas também para toda região”, comentou Clélia na visita que fez ao parque.

Madrinha do grupo Urbanus Dance, da oficina de danças urbanas da Assessoria de Cultura, a deputada Clélia Gomes também passou pelo Centro Cultural Ana Maria Ceneviva Berardo. “Sempre um prazer estar aqui em Monte Aprazível e também estar próximo destes jovens. Nestes encontros que temos com eles, renovo as energias e reforço a importância de acreditar nos nossos sonhos e lutar para que eles se realizem” afirmou a deputada.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro agradeceu o apoio que tem recebido do parlamentar durante os encontros em São Paulo e também nos eventos da região. “Sempre se mostrou solícita aos nossos pedidos e aos nossos projetos, hoje já é uma aprazivelense de coração.”

Sobre a verba para a reforma do Parque Ecológico Montoro ressaltou “Esta verba é de fundamental importância, pois irá beneficiar as crianças e as famílias aqui que sempre vem se divertir e passar momentos de lazer, por isso agradeço a deputada por esta ajuda.”

A deputada ainda anunciou a liberação de R$50 mil para a construção de uma pista de skate, projetada inicialmente para ser construída ao lado do Ginásio de Esportes Daniel Laguna Hidalgo.

João Célio identifica gestões deficientes sucessivas como maior problema de Monte

 22 JAN, 2018  0

Para presidente da Câmara, história da cidade exige que políticos e sociedade “descruzem os braços” e façam com que o município ande pra frente. Em entrevista exclusiva, João Célio fala dos problemas pontuais da cidade que seriam “filhotes do problema mãe”,  que foi a falta de planejamento das últimas gestões

Quais os principais problemas de Monte Aprazível?

O município tem muitos problemas, mas muitos mesmo.  Temos problemas urbanísticos bem sérios, como ruas intransitáveis, problemas com coletas de entulho, galhos, calçadas, lotes sujos, inexistência de sinalização e ordenamento do trânsito. Há reclamações no atendimento médico e distribuição de remédios. Enfim, temos problemas com iluminação pública, conservação de praças e equipamentos públicos, na conservação de estradas e pontes e ainda temos uma máquina administrativa ineficiente, cara e esbanjadora de recursos. Mas esses problemas são filhotes do problema mãe que é a falta de planejamento e de visão de nossos últimos prefeitos.

E o desemprego, não é um problema?

É outro filhote do problema mãe. O desemprego atinge todos os municípios, mas atinge menos aqueles que têm mais planejamento em políticas de desenvolvimento. A situação do município na questão do emprego poderia estar melhor, se houvesse tido, no passado e hoje, políticas de desenvolvimento econômico de geração de renda e emprego.

O senhor fala em falta de planejamento e visão.  Que ideia tem de planejar e de visão econômica?

O eleitor do município tem votado em nomes. Ah, não quero mais o Wanderley (Sant’Anna prefeito de 2005 a 2012), agora quero o Maurinho (Pascoalão, de 2013 a 2016), não vou de Mauro, vou de Nelson (Montoro, o atual).  Eu acho que o eleitor deve votar em um projeto de governo, elaborado com clareza e dentro da realidade financeira da prefeitura para que possa ser realizado.  Não adianta colocar no papel vou fazer isso, vou fazer aquilo, só coisas com o fim de ganhar a eleição.  O candidato deve ter clareza daquilo que é preciso fazer e como fazer. Eleger questões prioritárias dar prioridade a elas na aplicação dos recursos.  O problema é o desemprego, então eu vou criar um Distrito Industrial e dar terreno para o empresário. Geração espontânea de emprego é mágica, e mágica não existe. Tudo deve ser pensando de forma global. Vamos doar o terreno, mas temos de otimizar o número de vagas, a receita da empresa, a atividade dela.  Doar um terreno para quem cria 100 empregos é muito mais eficiente do que doar para dez que vão criar trinta vagas no total. Vai doar terreno para indústria, legal, mas esses terrenos têm de ser disputados pelos empresários, eles tem de ter interesse grande nele motivados pelo retorno econômico da produção da fábrica que ele vai instalar nele.  Se não vira especulação imobiliária, em vez ganhar com a produção o empresário ganha com a valorização da área que ganhou, aluga para terceiros.

E como gerar esse interesse de empresas com número maior de empregos?

Aí é que entram o planejamento e a visão econômica.  É preciso pensar a cidade como um todo. Para atrair, chamar atenção, temos que ter uma cidade ordenada, com infraestrutura urbana adequada, espaços culturais e de lazer, atendimento em saúde impecável, boa educação, serviços municipais ágeis e eficientes. Precisamos pensar na nossa vocação, naquilo que temos e naquilo que somos qualificados, como é o caso de nossos produtores rurais, altamente qualificados na produção de matérias primas.  Temos de pensar em qualificação profissional de nossos trabalhadores, principalmente nas nossas trabalhadoras, nas mulheres, na dona de casa que pode obter renda ou salário estando qualificada e preparada para o mercado de trabalho. Eu penso que se tivéssemos estrutura urbana de excelência, condições e apoio ao empreendedorismo, política de diversificação agrícola e qualificação profissional, os investidores viriam pra cá tendo terreno ou não.

O que a Câmara pode fazer nesse sentido?

Na estrutura política do Brasil, o poder e atuação do vereador são limitados nesse sentido. A gestão municipal é prerrogativa exclusiva do prefeito.  A Câmara pode discutir essas questões e é intenção da Mesa Diretora propor essa discussão com a prefeitura, com as entidades da agricultura, do comércio, da indústria e a partir desse debate criar um plano de ação de desenvolvimento. Somos uma sociedade dinâmica, historicamente foi assim. Até os anos 60, Monte Aprazível foi a cidade mais importante depois de Rio Preto, em termos de produção agrícola, comércio, serviços, saúde e educação. Eu acho que somos capazes de retomar a nossa história. Nós temos muita vontade de trabalhar e muito orgulho, não podemos ficar de braços cruzados vendo a cidade regredindo para uma vila.

Caminhão tomba e deixa rodovia interditada em Mirassol

Carga de soja ficou espalhada pela rodovia Washington Luís

Um caminhão carregado com soja tombou na manhã desta sexta-feira, 19, na rodovia Washington Luís (SP-310), em Mirassol. Devido ao acidente, o trânsito teve de ser desviado no sentido capital-interior, no principal trevo de entrada a Mirassol.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o caminhão ficou atravessado na via. Dois carros que vinham atrás do bitrem bateram na carga, que ficou espalhada pela pista. Ainda segundo a polícia, ninguém ficou ferido.

A carga deve ser retirada ainda na manhã desta sexta-feira. As causas do acidente serão investigadas pela polícia.

(Colaborou Rone Carvalho)

Comunicado estradas

A Prefeitura de Monte Aprazível, por meio das assessorias de Agricultura, Meio Ambiente e Departamento de Estradas, informa que está providenciando um desvio na estrada rural que liga à região de chácaras, próximas ao ponto de apoio de galhos municipal (sentido distrito de Eng. Balduíno)

Moradores e produtores rurais que tiverem que passar por aquele trecho, podem utilizar a entrada do km 1 da rodovia Deputado Bady Bassit, distante 300 metros da estrada interditada.

Durante toda esta segunda-feira, máquinas da prefeitura trabalharam na melhoria do desvio que será utilizado nos próximos dias. O Departamento de Estradas começará na próxima quarta-feira, dia 17, os trabalhos de recuperação do trecho danificado com previsão de término em até quatro dias, desde que as condições de chuva sejam favoráveis.

Casos de pontes danificadas, estradas da zona rural que foram afetadas nos últimos dias por conta das chuvas, podem ser informados pelo telefone 3275 1645.

Montoro está prejudicando criação de emprego em Monte, acusa empresário

 15 JAN, 2018 

De como Wilson Borges assiste impotente ao poder público sufocar um investimento de R$ 1 milhão em negócio de relevância social, ambiental e de geração de emprego

“O  entulho urbano é um grave problema ambiental e um séria questão financeira para os municípios. Os municípios não contam com área licenciada, maquinário,  pessoal e equipamentos de reciclagem, trituração e transformação dos resíduos. Seria necessário um investimento muito alto que faria falta em outros serviços mais pertinentes aos objetivos da gestão pública e das demandas sociais do cidadão por serviços  de excelência em educação, saúde e políticas assistências aos mais pobres e de geração de renda e emprego.

Para a iniciativa privada, o entulho não é um problema. Ele representa uma oportunidade econômica e solução  ecologicamente correta, graças a sua transformação em materiais de construção baratos e de amplo uso como tijolo, areia, pedra, pedregulho e outros. O entulho é capaz de gerar riqueza, distribuir renda e criar emprego. Ele não necessariamente um problema, ou vários problemas, como observamos que é  em Monte Aprazível, onde se espalha pelas ruas, tem a sua destinação que prejudica o meio ambiente e provoca prejuízos aos proprietários de imóveis e riscos para a população. Durante as últimas chuvas, um monte de entulho depositado na rua, desviou o curso da enxurrada derrubando muros e invadindo ao menos duas residências.

Eu enxerguei essa possibilidade econômica, a possibilidade de gerar renda para o município através do entulho, de  criar trabalho e salário, e, claro ganhar dinheiro e montei uma empresa de caçamba de coleta de entulho.   Investi R$ 1 milhão, em máquinas, caminhões, área e licenciamento. Mas, me dei mal.

Parece que os gestores não estão preparados para o desenvolvimento, para o progresso, para uma política de emprego e para soluções ambientais corretas.

O ex-prefeito Mauro Pascoalão  inventou um decreto eleitoreiro que prejudicou o meu negócio e prejudica o meio ambiente. Pensando no voto, ele fez a lei que libera do pagamento  o entulho de até meio metro, com a prefeitura pagando pela caçamba por um valor três vezes menor que o de mercado, com a justificativa de que era para atender os pobres. Acontece que a pessoa que pode pagar coloca meio metro na rua, a  pessoa coloca na rua, a prefeitura recolhe e a pessoa coloca mais meio metro. E assim coloca metros e mais metros. Ninguém contrata caçamba. Tem construtor na cidade que construiu dezenas de casa e nunca contratou uma caçamba.

Veio novo prefeito, o doutor Montoro. Continuei a recolher o meio metro como fazia durante os primeiros meses, mas o prefeito ser recusou a pagar e fez uma nova concorrência. Apareceram duas empresas além da minha e fiquei em terceiro lugar. Os dois classificados não tinham área licenciada e não assumiram o serviço. O correto era o prefeito chamar o terceiro classificado. Mas, como o anterior,  descobri que ele quer destruir minha empresa. Não me pagou pelo serviço que prestei e nem me deixa trabalhar.

A prefeitura durante todo esse tempo vem recolhendo o entulho e está demonstrando que não tem competência e agilidade para tanto. A cidade está coalhada de monturos de pedras, cacos de telha, ferro retorcido, pedaços de madeira. Quando recolhe deposita o em qualquer local, cometendo crime ambiental.

O prefeito realizou outra concorrência para recolher o meio metro. Novamente, fui vencido por outras duas empresas que apareceram apenas com o intuito de melar a concorrência. Mais uma vez não assumiram o serviço porque não tinham licença. Se a concorrência tivesse propósito honesto como recomenda a lei, elas seriam desclassificadas logo na abertura dos envelopes, como determina a lei, e a minha empresa deveria, legalmente, ser considerada vencedora.

Eu não sei o que o prefeito pretende com essa perseguição medonha a mim e a minha empresa? Não sei também a quem e a qual empresa o prefeito quer beneficiar, quer favorecer?

Para me prejudicar, a prefeitura tem um gasto enorme, a cidade está emporcalhada, o entulho disputa vagas de estacionamento com veículos nas ruas e o meio ambiente é severamente prejudicado, com danos irreversíveis.

Tudo seria resolvido com a revogação do decreto do meio metro. Os mais pobres não serão prejudicados, pois a lei que criou o serviço de caçamba estabelece dez caçambas  gratuitas para quem não pode pagar. Quem não pode pagar terá o serviço do mesmo jeito, sem que a prefeitura tome tamanho prejuízo retirando o entulho de graça daqueles que podem pagar. O engraçado e triste é que os mais coitadinhos, velhinhos aposentados, que não têm amigo vereador, não tem amigo prefeito, procura a empresa e paga pela caçamba.

Eu só quero justiça. Que o prefeito revogue o decreto do meio metro. Que apareçam outras empresas devidamente legalizadas e disputem o mercado. Eu quero apenas que a prefeitura não atrapalhe, não procure destruir um negócio de relevância econômica capaz de gerar emprego e renda. Um negócio de responsabilidade social e com o planeta.

Mais cedo ou mais tarde, os gestores de Monte Aprazível hão de entender que o mundo mudou. O mundo de hoje requer mais visão e menos mesquinhez política.”

Reconstrução de ponte na estrada de Ibiporanga terá custo de R$ 450 mil

 15 JAN, 2018 

Sem recurso para a obra, prefeitura busca ajuda da Defesa Civil do Estado que já vistoriou o local e adiantou o processo

As fortes chuvas que caíram na madrugada de domingo na região provocaram estragos nas estradas vicinais e destruíram uma ponte na Rodovia Izidoro Saran, que liga Tanabi ao distrito de Ibiporanga. Os moradores da vila e da zona rural ficaram ilhados e obrigados recorrer a caminhos alternativos por estradas de terra para sair ou chegar a casa.

A reconstrução da ponte e do asfalto da pista destruídos, segundo o departamento de engenharia da prefeitura de Tanabi, foi orçada em R$ 450 mil. “Esse valor é para reconstruir com aduelas de concreto, que é mais barata, mas a prefeitura não tem esse dinheiro”, adiantou o prefeito Norair da Silveira.

Norair, diante do estado de emergência, logo após o acidente, acompanhado do deputado estadual Orlando Bolçone, do seu partido, o PSB, foi em busca de verba junto à Defesa Civil do Estado para a reconstrução o mais breve possível.

Norair se reuniu com a coordenadora estadual da Defesa Civil, coronel Helena dos Santos Reis, na tarde de quarta-feira, a quem pediu socorro diante da emergência.

Norair entregou documentos preliminares, com planilhas e fotos. Na reunião ficou estabelecida que técnicos do órgão fariam vistoria do local, ontem, diante da situação crítica, a visita foi antecipada para a quinta-feira. “O nosso pedido está sendo visto como prioridade pela Defesa Civil e já nos próximos dias a documentação e o pedido de verba estará nas mãos do governador Geraldo Alckmin para despacho.”

O prefeito espera receber a totalidade dos recursos, sem que a prefeitura participe da reconstrução. “Espero não precisar, afinal é uma emergência e o município foi bastante castigado pelas chuvas. Mas, diante da gravidade e dos transtornos, se for exigida uma contrapartida da ordem de 10% a 15% é possível arcar com esses custos”, assegura o prefeito.

Serviços de emergências

Enquanto espera, o prefeito tenta construir um desvio no local, solução dificultada pelo fato de a propriedade particular ter a área marginal da rodovia declarada como reserva ambiental. O prefeito tinha uma reunião com a proprietária marcada para a tarde de ontem.

Contornadas as restrições ambientais, será construída no desvio uma ponte metálica móvel de propriedade da Usina Guarani, equipamento com capacidade de suportar até 100 toneladas, usada pela empresa em casos emergenciais nas estradas em que circulam seus caminhões.

Assim que o desvio estiver pronto, Norair apela aos motoristas que observem as regras de segurança, já que a ponte móvel só permite o tráfego de um veículo por vez.

O prefeito garante que estão sendo tomadas todas as medidas para que os serviços básicos e essenciais aos moradores do distrito e das propriedades rurais sejam mantidos. “Até que não seja construído o desvio em um primeiro momento e a obra definitiva da ponte, todos os serviços públicos estarão assegurados. As máquinas estão liberadas para as melhorias e conservação das estradas Ibiporanga/Malhador/Tanabi e Ibiporanga/Espraiado/Tanabi, como alternativas de acesso para a população. O local do acidente está todo sinalizado e seguro.”

A Secretaria Municipal de Saúde informou que os pacientes do bairro de Ibiporanga estão sendo atendidos no bairro da Rincão por uma técnica em enfermagem que fará o pré atendimento para posterior consulta médica e encaminhamento A secretária municipal da saúde,Rosana Gonçalves, afirmou ainda que o motorista da van da saúde está orientado a levar e esperar a finalização das consultas destes pacientes.

“Todos os esforços e medidas estão sendo tomadas para que todo atendimento e necessidade da população seja satisfeito”, salientou o prefeito.

Danilo de Souza critica situação de abandono da Av. Santos Dumont

15 JAN, 2018  

Para vereador, principal via de acesso da cidade está se deteriorando a cada dia e causa desconforto e má impressão

Danilo de Souza, como cidadão, se diz desconfortável, e como vereador inconformado com a má impressão que causa a visitantes a Avenida Santos Dumont, a única via de acesso à cidade. Ele diz ter percebido a deterioração progressiva do asfalto da vida, que se acentua com as fortes chuvas desse verão, sem que haja um plano imediato com vistas a sua recuperação.  “É previsível que em poucos meses, a avenida vai estar totalmente esburacada, já alertei a prefeitura sobre a questão e não vejo nenhuma movimentação no sentido de se elaborar um plano de ação que evite a degradação total da Via”, reclamou o vereador.

Vereador com bandeira ambiental, Danilo tem observado negligências que não demandam recursos para serem reparadas. “Ontem mesmo, quinta-feira, tinha um bag (saco para transportar uma tonelada de adubo) com uns duzentos quilos de lixo, ao lado de uma pilha de galhos secos, colocado no canteiro central.”

Danilo aponta ainda calçadas, quebradas, intransitáveis e tomadas por mato e até mesmo a inexistência delas em diversos pontos; as podas na Praça das Bandeiras são feitas muito espaçadas no tempo e sem os devidos cuidados estéticos, as bocas de lobo de seu entorno estão entupidas e as calçadas esburacadas.

“O parque infantil na área de lazer das represinhas, com a maioria de seus brinquedos, é um risco para as crianças e o problema foi apontado pelo vereador Márcio Troiano em meados do ano passado e nenhuma providência foi tomada”, protestou Danilo.

Represa

O vereador Danilo identificou o vazamento na barragem da primeira represa do Parque das Águas e alertou a prefeitura. “O problema foi sanado por iniciativa de morador, o cidadão Tuta Galouro, a quem aproveito para parabenizar pela iniciativa, mas a prefeitura deve estar preparada para essas situações e não esperar pela iniciativa particular.”

Por intermédio de Danilo, a prefeitura realizou análise de águas pluvial canalizada abaixo das represas. “A análise comprovou não se tratar de água poluída e espero que a prefeitura execute a segunda parte da minha sugestão que é de jogar essa para as represas, evitando a perda de volume no período da seca”, finalizou o vereador.

Valdier Velho: Prefeitura comete crime ambiental com o entulho

 
15 JAN, 2018 

Os inúmeros crimes ambientais cometidos pela administração anterior de Monte Aprazível comprometeram ambientalmente a área do lixão, com depósito de entulho. Como não tem espaço para se cometer crimes na área do lixão, a atual administração resolveu cometer crime pela cidade toda, espalhando entulhos por tudo que é canto da cidade.

A área vista na foto é próxima à Escola Agrícola, em área do município.

Além do crime ambiental, há o prejuízo aos cofres do município e o emporcalhamento da cidade. Existe uma lei para que o entulho seja recolhido em caçambas e depositado em área licenciada pela CETESB, mediante pagamento a empresa concessionária do serviço. A prefeitura, em vez de aplicar recursos financeiros e pessoal em serviços como cuidados com os buracos das ruas, gasta com entulho para quem pode pagar e até para construtores imobiliários.

Enquanto isso, a empresa legalizada para o serviço, que poderia estar gerando emprego e renda, está sendo sufocada para concorrência desleal e criminosa da prefeitura.

Monte Aprazível está se acabando nas mãos de seus gestores e quando a população perceber terá sido tarde.

Desenvolvimento da cana é prejudicado com chuva em excesso

 
15 JAN, 2018 

Chuva é sempre bem vinda para a agricultura, o problema é quando a precipitação acontece em excesso como nos últimos dias. De acordo com o gerente agrícola da Aplacana, João Aoki, do dia 17 de dezembro para cá choveu 500 milímetros, sendo que apenas na madrugada do último dia 6 choveu 140 milímetros.

A precipitação acima da média acaba provocando prejuízos na agricultura. Chuva em excesso acaba provocando erosões nas estradas e carreadores de um modo geral. Além disso, segundo Aoki, tempo muito nublado e chuva por longos períodos acabam por prejudicar a cana, uma vez que a fotossíntese é reduzida e a cana depende da luz solar para produzir massa e açúcar.

Outro problema apontado por Aoki é a perda de nutrientes em solo de perfil arenoso, caso da região de Monte Aprazível. “Em geral, grãos como amendoim e milho, cuja terra é tombada durante o preparo de solo, também apresentam problema de erosão”.

“Somente a pastagem é completamente beneficiada – prossegue Aoki – e a soja quando o plantio é direto, mas ela também pode sofrer danos se os dias nublados e chuvosos persistirem, porque nesse caso não será possível fazer um controle regular de pragas e poderá agravar o ataque de doenças”.

O volume excessivo de chuvas, segundo Aoki, é resultante do fenômeno La Niña, evento climático “potencializado pela formação da zona de convergência intertropical com umidade vinda da Amazônia que acentuou as chuvas nas regiões sul e sudeste”, explica.

 

João Célio entrega 470 currículos para obras da rodovia

Feliciano Sales Cunha

15 JAN, 2018 

Vereador e prefeitos de Neves e Poloni negociaram com Constroeste preferência de moradores na contratação de trabalhadores para obras

O presidente da Câmara de Monte Aprazível, João Célio Ferreira, e a primeira dama de Neves Paulista, Márcia Parochi, entregaram a Wagner Chiarato, representante da Controeste, empresa vencedora da obra de duplicação da rodovia Feliciano Sales Cunha, no trecho Neves Paulista/Macaubal, mais de quinhentos currículos de trabalhadores.  A entrega foi no gabinete do prefeito Nelson Montoro e de moradores de Monte Aprazível foram 470 fichas.

João Célio, Antônio José Passos, prefeito de Poloni, e Ilso Parochi, de Neves, sugeriram aos diretores da empresa que fosse dada preferência aos moradores das três cidades na contratação dos mais de cem trabalhadores que serão contratados para as obras de terceira-faixa no trecho que será construída pela empreiteira. A proposta foi aceita.

Segundo o representante da empresa, a previsão é de que a Ordem de Serviço da obra deve sair até o final do mês e, dependendo das condições climáticas, a obra deve começar em fevereiro.

Segundo João Célio, a iniciativa vai favorecer muitos trabalhadores da região, amenizando o drama do desemprego em muitas famílias e contribuindo para a recuperação e aumento nas vendas do comércio. “Eu presenciei uma situação dramática, recebi esses desempregados na minha casa para receber os currículos, conversei com cada um deles. Eu percebi o lado perverso da crise econômica. Todos são pais de famílias, com qualificação, e que necessitam de trabalho para dar mais dignidade para suas famílias. Não temos influência na contratação, que vai depender das necessidades da empresa. Não sei quanto serão contratados, mas me sinto gratificado pelo esforço. Diante do quadro, se apenas um for contratado, o esforço terá valido a pena”, se emociona João.

Santa Casa de Monte Aprazível investe R$ 350 mil em equipamentos e obras

 
15 JAN, 2018 

Recurso é a 1ª parcela de um total de R$ 1,4 milhão intermediado pelo vereador Ailto com deputados Algus e Gussi

A Santa Casa de Monte Aprazível concluiu o processo de prestação de contas de aquisição de equipamentos hospitalares, num total de R$ 100 mil, de um total de R$ 350 mil de repasse de verba dos deputados Reinaldo Alguz e Evandro Gussi. A prestação de contas foi entregue pelo provedor da entidade, João Roberto Camargo, ao vereador Ailto Faria (PV), que solicitou os recursos para os deputados de seu partido.

Segundo Camargo, já estão depositados na conta da Santa Casa mais R$ 250 mil do mesmo lote de verba, aguardando a autorização da Caixa Econômica Federal para obras de melhoria no prédio com vistas à humanização do atendimento.

Ailto Faria explicou que o total da verba é de R$ 1.400,00 que vão ser liberados em quatro parcelas anuais. “Esses R$ 350 mil eram para ser liberados em 2016, mas a diretoria anterior da Santa Casa não conseguiu apresentar documentação e a verba foi transferida para 2017. Agora em, 2018, vão ser liberados mais R$ 350 mil, outros R$ 350 mil e, em 2020, mais R$ 350 mil.”

Segundo Ailto, a aplicação dos recursos fica a cargo da Santa Casa, que deve apresentar o plano de gastos e o projeto de obras.

Camargo explicou que R$ 100 mil foram aplicados na aquisição de equipamentos hospitalares de muita necessidade do hospital. “Foram 93 unidades de seis itens, como camas e poltronas e os mais importantes e mais caros foram as réguas de gases que custaram mais de R$ 51 mil.” As réguas servem para canalização de oxigênio, propiciando ao hospital uma economia de 75% na compra do gás que é utilizado atualmente através de cilindros.

Projeto 

Os R$ 250 mil a ser liberado pela CEF nos próximos dias serão investidos no Termo de Bombeiro, na reforma e ampliação do pronto atendimento e das alas masculina e feminina do SUS. “Vamos usar o dinheiro basicamente na humanização do atendimento. Esse tipo de recurso é muito importante para a Santa a Casa. O hospital tem mais 70 anos e não tinha um termo de bombeiro, que é um projeto de segurança. Trata-se de uma exigência e de uma necessidade que nunca foi feito porque todo o dinheiro é usado para cobrir as necessidades imediatas de custeio. Nós mudamos essa mentalidade, estamos quitando dívidas, acertamos os débitos dos funcionários, como férias vencidas e com isso conseguimos planejar investimentos. Com as finanças totalmente saneadas, podemos fazer da Santa Casa, um grande hospital que atenda melhor as necessidades da população. Esse é a nossa meta”, resumiu Camargo.

O vereador Ailto Faria se diz muito satisfeito em ter contribuído com o projeto da diretoria. “Eu me sinto muito bem em ter sido parceiro. Mais R$ 350 mil, através de pedido meu, estão a caminho e até 2020 terão chegado R$ 1,4 milhão, dinheiro que será muito bem aproveitado pela administração do hospital em benefício da população”, encerrou Ailto.

Prefeitura de Monte paralisa obra em rodoviária, depois de denúncia de vereador Ailto

 
9 JAN, 2018 

Empresa contratada usou material de espessura menor em forro para conter pombos e serviço será refeito com material especificado no edital

O vereador Ailto Faria (PV) evitou que o município de Monte Aprazível tivesse prejuízo financeiro com a instalação do forro para conter a infestação de pombos no prédio da rodoviária tivesse e que o serviço fosse ineficiente. A empresa contratada pela prefeitura estava aplicando materiais de espessura inferior, mais barato, não observado as especificações técnicas contidas no edital. O serviço foi paralisado e a empresa obrigada a refazê-lo, cumprindo as exigências do edital.

Do episódio, segundo Aito Faria, a prefeitura deve tirar proveito e fiscalizar com mais seriedade os serviços contratados e produtos contratados. “A prefeitura deve ter como norma a fiscalização de todo o serviço e observar os materiais contratados, pois além prejuízo financeiro com o uso de material mais barato, esse material pode comprometer a qualidade do serviço e provocar acidentes, pois, no caso da rodoviária, os materiais e a técnica utilizada não suportariam um vento leve”, observou Ailto.

O edital de concorrência da obra estabelecia a colocação de forro contínuo de 10 milímetros de espessura e perfis de aço de 50 centímetros para o barroteamento. Os materiais que estavam sendo usados tinham especificações menores e o forro tinha emenda.

Jovem morre afogado em represa de Monte Aprazível

Segundo o Corpo de Bombeiros, Caique Josias, de 24 anos, nadava com a família quando afundou no local.

Por G1 Rio Preto e Araçatuba

25/12/2017 20h13  Atualizado há 1 hora

Corpo de Bombeiros fez resgate do jovem que se afogou na represa de Monte Aprazível (SP) (Foto: Destaque Mais/Divulgação)

Corpo de Bombeiros fez resgate do jovem que se afogou na represa de Monte Aprazível (SP) (Foto: Destaque Mais/Divulgação)

Um jovem de 24 anos morreu depois que se afogou na represa de Monta Aprazível (SP), no fim da tarde desta segunda-feira (25).

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, Caique Josias nadava com a família no local quando afundou. A corporação foi acionada e ele foi encontrado morto próximo à margem da represa.

A perícia foi acionada e o corpo do jovem foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba

Mãe e filha morrem em acidente em rodovia

Criança que morreu tinha apenas 31 dias

Reprodução Internet

Acidente entre carro e caminhão na Rodovia Feliciano Sales Cunha, em Monte Aprazível

Acidente entre carro e caminhão na Rodovia Feliciano Sales Cunha, em Monte Aprazível

Mãe e filha, Marcilene Silva e Eloá, morreram em um acidente entre um carro e um caminhão na tarde desta quinta-feira, 21, na rodovia Feliciano Sales Cunha, próximo a Monte Aprazível. A criança tinha apenas 31 dias. 

O carro seguia de Monte Aprazível para Rio Preto quando houve a batida com um caminhão, com placas de Planalto, que seguia no sentido contrário da pista.

O bebê, que estava em uma cadeirinha, foi arremessado para fora carro e encontrado no meio do mato à beira da pista. Mãe e filha chegaram a receber os primeiros socorros, mas morreram no local do acidente. Além das vítimas fatais, outras três pessoas que estavam no veículo sofreram ferimentos leves.

A Polícia Rodoviária Estadual ainda levanta as informações sobre a causa da batida.

Vereadores criticam valor que a prefeitura vai gastar reveillon

Parque das Águas receberá a festa de final de ano         Foto: Lucas Ribeiro-

Os vereadores de Monte Aprazível não pouparam críticas ao prefeito de Monte Aprazível Dr. Montoro (PSD). O motivo da crítica foi a decisão do prefeito em contratar o show da dupla Bruno e Barreto, para o réveillon da cidade, pelo cachê de R$ 145 mil, de acordo com extrato de contrato publicado no Diário Oficial do Município.

Além do cachê, a prefeitura terá mais gastos com som e iluminação, banheiros químicos, tendas seguranças, brigadistas, alimentação, hotel entre outras despesas. Com isso, o valor do evento poderá ultrapassar R$ 200 mil.

Na reunião dos vereadores desta terça-feira (05), cinco dos nove vereadores criticaram o valor da contração. Eles disseram que a cidade precisa de obras como tapa-buracos e recapes.

O vereador Ailto Faria (PV) disse que o prefeito tem ter prioridades. “Festejar é bom, mas será que é prioridade?”, disse o vereador.

Já o vereador o vereador Valcenir de Abreu (PP) disse que não é contra as festas. “Temos que olhar primeiro nossos deveres, depois pensar em festa”.

“Assessor diz que a prefeitura não tem dinheiro para atender indicações dos vereadores, mas tem para fazer festa. Não dá para entender”, disse o vereador Jean Winícios (PSC)

“Com a situação calamitosa que a cidade tá, não dá para pensar em festa. Temos que parar com a política do pão e circo”, vereador Gilberto dos Santos (PDT)

“Nos últimos nove anos, a cidade já gastou mais de R$ 8 milhões em festas. Se cada prefeito que entrar querer superar o outro em festa… ” vereador Donaldo Paiola (PSDB)

Marcos Roberto
06/12/2017 – 12h29

Cidades da região vão receber ajuda do governo neste final de ano

Os prefeitos de todo o Brasil conseguiram um reforço no caixa.  O presidente Michel Temer (PMDB) vai ajudar a fechar as contas no final do ano liberando de R$ 2 bilhões, depois de muita choradeira dos prefeitos, que foram a Brasília pressionar o governo.

A reivindicação era de um aporte de pelo menos R$ 4 bilhões.

O valor anunciado pelo presidente vai substituir neste fim de ano o auxílio que os prefeitos tiveram no final de 2016 com os recursos da repatriação.

A maioria deles vai receber R$ 164,7 mil, de acordo com tabela divulgada no site da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O dinheiro deve ser liberado a partir de 10 de dezembro.

Em entrevista à Difusora Aparecida, o prefeito de Poloni Antonio José Passos (PPS) disse que o dinheiro virá em boa hora. “Assim que o dinheiro chegar, veremos o que poderá ser feito. É um dinheiro que a gente não contava”, disse.

O prefeito de Monte Aprazível não foi encontrado para comentar o assunto.

Veja abaixo o valor que cada município da região receberá
Clique aqui e veja a lista completa divulgada pela Confederação Nacional dos Municípios

Lista Repasses aos Municípios

São José do Rio Preto R$ 1.363.548,93
Monte Aprazível R$ 384.473,26
Tanabi R$ 384.473,26
Mirassol R$ 324.655,95
Bálsamo R$ 164.774,25
Macaubal R$ 164.774,25
Neves Paulista R$ 164.774,25
Nhandeara R$ 219.699,01
Nipoã R$ 164.774,25
Poloni R$ 164.774,25
Sebastianópolis do Sul R$ 164.774,25
União Paulista R$ 164.774,25

Fiscal xingou mãe de candidato após prova do ENEM

Em entrevista nesta terça-feira (14) ao jornal Nossa Gente, Guiseppe Maset Junior, pai de Guilherme de Oliveira Maset, que foi constrangido durante a aplicação da segunda prova no ENEM no último domingo (12), disse que o chefe dos fiscais desrespeitou sua esposa.

Segundo Giuseppe o chefe dos fiscais também não estava capacitado para este tipo de trabalho.

“Ela foi tirar satisfação com o chefes dos fiscais, que mora em Tanabi, e trabalha em Monte Aprazível. Ela (minha esposa) foi perguntar ao chefe dos fiscais como deveria fazer o boletim de ocorrência. Ele foi totalmente sem educação e a chamou de sem vergonha. Ele foi totalmente grosso”, disse Giuseppe.

Os pais de Guilherme fizeram outro boletim de ocorrência, desta vez contra o chefe dos fiscais do ENEM.

Todo este constrangimento se deu durante a aplicação da segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio, aplicado no último domingo. O filho de Giuseppe, Guilherme de Oliveira Maset disse que  passou por constrangimento.

Nos anos anteriores, Guilherme fez a prova em uma sala com outros alunos portadores de necessidades especiais, neste ano, ele fez o exame em uma sala comum.

Ao retornar de uma ida ao banheiro,  percebeu que três fiscais da sala conversavam e apontando para os próprios ouvidos.

Guilherme contou que depois que se sentou, um quarto fiscal entrou na sala e começou a rondar os alunos. O estudante, que ainda tinha 40 minutos para realizar a prova, resolveu as últimas 20 questões apressadamente.

Ao entregar a prova, Guilherme foi informado que havia um “problema” com sua inscrição. Ele foi levado a uma sala para falar com o coordenador da aplicação da prova. Foi então que o estudante foi informado que havia uma denúncia de que ele estaria utilizando um ponto eletrônico – dispositivo utilizado para passar as respostas da prova aos candidatos, o que é crime.

O estudante disse que tentou se explicar, tendo de retirar o aparelho auditivo e mostrar ao coordenador, tanto o objeto quanto sua ficha de inscrição, em que consta a necessidade de utilizar o dispositivo. Ele também apresentou o laudo médico.

Neste ano, o tema da redação do Enem abordou os desafios para a formação educacional de surdos no Brasil.

Em nota, o Inep informou que a coordenação do local onde Guilherme realizou a prova foi consultada e que nenhuma anormalidade durante a aplicação da prova foi registrada. Afirmou, ainda, que o laudo médico do jovem foi reprovado pelo consórcio por não apresentar diagnóstico condizente com a solicitação do participante e, por isso, ele ficou em uma sala de aula comum.

No mesmo ano em que o tema da redação foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”, Guilherme de Oliveira Maset, que tem deficiência auditiva desde os seis anos de idade, teve de provar para os fiscais, após a prova, que realmente tem problema de audição.

Marcos Roberto
16/11/2017 – 08h20

Custo para implantação de aterro sanitário pode chegar R$ 1,5 milhão

Monte Aprazível gasta mais de R$ 3,1 milhões por ano com lixo gerado pelos seus 24.128 habitantes. Em um ano, toda a população aprazivelense gera mais 3120 toneladas de lixo.  A prefeitura paga R$ 140,91 a uma empresa para coleta e destinação correta do lixo e varrição de ruas.

Desde 2011 a coleta de lixo é terceirizada. Na época, somente o serviço de coleta de lixo, varrição de ruas e locação de caçambas custava R$ 1.272.000,00. Além da coleta, hoje, as prefeituras tem que se preocupar com a destinação correta dos resíduos sólidos. Em 2013, o aterro sanitário da prefeitura foi desativado. Com a desativação do aterro, a prefeitura terceirizou a destinação correta do lixo e o custo para limpeza da cidade passou de R$ 1,2 millhão para 3,1 milhões por ano.

Somente para transportar o lixo até o antigo aterro, levar este lixo até o aterro da empresa em Onda Verde e depois dar destinação correta, a Prefeitura gasta R$ 1,3 milhão.

O custo para se criar um aterro sanitário autorizado pelos órgãos ambientais não é barato. Primeiro a prefeitura tem que comprar uma área.

Corretores de imóveis consultados pela reportagem afirmam que o alqueire de terra distante até 10 quilômetros de Monte Aprazível custa em média R$ 80 mil. Para se implantar um aterro, seria necessária uma área de no mínimo 5 alqueires, o que custaria a prefeitura cerca de 400 mil reais.

Segundo o Daniel Horle, engenheiro ambiental da ARBÓREO CONSULTORIA, de São Paulo,  afirma que para se ter uma licença para operação de um aterro, são necessárias diversos estudos e o custo pode chegar a 1 milhão de reais.

São necessários para elaboração do projeto engenheiros florestais, ambientais, biólogos, equipe de projetos e até arqueólogos.  Além de todo o custo financeiro, o licenciamento de uma área para aterro sanitário é longo. Segundo Daniel, uma licença de operação pode demorar até 6 anos para ser liberada.  Ainda de acordo com Daniel Horle, depois que o aterro tem a licença de funcionamento, é necessário um monitoramento da área.

O engenheiro afirma que este monitoramento é necessário para avaliar se o aterro está causando danos ambientais após a sua instalação. Uma resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente afirma que um aterro sanitário tem que ter no mínimo 15 anos de via útil. Em 2013, quando o aterro de Monte Aprazível teve sua capacidade de receber lixo atingida, a Prefeitura tentou comprar uma área ao lado e licenciá-la.

Cristiano Mateus, gerente da CETESB de Votuporanga explicou que a cidade gera hoje mais de 10 toneladas de lixo por dia e aterros de vala não são autorizados pela agência. Uma das saídas para começar a diminuir o custo do lixo é a educação ambiental de um lado e a reciclagem de outro. É o que aponta o engenheiro Florestal Daniel Horle.

A assessoria de meio ambiente não soube informar quanto lixo na cidade que pode ser reciclado é retirado duas ruas pelos catadores de reciclados.

Marcos Roberto
01/11/2017 – 11h58

Desaparecida

Família procura jovem que viajou para Itapagipe

Kelly Cadamuro sumiu após dar carona para um rapaz que pediu carona perto da Praça Cívica em Rio Preto.

Reprodução / Facebook

Kelly Cadamuro desapareceu na noite de quarta-feira, dia 1°, após dar carona a um rapaz

Kelly Cadamuro desapareceu na noite de quarta-feira, dia 1°, após dar carona a um rapaz

A polícia da região está mobilizada à procura da vendedora Kelly Cadamuro, 22 anos, que está desaparecida desde o início da noite de quarta-feira, dia 1º. A jovem sumiu quando estava em viagem de Rio Preto para Itapagipe (MG). O carro dela foi encontrado depenado na manhã desta quinta-feira, dia 2, entre as cidades de Mirassol e Mirassolândia. 

O cunhado de Kelly, Damilo Albertone Ribeiro, afirma que a jovem participa de um grupo de WhatsApp, para dar caronas às pessoas que viajam de Rio Preto a Itapagipe. Kelly sempre vai para cidade mineira, onde mora seu namorado.

"Minha cunhada deu carona para uma pessoa do grupo. Era um rapaz que se identificou como João. Ela nos contou que iria pegar este rapaz que pediu carona, lá perto da Praça Cívica e seguiu viagem. O último contato foi quando ela estava perto de Nova Granada, às 19h. Ela estava em um posto abastecendo, depois nunca mais", disse Damilo.

O que mais preocupa a família é que o celular de Kelly está desligado desde às 20h e ninguém ter informações sobre o homem que pegou carona.

A única pista que a família tem são as imagens gravadas pelo circuito interno de um pedágio de Nova Granada. As policias rodoviárias estadual e federal estão fazendo buscas pela jovem. 

Ex-prefeito Maurinho diz que tentou regularizar aterro

Na edição última quarta-feira (25) do Jornal Nossa Gente, a reportagem da Difusora Aparecida questionou o vereador Gilberto dos Santos (PDT) sobre a situação da coleta do lixo em Monte Aprazível e sua destinação. Hoje a coleta é feita pela Constroeste. O lixo coletado e levado até  uma área entre Engenheiro Balduíno e Monte Aprazível, onde funcionou o aterro sanitário da cidade.

Durante a entrevista, o repórter Marcos Roberto afirmou que as administrações municipais empurram o problema com a barriga e não compram uma área para iniciar a legalização de um aterro sanitário. A legalização é burocrática,  demorada e cara e talvez por isso, o problema tenha ficado de lado.

Na edição do dia 21/10, o jornal A Voz Regional afirmou a Prefeitura gasta milhões de reais com a coleta e destinação do lixo na cidade. Somente com o transbordo e destinação correta do lixo, a Prefeitura gasta mais de R$ 2 milhões  com serviço.

A prefeitura emitiu nota sobre o caso (leia abaixo) e disse que a administração fez somente um aditamento no contrato com a empresa até hoje.

Não é de hoje que se cobra a compra de uma área para destinação correta de lixo.

Hoje, Monte Aprazível gera mais de 10 toneladas de lixo por dia, o que impediria a implantação de um aterro sanitário de valas, mais simples e de fácil licenciamento.

O ex-prefeito Mauro Pascoalão esteve na edição desta sexta-feira do Jornal Nossa Gente e disse que em sua gestão, tentou regularizar a área do antigo aterro, mas, a CETESB não autorizou nos moldes que ele queria na época.

O gerente da CETESB de Votuporanga, Cristiano Mateus, disse que o aterro sanitário que o ex-prefeito Maurinho queria implantar na cidade não é autorizado pelo órgão, pois Monte Aprazível gera mais de 10 toneladas de lixo por dia. Para a cidade criar um aterro, seria necessário o licenciamento de uma área que pudesse ser usada por no mínimo 15 anos.

Na segunda-feira (30), estaremos levando ao ar toda a entrevista feita com o gerente da CETESB de Votuporanga.

Marcos Roberto
27/10/2017 – 12h37

Pressão de aliados faz Montoro dispensar Nelson Avelar

O prefeito de Monte Aprazível, Dr Montoro (PSD), deve dispensar ainda hoje seu assessor de Planejamento, Nelson Avelar. Anunciado como assessor  há 15 dias, ele ainda não foi nomeado, através de portaria. Desde sua nomeação, o prefeito tem sido pressionado por aliados políticos e vereadores para dispensá-lo.

Na manhã desta segunda-feira, (23), o prefeito se reuniu com o vereador Donaldo Paiola (PSDB). Segundo Donaldo, que também é advogado, o prefeito ouviu seus conselhos e deverá dispensar o assessor ainda hoje.

Outros vereadores se posicionaram contra a contratação de Avelar, tanto pessoalmente quanto na tribuna da câmara. Nelson, que já foi assessor de Wanderley Sant’Anna,  tem condenações judiciais em segunda instância.

Nesta segunda-feira, o vereador Ailto Faria (PV), protocolou na Prefeitura ofício pedindo que o prefeito dispense Avelar.

O vereador ponderou que o prefeito não usou de má fé. Ele, foi induzido a anunciar a nomeação, sem ter o conhecimento das implicações legais do ato.

No dia da posse, em primeiro de janeiro, Montoro tentou nomear Nelson Avelar, mas ele foi pressionado por aliados e voltou na decisão.

A reportagem da Difusora Aparecida tentou falar tanto com Montoro quanto com Avelar mas ambos não atenderam nossas ligações.

Marcos Roberto
23/10/2017 – 12h38

31/10/2017 - 17h03min / Atualizado 31/10/2017 - 19h27min

Rio Preto

Criança morre após passar mal em escola

Menino estaria fazendo atividade física na quadra de esportes quando ocorreu o acidente.

Reprodução

Thauan Fernandes dos Santos, de 11 anos, chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu

Thauan Fernandes dos Santos, de 11 anos, chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu

Um aluno de onze anos morreu na tarde desta terça-feira, 31, durante uma atividade na quadra de esportes da escola municipal Professora Regina Mallouk, no bairro Santa Clara, em Rio Preto. O menino chegou a ser levado para o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), onde morreu.

O estudante estaria fazendo atividade física na quadra quando sofreu um desmaio. O aluno foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao pronto-socorro do HCM.

O acidente foi confirmado pela Secretaria de Educação, que enviou à escola supervisores para apurar as causas do acidente. A prefeitura ainda não soube informar as circunstâncias do desmaio.

A Secretaria Municipal de Educação comunica o falecimento do estudante Thauan Fernandes dos Santos, nascido em 14 de março de 2006, aluno no 5º da Escola Municipal Regina Malouk, ocorrida no início da tarde desta terça-feira, dia 31 de outubro.

Durante uma atividade escolar, o referido estudante apresentou um quadro de desmaio, sendo prontamente atendido por professores e funcionários da unidade escolar, com procedimentos de primeiros socorros. Uma ambulância do SAMU foi acionada e encaminhou o aluno para o Hospital da Criança, anexo ao HB, onde foi constatada sua morte.

A direção da escola adotou todos os procedimentos exigidos para o caso.

A Secretaria de Educação abriu procedimento para a apuração dos fatos e aguarda que os laudos do Instituto Médico Legal e a investigação a ser feita pelo inquérito da Polícia Civil possam esclarecer as circunstâncias da morte do aluno.

A Secretaria de Educação também se solidariza à dor da família pela perda e se coloca à disposição para todos os esclarecimentos necessários.

Deputados estaduais esquecem de Monte Aprazível

O Governo de São Paulo divulgou a lista das emendas liberadas para cidades através dos deputados. As emendas são do orçamento de 2017.

Deputados que base eleitoral da região e que tiveram votos na eleição passada em Monte Aprazível não colocaram a cidade entre as que poderiam ser contempladas. Cada deputado tem direito a mais de R$ 1,5 milhão em emendas.

Os campeões de votos em Monte Aprazível na eleição passada não destinaram nenhum centavo para a cidade.

Na sessão desta terça-feira (17), o vereador Gilberto dos Santos repercutiu a lista e disse para a população lembrar deste nomes no ano que vem, onde eles voltarão para pedir votos.

João Paulo Rillo (PT)              1491 votos
Itamar Borges (PMDB)          803 votos
Vaz de Lima (PSDB)               798 votos
Carlão Pignatari (PSDB)       638 votos
Aldo de Marchi (DEM)          476 votos
Davi Zaia (PPS)                       415 votos
Orlando Bolçone (PSB)         363  votos

Click no link abaixo e veja quais cidades foram beneficiadas com emendas dos deputados estaduais.
Veja também a votação dos deputados estaduais e federais na eleição de 2014.

Convênios Repassados aos Municípios de SP – 2017
deputados federais – monte aprazivel
deputados estaduais – monte aprazivel

Caminhada em novembro vai conscientizar população sobre o câncer infantil

Acontecerá no dia 26 de novembro, à partir das 8h30, pela primeira vez em Monte Aprazível, a Caminhada Passos que Salvam. Segundo Luciana Quarezemin, coordenadora da caminhada na cidade, o objetivo do evento é conscientizar a população sobre a prevenção do câncer infantil.

A caminhada sairá do antigo Espaço Varanda (antigo Clube do 15) e irá até o Iate Clube. O kit de inscrição (com camiseta, boné e mochila) para a caminhada custa R$ 35 e pode ser adquirido na A Paulistana Confecções (do Jabá).

Nesta segunda-feira (16) às 14 horas, a coordenadora nacional campanha Naíma Catibe estará proferindo uma palestra a população sobre a caminhada. A palestra acontecerá no Centro Cultural Ana Maria Berardo.

Marcos Roberto
10/10/2017 – 12h12

Ninguém aqui tem mais experiência que ele”, diz prefeito sobre Avellar

O prefeito de Monte Aprazível Dr. Montoro (PSD) disse nesta segunda-feira (09) que não existe pessoa mais capacitada na cidade, que Nelson Avellar,  para gerir a parte administrativa da prefeitura.

Uma semana após nomear seu novo assessor de Planejamento, o prefeito disse que Wanderley Sant’Anna foi o melhor prefeito da cidade e por isso, está usando Avellar para ajudá-lo na administração.

“Ele fez um bom trabalho no passado e tem um conhecimento profundo da estrutura da prefeitura. Conhecemos Monte Aprazível antes e depois do Wanderley. Ele (Nelson Avellar) é a pessoa que mais tem conhecimento na parte de pessoal de Monte Aprazível”, disse prefeito.

Dr Montoro disse ainda que está em Brasília em busca de recursos e deve anunciar no novo assessor de Saúde na quarta-feira quando voltar de viagem.

O prefeito disse também que está buscando recursos para cidade, como uma verba de R$ 200 mil conquistados através do deputado Silval Malheiros (PODEMOS). A verba deverá ir para a Santa Casa.

Marcos Roberto
09/10/2017 – 12h11

Orçamento para 2018 será 5% maior que o deste ano

O  prefeito de Monte Aprazível Dr Montoro (PSD) enviou para Câmara projeto de lei do orçamento para 2018.

Apesar do orçamento para o ano que vem ter 5,05% de aumento em relação ao deste ano, algumas áreas tiveram cortes de até 400%.

O saneamento que em 2017 teve um orçamento de R$ 40 mil, no ano que vem terá R$ 10 mil, queda de 400%.

Desporto e Lazer teve um corte de 9,48% e a Cultura teve corte de 17,47%.

Setores considerados básicos e primordiais na administração como educação e saúde tiveram aumento de 12,54% e 2,11% respectivamente.

No projeto de lei o Prefeito pede ainda autorização para remanejar até 20% do orçamento com decreto, sem autorização da Câmara. Este trecho sempre é rejeitado por todas as legislaturas. Os

vereadores, neste trecho, colocam 5% de remanejamento através de decreto.

2017 2018 Percentual Em R$
Educação 18.771.500,00 21.463.000,00 12,54% 2.691.500,00
Saúde 13.487.100,00 13.779.000,00 2,11% 291.900,00
Urbanismo 8.098.000,00 7.891.000,00 2,62% -207.000,00
Administração 5.985.200,00 5.502.640,00 -8,76% -482.560,00
Encargos Especiais 2.373.000,00 3.284.000,00 27,75% 911.000,00
Assistência Social 2.850.500,00 3.023.860,00 5,73% 173.360,00
Legislativa (Câmara) 2.676.700,00 2.750.000,00 2,66% 73.300,00
Previdência Social 1.800.000,00 2.000.000,00 11,11% 200.000,00
Desporto e Lazer 948.500,00 886.300,00 -9,48% -62.200,00
Cultura 1.020.500,00 868.700,00 -17,47% -151.800,00
Transporte 822.000,00 563.000,00 -46% -259.000,00
Agricultura 235.000,00 265.000,00 11,32% 30.000,00
Gestão Ambiental 192.000,00 213.500,00 10,07% 21.500,00
Reserva de Contingência 100.000,00 50.000,00 -100% -50.000,00
Saneamento 40.000,00 10.000,00 -400% -30.000,00
Total do Orçamento 59.400.000,00 62.550.000,00 5,05% 3.150.000,00

Marcos Roberto
09/10/2017 – 10h05

Nelson Avellar assume planejamento com missão de resolver a gestão da Prefeitura

O novo assessor de Planejamento da Prefeitura de Monte Aprazível, Nelson Avellar concedeu entrevista nesta quarta-feira (04) à Difusora Aparecida. Ele disse que o prefeito Nelson Montoro (PSD) estava sem chefe de gabinete, assessor de finanças e assessor de planejamento. ” E isso estava sobrecarregando o prefeito”, salienta Avellar.

Quando Avelar era chefe de gabinete do ex-prefeito Wanderley Sant’Anna (PTB), ele tinha liberdade para tomar algumas decisões. Nelson Avelar disse que ainda não conversou com o prefeito, poie ele está em Brasília em busca de recursos e eles devem conversar nesta sexta-feira.

“Com Dr. Montoro, vamos conversar e saberei até onde eu posso ir”, disse Avellar.

Marcos Roberto
05/10/2017

Capotamento deixa quatro pessoas feridas em Monte Aprazível

Vítimas foram resgatadas para um hospital da cidade e passam bem. Motivo do acidente é desconhecido.

Por G1 Rio Preto e Araçatuba

Acidente deixou três pessoas com ferimentos leves e uma em estado grave em Monte Aprazível (Foto: Arquivo pessoal)

Acidente deixou três pessoas com ferimentos leves e uma em estado grave em Monte Aprazível (Foto: Arquivo pessoal)

De acordo com a Polícia Rodoviária de Votuporanga (SP), que atendeu a ocorrência, uma das vítimas perdeu o controle da direção e capotou.

Três pessoas ficaram levemente feridas e uma em estado grave. Ainda segundo a polícia, as vítimas foram socorridas e levadas para o pronto-socorro de Monte Aprazível.

Monte Aprazível SP 30-09-2017
Tiago Padua

ENGENHEIRO BALDUINO PONTO DE ÔNIBUS

Moradores e trabalhadores de engenheiro balduino reclamaram nessa semanaque em época de chuva tem de ficarem esperando ônibus no meio da chuva

 

Verificamos nas proposituras aprovadas da Câmara Municipal de monte aprazível e confirmamos que há muito tempo os trabalhadores de engenheiro balduino aguardam a simples construção de um ponto e ônibus decente

Pedimos humildemente à administração atual de Monte Aprazível que tome providência à algo tão simples (CONSTRUÇÃO DE UM PONTO DE ÔNIBUS) que trará satisfação, melhor acessibilidade e eficiência aos moradores e trabalhadores de Engenheiro Balduino

Sábado, 30.09.17 às 10:28

Ministério Público entra na discussão sobre criança com artista nu

Agência Estado

foto: Reprodução/internet

O Ministério Público do Estado de São Paulo abriu nesta sexta, 29, inquérito civil para apurar denúncias envolvendo o 35.º Panorama da Arte Brasileira, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). A polêmica foi criada nas redes sociais por causa uma performance artística realizada na abertura do Panorama, na terça, 26, em que uma menina, acompanhada pela mãe, tocou os pés de um artista nu que estava imóvel e deitado no chão. 

Segundo as denúncias, o museu “estaria expondo crianças e adolescentes a conteúdo impróprio, uma vez que um homem estaria pousando totalmente sem roupa e o público seria convidado a tocá-lo, inclusive crianças”.

De acordo com texto publicado nesta sexta, 29, no site do MPSP, o promotor de Justiça Eduardo Dias, que atua na Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude (Setor de Defesa dos Interesses Difusos e Coletivos), "solicitou que o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça elabore parecer sobre a classificação indicativa. Ao MAM, solicita informações sobre a referida mostra e pede esclarecimentos sobre o critério de classificação etária.”

Sexta-feira, 29.09.17 às 11:57

Criança de 9 anos morre na UPA Norte

Marco Antonio dos Santos

Foto; Reprodução Internet

David

David Godoi Silva vai ser enterrado na manhã deste sábado no cemitério de São João Batista. (Foto: Reprodução Internet)

A polícia vai abrir inquérito para investigar a morte de  um menino de nove anos que  morreu na noite de quinta-feira, 28, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte. O caso foi registrado em um boletim de ocorrência de morte suspeita sem causa aparente. A família suspeita de negligência médica, porque desde a semana passada o menino passa por atendimento sem que fosse corretamente diagnosticado.
Segundo boletim de ocorrência, a criança chegou às 19h30 na UPA Zona Norte com dor abdominal intensa e dor anal, sem sangramento, com dilatação. Durante atendimento, o estado de saúde do menino piorou até que ele teve uma parada cariorespiratória e morreu.
A mãe do menino diz que ele começou a se queixar na semana passada de dor na região das nádegas e pernas. No dia 21, ela levou a criança até a Upa da Vila Toninho.
"A médica disse que meu filho estava com dor no nervo ciático. Receitou dois medicamento, dizendo que era para retornar se o problema persistisse. Ela até recomendou que eu procurasse um ortopedista", relata a mãe.
O pai do menino afirma que o menino até chegou a melhorar de saúde no dia 21, mas, nos dias seguintes, o menino voltou a reclamar novamente de dores.
Preocupada, a mãe foi procurar assistência médica na Upa Norte e diz que passou por atendimento diário de 25 a 28 de setembro, mas mesmo assim as dores do menino persistiam.
Os problemas de saúde da criança se agravaram na noite de quinta-feira, dia 28, quando a mãe retornou à unidade em busca de ajuda. O menino morreu às 21h30, duas horas depois do primeiro atendimento.
A familia agora cobra que seja aberta investigação sobre o caso para apurar qual a causa da morte do menino.

Outro lado

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde confirmou que o menino chegou  na UPA Região Norte, às 19h53  no dia 28 de setembro às 19h53, com história de dor abdominal intensa, iniciada naquele dia, e já apresentando sinais de choque hipovolêmico e abdome agudo, evoluindo rapidamente com parada cardiopulmonar. Foram realizadas manobras de ressuscitação cardiopulmonar por mais de uma hora consecutiva, sem sucesso. As causas do óbito serão constatadas pelo Instituto Médico Legal (IML). Será aberta uma sindicância para apurar o caso.

Quinta-feira, 28.09.17 às 10:46

Adolescente morre após passar mal na escola

Reprodução/Facebook

Livia Marchiori, morta em Fernandópolis por embolia pulmonar

Jovem passou mal durante a aula e tentou ser reanimada, mas não resistiu e morreu

Uma adolescente de 13 anos morreu após passar mal na sala de aula, na manhã da quarta-feira, 27, na Escola Estadual Armelindo Ferrari, no bairro Coester, em Fernandópolis.

Segundo informações, Lívia Carla Garisto Marchiori, estudante do 8º ano do Ensino Fundamental, passou mal por volta das 9h30.  

Após o mal súbito, a adolescente foi inicialmente socorrida por um bombeiro e um estagiário de Educação Física, que estavam no local e perceberam que a jovem apresentava sinais de parada cardíaca.

Com o auxílio de um professor e um inspetor, a dupla, imediatamente, iniciou os procedimentos necessários e conseguiu reanimar a adolescente, enquanto aguardava a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Lívia foi encaminhada à Santa Casa da cidade pelas equipes e durante o trajeto, teria apresentado novamente sinais de uma nova parada cardíaca. 

Ao chegar no pronto socorro da Santa Casa, a jovem não resistiu e morreu. O Diário apurou que a jovem teria sofrido uma embolia pulmonar. As causas não foram esclarecidas.

Em nota, a Secretaria de Educação do Estado e a escola lamentaram o ocorrido e confirmaram que o bombeiro, um estagiário de Educação Física, um professor e um inspetor auxiliaram nos procedimentos para tentar reanimar a jovem. A nota afirma ainda que as aulas não foram suspensas.

(Colaborou Arthur Avila)

Eu não posso ser conivente com as decisões que estão sendo tomadas e ficar de braços cruzados

O vice-prefeito de Monte Aprazível  Marcio Miguel (PP) concedeu entrevista à Difusora Aparecida e falou do seu rompimento com o prefeito Dr. Montoro (PSD). Marcio falou que não se apega ao cargo e vai continuar a trabalhar pela cidade.

“Quem me conhece sabe da minha índole. Estou aqui abertamente para fazer minha “mea culpa”, pois faço parte disso. Eu tinha que dar esta satisfação a população”, disse Marcio.

Marcio disse que a Família 55, que elegeu ele e Montoro, acabou.

O vice-prefeito disse que Montoro tem tempo para mudar e melhorar, só que para isso tem que ter “posição e controle da situação e não depender de funcionários e cumpri as decisões que foram propostas. Até agora, não houve cumprimento de nada. Eu não posso concordar e ser conivente com as decisões que estão sendo tomadas e ficar de braços cruzados”, destacou

Marcos Roberto
28/09/2017 – 12h48

Nesse final de semana na corrida em poloni
Na 3 Etapa de motocross Copa noroeste Paulista
Piloto Leonardo brentan manteve-se a invisibilidade na MX 2 e na MXGOLD que correu em 1 lugar na duas baterias saindo de holleshot
com muita confianca na sua moto e na sua Equipe depois de 2 meses sem andar
Ele teve privilégio de ver FERNANDO PICERNE da CBM ver LEO #9 fazer grande tocada com sua moto

Segunda-feira, 25.09.17 às 12:46

Jovem morre após monitor de hospital cair sobre sua cabeça

Reprodução/Facebook

Beatriz Cardoso, morta após monitor cair sobre seu corpo na Santa Casa de Barretos

Beatriz era estudante de Odontologia e havia sido internada após cair de cavalo no sábado, 16.

Morreu na noite do domingo, 24, a jovem Beatriz Pires Cardoso, 19 anos, que estava em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Barretos após o monitor que verificava seus batimentos cardíacos cair sobre sua cabeça, atingindo uma área do corpo que havia passado por cirurgia, na segunda-feira, 18.

Leia também: Monitor cai sobre a cabeça de paciente operada

Beatriz estava internada desde o sábado, 16, após cair de cavalo e sofrer traumatismo craniano. A jovem passou por cirurgia na madrugada do domingo, 17, e estava se recuperando na UTI do hospital quando ocorreu o acidente.

O motivo da queda do aparelho ainda não foi esclarecido. À polícia, a família informou que participou de uma reunião com a diretoria da Santa Casa. O hospital teria se comprometido a arcar com as despesas da internação e permanência da vítima no hospital.

Em nota, a Santa Casa de Misericórdia de Barretos informou que teria se reunido com os familiares da paciente. Após a morte de Beatriz, a assessoria do hospital confirmou o óbito da paciente por traumatismo craniano e não se pronunciou sobre o caso.

Beatriz era moradora de Barretos e estudante de Odontologia. Nas redes sociais, amigos e familiares prestaram suas homenagens à jovem, que deixa os pais e o namorado.

(Colaborou Arthur Avila)

Todo mundo no rio

Ações conjuntas entre órgãos públicos e escolas celebram o dia do Rio Tietê em Monte Aprazível


Final de semana de muito calor e para parte da população, para não falar a grande maioria, o desejo é se refrescar, indo para beira do rio e aproveitar as belezas da natureza. Para um grupo de jovens e adolescentes da Escola Feliciano Sales Cunha e da Etec Padre José Nunes Dias, a sexta-feira começou desta forma, ao lado do rio, na presença de amigos, se divertindo, mas com a missão de trabalhar em prol ao meio ambiente.

Nesta sexta-feira, dia 22, a aula sobre meio ambiente saiu da carteira escolar para ganhar cores e vida, também gerar vida, em meio á natureza. Para celebrar o dia do Rio Tietê, comemorado nesta sexta, uma ação conjunta entre Prefeitura de Monte Aprazível, por meio das assessorias de meio ambiente, agricultura e educação, SABESP, e ETEC José Padre Nunes Dias.

Entre as atividades da comemoração, foram plantadas diversas mudas de árvores nativas ao lado do Rio São José dos Dourados, um dos afluentes do Rio Tietê e um dos principais rios da nossa região. O São José tem 334 km de extensão e corta o noroeste paulista, abastecendo municípios e hidrelétricas da região.

Além do plantio de diversas espécies de árvores, ação feita também em comemoração ao dia da árvore celebrado nessa quinta, dia 21, os organizadores realizaram a soltura de 500 alevinos de Tambacu. A soltura foi realizada no trecho do Rio São José nas proximidades do Bairro das Duas Pontes, entre Monte Aprazível e Poloni.

As assessorias de Meio Ambiente e Agricultura, representadas por Paulo Trombim e Marlon Baldin respectivamente e alunos da Sabesp, também realizaram a limpeza das margens Rio São José. “Aproveitamos para retirar plásticos, garrafas pet, e outros materiais que poluem o rio que são deixados por alguns pescadores que frequentam o local e não recolhem, prejudicando a preservação do rio e da mata em volta”, afirma Paulo Trombim.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, esteve na ação e destacou a preservação do meio ambiente e o empenho de todos para os trabalhos ambientais no município. “Todos estão de parabéns por participarem desta iniciativa e contribuir para preservação de um dos rios mais importantes do noroeste paulista”, afirma ele.

“Importante trazer os nossos adolescentes para uma atividade como esta. Eles como futuros cidadãos, já estão tendo a consciência da preservação ambiental e contribuindo para o desenvolvimento do meio ambiente”, afirma Montoro.

O representante da Sabesp em Monte Aprazível, Donizeti Zioli, também fez um balanço positivo da atividade desta sexta-feira no Rio São José. “Queria agradecer a todos pela presença e pedir a colaboração para que todos nos ajudem na manutenção dos nossos rios, das nossas árvores, do nosso ambiente, pois só temos a ganhar com este trabalho.”

Quinta-feira, 21.09.17 às 14:09

Fim do horário de verão: governo tem um mês para decidir se acaba ou não

Agência Estado

foto: Pixabay

Horário de Verão

 

Existe a possibilidade de não existir mais o Horário de Verão

A continuidade da aplicação do horário de verão será uma decisão da Presidência da República. Após a conclusão de estudos que mostram que o horário de verão não proporciona economia de energia, o Ministério de Minas e Energia (MME) decidiu encaminhar a questão para instâncias superiores.

Prevendo polêmica, já que o assunto divide opiniões e tem amantes e detratores, o governo estuda fazer uma enquete nas redes sociais para deliberar sobre o assunto. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, evitou dar um posicionamento prévio. O presidente Michel Temer é quem vai bater o martelo sobre a questão, segundo apurou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. Se vigorar neste ano, o horário de verão começa em 15 de outubro e termina em 17 de fevereiro.

"Tendo em vista as mudanças no perfil e na composição da carga que vêm sendo observadas nos últimos anos, os resultados dos estudos convergiram para a constatação de que a adoção desta política pública atualmente traz resultados próximos à neutralidade para o consumidor brasileiro de energia elétrica, tanto em relação à economia de energia, quanto para a redução da demanda máxima do sistema", informou o MME.

"Desta forma, o MME encaminhará o assunto à Casa Civil para avaliação da pertinência da manutenção do horário brasileiro de verão como política pública nos próximos anos, considerando a influência nos demais setores da sociedade", acrescentou o ministério.

A conclusão dos estudos sobre a aplicação do horário de verão já havia sido informada pelo Broadcast em junho. Na época, o MME já havia constatado que a mudança nos hábitos do consumidor e o avanço da tecnologia tornaram inócua a economia de energia que o horário de verão proporcionava no passado. Autoridades do setor elétrico atribuíram sua manutenção a "questões culturais".

Relógio - Horário de Verão - 20022016

Acaba o horário de verão hoje. À meia-noite, atrase seu relógio em uma hora

De acordo com esses estudos, não é mais a incidência de luz natural que influencia os hábitos do consumidor, mas, sim, a temperatura. A popularização dos aparelhos de ar-condicionado é uma das principais razões dessa mudança.

Como o calor é mais intenso no fim da manhã e início da tarde, os picos de consumo são registrados atualmente nesse período. De acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o horário de ponta ocorre entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h.

No passado, o horário de maior consumo de energia era registrado entre 17h e 20h, quando os trabalhadores retornavam para casa e tomavam banho. Para dar mais folga e segurança ao sistema, adiantar os relógios em uma hora permitia, por exemplo, adiar o acionamento da iluminação pública nas ruas. Isso deslocava parte da demanda e diminuía a concentração do uso de energia, reduzindo custos do sistema elétrico.

Em 2016, de acordo com dados do MME, o horário de verão durou 126 dias e gerou uma economia de R$ 159,5 milhões ao sistema. O custo é considerado irrelevante para o setor. A primeira vez que o País o adotou foi em 1931. Desde 1985, ele foi aplicado todos os anos.

Nos países desenvolvidos, o horário de verão é mais extenso do que no Brasil. Na Europa, vigora de março a outubro; nos Estados Unidos, México e Canadá, de março a novembro; na Austrália, de outubro a abril; na Nova Zelândia, de setembro a abril.

 

Viva o verde

Alunos da rede municipal plantam árvores em área de reflorestamento e em creche de Monte Aprazível

Os alunos da rede municipal de ensino de Monte Aprazível participaram de uma manhã diferente, porém importante, nesta quinta-feira, dia 21. Os pequenos foram os responsáveis pelo grande gesto importante de arborizar o município em que vivem, contribuindo para a preservação ambiental e melhoria do planeta.

Uma iniciativa das assessorias de Meio Ambiente, Agricultura e Educação de Monte Aprazível celebrou o dia da árvore, comemorado 21 de setembro, incentivou o plantio e cuidados com as árvores no município. O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, esteve na atividade, acompanhado pela primeira dama do município Rita Neire Montoro.

“Importante ensinar as crianças desde os primeiros anos a importância da árvore para a vida humana e preservação do nosso planeta. O plantio de uma árvore gera inúmeros benefícios para população, além de embelezar nossa cidade” afirma Nelson Montoro.

Cerca de 20 árvores foram plantadas em uma área de reflorestamento no bairro Felice Manzoli, ao lado da quadra do bairro. Segundo o assessor de Meio Ambiente do município, Paulo Trombim, foram plantadas espécies nativas na área que deverá receber novas plantas nos próximos dias. “Hoje para comemorar a data nós tivemos esta etapa inicial, mas nas próximas semanas vamos reflorestar toda área”, comenta Trombim. Ainda de acordo com o assessor serão aproximadamente 200 árvores no local.

Ainda na manhã desta quinta, alunos da creche Fernanda Landim Poloto, no bairro Cristo Rei, os alunos realizaram o plantio de árvores frutíferas ao redor do prédio escolar. As mudas foram doadas pelo viveiro municipal e também pelo próprio Departamento de Educação, no viveiro organizado pelo funcionário Antonio, o “Tonhão”.

“Aproveitamos a data e além de ensinar na prática a importância das árvores para o meio ambiente e para a preservação do planeta, nós iniciamos a arborização da creche que não tinha nenhuma árvore próxima, ficava sem sombra pras crianças, ou seja, só teremos benefícios com este plantio,” comenta Pedro Poloto.

Ainda nas comemorações do Dia Mundial da Árvore, as assessorias de Meio Ambiente, Agricultura e Educação, realizam amanhã, sexta-feira dia 22, uma visita e trabalhos de meio ambiente na zona rural de Monte Aprazível, nas proximidades do bairro das Duas Pontes.

O viveiro municipal funciona no Departamento Agrícola e é aberto ao público para a retirada de mudas nativas de graça.



 

Agora sim

Prefeitura canaliza água de bebedouro da Praça São João


 

A Prefeitura de Monte Aprazível realizou na manhã desta quinta-feira, dia 21, a canalização de escoamento da água do bebedouro da Praça São João, entre a Câmara Municipal e a Escola Feliciano Sales Cunha, no centro da cidade. Construído na administração anterior, o bebedouro não tinha o encanamento de escoamento de forma correta, sendo despejado em um buraco, do lado de dentro da Escola Feliciano Sales Cunha.

Segundo Julio Cesar, responsável pela empresa contratada para a obra, este serviço necessitava ser realizado, pois a água que caía do bebedouro não tinha destinação correta. “Agora nós fizemos o encanamento que vai jogar a água dos bebedouros para o esgoto da escola e vai para a rua. Agora está do jeito certo e não vai gerar mais problemas do escoamento de água”, afirma Julio Cesar.

 

EXCLUSIVO: Governo do Estado vai reabrir Cadeia Pública de Monte Aprazível

O governo do Estado de São Paulo, por meio da secretaria de Segurança Pública vai reabrir a cadeia pública de Monte Aprazível.

A informação foi confirmada pela Delegada Seccional Assistente de Rio Preto Luciana Carmo Mancini.

Além da reabertura da delegacia, que será somente para passagem de presos, o governo do Estado deverá investir mais de R$ 1,5 milhão de reais na obra, que também contempla a construção de um anexo para Delegacia de Defesa da Mulher, que hoje funciona em uma sala da delegacia.

A cadeia, que foi desativada em 2012, chegou a abrigar durante anos mais de 70 presos.

Luis Henrique Vergílio, presidente da OAB, subseção de Monte Aprazível disse que a reabertura da cadeia pública irá facilitar o trabalho dos advogados da cidade.

A cadeia pública de Monte Aprazível, tem 10 celas .

O presidente da OAB afirma que quando a cadeia de monte Aprazível funcionava, ela oferecida melhores condições que muitas cadeias do Brasil.

Morando a mais de trinta anos  próxima a Delegacia, a fisioterapeuta Carolina de Almeida ficou surpresa com a reabertura da cadeia.

Ela afirma que fato da delegacia estar fechada a noite e nos finais de semana gera mais insegurança do que o fato de ao lado de sua casa ter uma cadeia em funcionamento.

Um funcionário da Delegacia de Monte Aprazível, que pediu para não ser identificado disse a reportagem que a reabertura será benéfica até para os funcionários da unidade.

Ele disse que trabalha de sobre-aviso aos finais de semana e a noite e em muitas vezes, chegava em casa do trabalho e tinha que levar presos para cadeias da região.

A Secretaria de Segurança Pública deve publicar edital de licitação para reformar a cadeia até o final deste mês.

A obra deve custar R$ 1,5 milhão de reais e deve durar dez meses.

A delegada Seccional Assistente Luciana Carmo Mancini não soube informar se haverá a contratação de mais funcionários para a cadeia que vai reabrir.

Marcos Roberto 

Homem tenta matar comerciante pelas costas com faca de pesca

A cobrança de uma dívida de aluguel quase provocou a morte de um comerciante. O crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (20) em um bar da rua José de Andrade Junqueira, na Vila Araújo em Monte Aprazível.

De acordo com os PMs Evaristo e Edvaldo, que atenderam a ocorrência, o comerciante teria ido cobrar seu inquilino por volta das 10 horas. Thiago da Silva Moraes de 29 anos voltou horas depois até o bar.

O comerciante que estava de costas, assistindo TV, não teve tempo de se defender e foi golpeado nas costas de cima para baixo. Thiago tentou ainda dar mais golpes na vítima. A faca media aproximadamente 30 cm, com lâmina parte inferior e serra na superior.

O rapaz fugiu e a esposa da vítima tentou socorrê-lo. A PM foi acionada e começou fazer buscas pelo bairro.

Antes de conseguir fugir, algumas pessoas que estavam no bar tentaram linchar Thiago.

Testemunhas disseram que viram o indivíduo correndo para o cemitério.

Os PMs encontram o autor das facadas escondido no banheiro do cemitério.

Ele foi preso em flagrante, passou por audiência de custódia e foi levado para a cadeia de Catanduva.

O comerciante foi socorrido pelo SAMU e levado para a Santa Casa de Monte Aprazível e encaminhado para o Hospital de Base de Rio Preto. A família informou que seu quadro de saúde é estável e que ele já está no quarto.

Marcos Roberto

Ex-vereador começa a cumprir pena por compra de votos

O ex-vereador Gilmar Francisco de Moraes, o Gilmar da Funerária começou a cumprir na última sexta-feira (15) pena em regime semi aberto  após expedição de mandado de prisão.

Gilmar foi condenado a 4 anos de prisão no regime semi aberto por compra de votos na eleição de 2012, quando foi eleito com 645 votos.

Segundo representação do Ministério Público, no período de junho a setembro de 2012, uma  loja de materiais de construção teria entregue vários materiais de construção,  de acordo com o processo mais de onze pessoas, tudo no nome do vereador Gilmar, com fim de obtenção de votos, o que na lei caracteriza captação ilícita de sufrágio.

Segundo testemunhas de Gilmar, ele teria apenas intermediado as vendas, já que alguns possuíam restrições junto aos órgãos de proteção ao crédito.

De acordo com a lei nº 9.504/97 ,  constitui captação de sufrágio o candidato doar, oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, com fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza.

Gilmar foi condenado na justiça local, recorreu no Tribunal de Justiça de São Paulo, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal.

Ele começou a cumprir a pena na sexta-feira (15).

Durante o período de cumprimento da pena, o ex-vereador vai dormir todos as noites no no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Rio Preto e durante o dia, pode trabalhar normalmente.

Élcio Padovez, advogado que defende o ex-vereador, disse nesta segunda-feira em entrevista a Difusora Aparecida que acredita na inocência do cliente e que vai tentar a revisão criminal da pena.

Marcos Roberto
19/09/2017 – 08h30

Juiz permite aplicação de terapia de reversão sexual por psicólogos

Pixabay

gay_pride

Representantes do Conselho Federal de Psicologia destacaram que a homossexualidade não é considerada patologia, segundo a OMS

O juiz federal da 14ª Vara do Distrito Federal Waldemar Cláudio de Carvalho concedeu liminar que abre brecha para que psicólogos ofereçam a terapia de reversão sexual, conhecida como 'cura gay', tratamento proibido pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) desde 1999. A decisão atende a pedido da psicóloga Rozangela Alves Justino em processo aberto contra o colegiado, que aplicou uma censura à profissional por oferecer a terapia aos seus pacientes.

"A fim de interpretar a citada regra em conformidade com a Constituição, a melhor hermenêutica a ser conferida àquela resolução deve ser aquela no sentido de não provar o psicólogo de estudar ou atender àqueles que, voluntariamente, venham em busca de orientação acerca de sua sexualidade, sem qualquer forma de censura", anotou o magistrado.

Para o CFP, a decisão liminar, proferida na sexta-feira, 15, abre a perigosa possibilidade de uso de terapias de reversão sexual. Segundo a entidade, "a ação foi movida por um grupo de psicólogos defensores dessa prática, que representa uma violação dos direitos humanos e não tem qualquer embasamento científico"

Segundo o CFP, na audiência de justificativa prévia para análise do pedido de liminar, a entidade se posicionou contrária à ação, "apresentando evidências jurídicas, científicas e técnicas que refutavam o pedido liminar". Os representantes do CFP destacaram que a homossexualidade não é considerada patologia, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) - entendimento reconhecido internacionalmente. Também alertaram que as terapias de reversão sexual não têm resolutividade, "como apontam estudos feitos pelas comunidades científicas nacional e internacional, além de provocarem sequelas e agravos ao sofrimento psíquico".

O CFP informa que o processo está em sua fase inicial e afirma que vai recorrer da decisão liminar.

Ponta de cigarro provoca incêndio na praça da Matriz

Uma ponta de cigarro provocou um pequeno incêndio no canteiro da praça Matriz de Monte Aprazível. Por pouco o fogo não se espalhou. Mototaxistas que trabalham próximo a praça conseguiram rapidamente controlar o fogo com baldes d’ água e mangueiras.

Para amenizar a situação, a prefeitura informou que a Patrulha Agrícola, com trator e tanque de água, sempre que as máquinas não estão trabalhando nas propriedades rurais, irrigam as praças. Como trator se movimenta devagar e o tanque tem capacidade de até 2 mil litros d’água, o trabalho fica limitado.

Na segunda-feira (11), uma moradora do Jardim Primavera denunciou à reportagem da Difusora Aparecida que vizinhos estariam recolhendo folhas secas das árvores e colocando fogo. A fumaça incomodou a ouvinte que disse ter problemas respiratórios.

Segundo Moacir Cavalheiro, responsável pela setor de Tributação e Lançadoria da Prefeitura, a lei municipal proíbe colocar fogo em pastagens e terrenos sem as devidas precauções.

“A lei é antiga e diz que para colocar fogo em terrenos e pastos, a pessoa tem que isolar a área e pedir autorização dos vizinhos. Para podermos autuar, temos que identificar a pessoa que provocou o incêndio. Primeiro notificamos e só depois aplicamos multa”, disse Moacir.

O Capitão Alessandro Dalek da Polícia Ambiental de Rio Preto disse que os satélites do INPE  (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) monitoram as queimadas. Dalek afirma que são registrados cerca de 15 incêndios por dia na zona rural da região de Rio Preto.

Marcos Roberto
13/09/2017 – 12h22

Sempre melhorando

Departamento de Assistência Social passará por capacitação nos próximos meses de aprimoramento no serviço que vem sendo realizado.


 

Na última sexta-feira, dia 15, técnicos do departamento de assistência social de Monte Aprazível, integrantes do CRAS, CREAS e da saúde, participaram da primeira parte de capacitação para aprimoramento de trabalhos voltados a área social de Monte Aprazível. No primeiro encontro da capacitação, o prefeito Nelson Montoro esteve presente e falou sobre os projetos que deverão ser realizados nos próximos meses, na assistência e nas políticas sociais do município.

De acordo com Luciana Trídico, assessora de Assistência Social de Monte Aprazível, a capacitação iniciada na última semana, tem o objetivo de melhorar e atualizar os métodos de trabalho implantados no município. “Estamos fazendo um aprimoramento daquilo que já fazemos na assistência social, no trabalho de atendimento das famílias e pessoas que utilizam os serviços do departamento de assistência social”, comenta Luciana.

O primeiro dia de capacitação contou ainda com a participação de Maria Eliza Polozi, assistente social especializada no trabalho com famílias em situação de vulnerabilidade social.  Segundo Luciana Trídico, “O foco do estudo de hoje é o trabalho com famílias usuárias do sistema social, famílias que utilizam o sistema de proteção especial e também aquelas em situação de vulnerabilidade social, pessoas que já atendemos no nosso departamento.”

O prefeito Nelson Montoro destacou a importância da assistência social no município. “Cuidar do social é um dos pontos mais importantes dentro do município, pois atende aquelas pessoas que estão passando por uma dificuldade e precisam de ajuda imediatamente.”

“Queremos ampliar e valorizar o trabalho social. Além do apoio nos momentos de emergência, estamos estudando e colocando em prática alguns projetos que estimulem também a geração de renda para eles”, comenta o prefeito Nelson Montoro.

A capacitação terá carga horária de 80 horas com encontros uma vez por semana.

No último dia 14 -09 a igreja e IAMIR recebeu o pastor Rogério Brito Foi uma benção disse a Pastora Fabiana 
Foi um curto de libertação uma igreja que está crescendo cada dia 
Está colhendo muitos jovem, o Pastor pregou sobre a sua mãe que veio falecer 
Que sérvio para de exemplo para muitos que não dá valor em sua mãe

Na foto Pastora Fabiana e seu esposo Wilson Júnior

Todos contra a leishmaniose

Assessoria de saúde de Monte Aprazível se reúne com representantes regionais e estaduais da saúde para intensificação no combate a leishmaniose

Foi realizada na tarde dessa segunda-feira, dia 11, a reunião entre representantes da Vigilância da Saúde de Monte Aprazível, formada pela

vigilância epidemiológica, sanitária, meio ambiente e controle de vetores, com representantes de órgãos e entidades ligados a saúde regional e estadual. O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, também esteve no encontro, a fim de colaborar nas medidas de intensificação do combate a Leishmaniose e ao mosquito palha, transmissor da doença.

A reunião contou com representantes do Departamento Regional de Saúde XV, da Superintendência de Controle de Endemias, do Instituto Adolfo Lutz e do grupo de Vigilância Epidemiológica. De acordo com Nereu Paschoalli Jr, assessor de saúde de Monte Aprazível, as ações nos próximos dias, será realizada por meio de protocolos e orientações dos órgãos regionais, estaduais e da Vigilância em Saúde de Monte.

Segundo Nereu Paschoalli o encontro dessa segunda-feira, é mais um passo no combate a doença. “Desde o momento que confirmamos o caso, nós já tomamos algumas medidas e agora com a orientação de órgãos regionais e estaduais, vamos intensificar este trabalho, que já estamos fazendo aqui em Monte.”

Nereu explica que mesmo com a confirmação da doença em um animal, feita recentemente por exame no Instituto Adolfo Lutz, alguns procedimentos necessitam ser feitos. “Agora é feito uma espécie de inquérito. O cachorro já tinha vindo contaminado de outra cidade e precisamos ainda verificar os detalhes deste caso.”

Ainda de acordo com Nereu, outras medidas serão adotadas nos próximos dias. “Nesta reunião decidimos fazer a coleta de amostragem em outros animais em Monte Aprazível, para verificarmos se nenhum outro cachorro foi contaminado e as atividades do vetor.” Segundo o assessor de saúde, o município irá contratar um médico veterinário, em caráter de urgência, nos próximos dias, o que irá facilitar o trabalho de analise de amostras de sangue.

“Os nossos agentes já estão orientados no aumento da fiscalização, orientamos os médicos da rede municipal para ficarem atentos para os sintomas de doenças em humanos, clinicas veterinárias e petshops também estão orientados sobre os casos e a notificação que deve ser feita”, afirma Nereu.

O assessor de saúde ressalta a importância da colaboração da população na eliminação dos criadouros do mosquito palha, transmissor da doença. “Sabemos que o mosquito se prolifera em ambiente úmido, principalmente onde existe material em decomposição, lixo, fezes de animais, restos de comida, por este motivo, todos nós devemos zelar pela limpeza e retirada desta sujeira e eliminar os criadouros do mosquito.”

Arte reciclável

Monte Aprazível inicia oficina de artes com materiais recicláveis; primeiras peças do curso serão enfeites de Natal que ficarão expostas no final de ano.


 

A reciclagem de materiais como o plástico, papelão e principalmente as garrafas pet, tem se tornado, nos últimos anos, o objetivo principal das políticas ambientais adotadas em grupos ligados ao meio ambiente. A reutilização de materiais, além ocasionar destinação correta para determinados tipos de materiais, que seriam descartados no meio ambiente, também tem gerado, e inspirado, artistas e artesãos para transformar o lixo em luxo.

Em Monte Aprazível, uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade, em parceria com o Departamento de Assistência Social do município, por meio do CRAS, CREAS, Centro de Convivência do Idoso e a Escola Capitão Porfírio de Alcântara Pimentel, tem o objetivo de transformar material reciclável em peças de decoração e proporcionar interação social entre os participantes da oficina. A oficina de artesanatos, iniciada nesta segunda-feira, dia 12, é voltada para usuários do Departamento Municipal de Assistência Social, como adolescentes, crianças e idosos.

Segundo Rita Montoro, primeira dama do município, a iniciativa desta oficina já estava sendo planejada desde o começo deste ano. “Foi um dos primeiros projetos que quisemos implantar aqui em Monte. Quando ficamos sabendo desta oficina, já nos preparamos para disponibilizar ela aqui no município, e hoje estamos trazendo este desejo nosso para realidade de Monte Aprazível”, comenta Rita.

Ainda de acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade, a oficina vai além do conhecimento. “O que as participantes, neste primeiro momento são as nossas amigas do Centro de Convivência do Idoso, aprendem aqui, elas podem fazer em casa depois e até mesmo confeccionar peças para gerar uma renda extra pra elas.”

A primeira dama ressalta também a importância das parcerias para realização do projeto. “Ninguém consegue fazer sozinho, a ajuda é sempre bem vinda. Nós estamos contando com a parceria das participantes do Centro de Convivência do Idoso, da Escola Capitão, das meninas que trabalham no CRAS e no CREAS, enfim é a união de todos que vai contribuir para que o projeto dê certo.”

Para a assessora de assistência social do município, o curso é uma oportunidade de conhecimento e integração social. “As pessoas além de conhecer uma nova técnica de trabalhar com reciclagem, elas também passam a se interagir mais entre elas, a convivência social também é trabalhada, que é outro lado importante desta oficina, a integração social.”

“Por todo este trabalho de reciclagem, confecção de peças de artesanato e pela integração social, nós queremos que este projeto fique permanente aqui em Monte. O nosso objetivo é manter ele durante o ano inteiro, para quem quiser participar, quem quiser se inscrever” afirma Rita Montoro

 

Preparando o Natal

Durante os dois dias de oficina na Estação Aprendiz, tanto os participantes do Centro de Convivência do Idoso, quanto os monitores do projeto, focaram na confecção de peças de decoração com tema natalino. A intenção é que até o mês de dezembro, todas as peças já estejam prontas para serem colocadas na praça da matriz na decoração de Natal da cidade.

“Este é apenas o nosso primeiro passo, neste primeiro ano, talvez a gente não consiga fazer muitas peças para colocar na cidade inteira, mas é algo diferente e que irá valorizar o trabalho da própria população aprazivelense”, comenta o prefeito Nelson Montoro.

 

Garrafas

As garrafas descartáveis, utilizadas para confecção das peças, poderão ser entregues na escola Capitão Porfírio de Alcântara Pimentel, durante o período de aula na escola. Para participar da oficina, que ficará permanente no município, basta entrar em contato com a assistência social do município.

Mais Fotos

:

 


 

 

Endereço da Rádio - Rua Mato Grosso, 37 - Vila Aparecida, Monte Aprazível, SP | Tel: (17) 3275-2233

Balanço parcial aponta arrecadação de mais de R$ 90 mil no leilão da Santa Casa

A provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Monte Aprazível realizou no último domingo (10), seu primeiro leilão de gado para arrecadar fundos para conseguir para o 13º salário dos funcionários.

Em entrevista nesta segunda-feira (11) ao Jornal Nossa Gente da Difusora Aparecida, o diretor financeiro da entidade Renato Alves de Paula disse que foram arrecadados com a venda dos bezerros mais de R$ 91 mil.

“Deste valor, R$ 10 mil foram arrecadados para a pequena Loarah Gabrielly. Além disso, o Lar Vicentino, que cedeu o espaço para nosso leilão, ficou com o bar do evento e com isso, puderam ter sua renda com a venda das porções, espetos e bebidas”, destacou Renato.

“Queremos agradecer todos que arremataram, que doaram e que de alguma forma contribuiram para o sucesso do leilão. Em breve, faremos a prestação de contas do evento com publicação do balanço em jornal”, finaliza Renato.

Marcos Roberto
12/09/2017 – 10h12

Arte reciclável

Monte Aprazível inicia oficina de artes com materiais recicláveis; primeiras peças do curso serão enfeites de Natal que ficarão expostas no final de ano.


 

A reciclagem de materiais como o plástico, papelão e principalmente as garrafas pet, tem se tornado, nos últimos anos, o objetivo principal das políticas ambientais adotadas em grupos ligados ao meio ambiente. A reutilização de materiais, além ocasionar destinação correta para determinados tipos de materiais, que seriam descartados no meio ambiente, também tem gerado, e inspirado, artistas e artesãos para transformar o lixo em luxo.

Em Monte Aprazível, uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade, em parceria com o Departamento de Assistência Social do município, por meio do CRAS, CREAS, Centro de Convivência do Idoso e a Escola Capitão Porfírio de Alcântara Pimentel, tem o objetivo de transformar material reciclável em peças de decoração e proporcionar interação social entre os participantes da oficina. A oficina de artesanatos, iniciada nesta segunda-feira, dia 12, é voltada para usuários do Departamento Municipal de Assistência Social, como adolescentes, crianças e idosos.

Segundo Rita Montoro, primeira dama do município, a iniciativa desta oficina já estava sendo planejada desde o começo deste ano. “Foi um dos primeiros projetos que quisemos implantar aqui em Monte. Quando ficamos sabendo desta oficina, já nos preparamos para disponibilizar ela aqui no município, e hoje estamos trazendo este desejo nosso para realidade de Monte Aprazível”, comenta Rita.

Ainda de acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade, a oficina vai além do conhecimento. “O que as participantes, neste primeiro momento são as nossas amigas do Centro de Convivência do Idoso, aprendem aqui, elas podem fazer em casa depois e até mesmo confeccionar peças para gerar uma renda extra pra elas.”

A primeira dama ressalta também a importância das parcerias para realização do projeto. “Ninguém consegue fazer sozinho, a ajuda é sempre bem vinda. Nós estamos contando com a parceria das participantes do Centro de Convivência do Idoso, da Escola Capitão, das meninas que trabalham no CRAS e no CREAS, enfim é a união de todos que vai contribuir para que o projeto dê certo.”

Para a assessora de assistência social do município, o curso é uma oportunidade de conhecimento e integração social. “As pessoas além de conhecer uma nova técnica de trabalhar com reciclagem, elas também passam a se interagir mais entre elas, a convivência social também é trabalhada, que é outro lado importante desta oficina, a integração social.”

“Por todo este trabalho de reciclagem, confecção de peças de artesanato e pela integração social, nós queremos que este projeto fique permanente aqui em Monte. O nosso objetivo é manter ele durante o ano inteiro, para quem quiser participar, quem quiser se inscrever” afirma Rita Montoro

 

Preparando o Natal

Durante os dois dias de oficina na Estação Aprendiz, tanto os participantes do Centro de Convivência do Idoso, quanto os monitores do projeto, focaram na confecção de peças de decoração com tema natalino. A intenção é que até o mês de dezembro, todas as peças já estejam prontas para serem colocadas na praça da matriz na decoração de Natal da cidade.

“Este é apenas o nosso primeiro passo, neste primeiro ano, talvez a gente não consiga fazer muitas peças para colocar na cidade inteira, mas é algo diferente e que irá valorizar o trabalho da própria população aprazivelense”, comenta o prefeito Nelson Montoro.

Garrafas

As garrafas descartáveis, utilizadas para confecção das peças, poderão ser entregues na escola Capitão Porfírio de Alcântara Pimentel, durante o período de aula na escola. Para participar da oficina, que ficará permanente no município, basta entrar em contato com a assistência social do município.

Segunda-feira, 11.09.17 às 11:50

Vídeo flagra briga de motoristas na avenida José Munia

Marco Antonio dos Santos

Um vídeo registrado no fim de semana flagrou dois motoristas, o de um Gol e de de uma Pajero, usando seus carros em uma briga.

Tudo começou na avenida José Munia, em Rio Preto. As imagens foram registradas por celular de um motorista que estava logo atrás.

Aparentemente, o motorista do Gol colide de propósito na lateral da Pajeto, após ter sido ultrapassado. Na sequência, houve uma série de manobras arriscadas no trânsito, onde um motorista jogava o veículo em cima do outro.

Pelas imagens não foi possível registrar o número das placas dos dois veículos. Nenhum boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Militar informa que não foi chamada para atender ocorrência deste tipo.

Saúde e vacinação em dia

Próxima segunda-feira tem inicio a Campanha Nacional de Multivacinação; Monte Aprazível terá dois pontos de vacinação.


 

Tem início na próxima segunda-feira, dia 11, a Campanha Nacional de Multivacinação, em todo território brasileiro, com o objetivo de atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes. A campanha segue até o dia 22 de setembro em todo país e irá disponibilizar doses de imunização contra inúmeras doenças, como o sarampo, febre amarela, entre outras.

Neste ano, além das crianças menores de cinco anos, o público alvo da campanha irá cobrir as crianças de nove anos e adolescentes de 10 a menor de 14 anos, 11 meses e 29 dias. Grupo que tem a maior resistência a ser imunizada, já que pais e responsáveis acreditam haver necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária.

Informações do setor de vacinas da Assessoria Municipal de Saúde, com a evolução do calendário nacional de vacinação nos últimos anos, muitas vacinas necessitam ter doses de reforço nesta faixa etária ou passaram a ser incluída no calendário, como a vacina HPV, destinada para meninas e meninos, e a meningocócica aos 12 a 13 anos.

A campanha nacional de multivacinação para atualização de caderneta de vacinação será realizada entre os dias 11 e 22 de setembro de 2017. No dia 16, sábado, será realizado o Dia D de mobilização e vacinação.

Em Monte Aprazível a vacinação será realizada no Posto de Saúde Central, das 8h às 17h e na UBS, Postinho da Vila Aparecida, das 8h às 17h.

Educação patriota

Rede municipal de ensino realiza atividades na semana do feriado de 7 de setembro


 

Celebrar a liberdade do país e os símbolos nacionais, além de incentivar e ensinar as crianças o amor pelo Brasil. Foram estas as atividades da última semana na rede municipal de ensino de Monte Aprazível que elaborou diversos trabalhos na semana de comemoração da independência do Brasil nas CEMEIs e escolas municipais.

Os alunos ouviram o Hino Nacional e o Hino da independência e participaram de varias atividades e brincadeiras com o tema “Pátria”, através de desenhos, pinturas, cartazes, mural interpretação de textos e gincanas.

“O dia 7 de setembro é uma data muito especial, o Brasil já passou por um período de ditadura militar e hoje temos liberdade de expressão, uma conquista que iniciou com a independência. Por isso a importância de se trabalhar nos alunos essa consciência, e o amor a Pátria”, comenta Virginia Caverzan Prudêncio, coordenadora do ensino infantil do município.

Ainda de acordo com Virginia, a semana da Pátria é sempre momento de emoção e reflexão, onde a democracia é uma conquista do povo brasileiro e devemos sempre exercer a cidadania. “Começamos a nos tornar uma nação independente, marco histórico de uma luta iniciada bem antes e que continua até hoje.”

“A criança deve entender que nós somos o Brasil e que podemos expressar nosso amor a Pátria preservando o que o país tem de mais bonito, suas áreas verdes, seus pássaros, o seu ar”, comenta a professora.

Podemos expressar o amor a Pátria sendo solidários cuidando e respeitando cada um que está ao nosso redor. Nosso amor a Pátria se faz pelo reconhecimento e respeito a sua Terra, sua natureza, a sua gente e seus símbolos. 

Mais Fotos:

 

Escola dispensa alunos após fumaça de incêndio em mato invadir prédio

Bombeiros combateram o fogo em trecho em Neves Paulista (SP). Não há informações de feridos.

Por G105/09/2017 17h17 

 Atualizado há 8 horas Rio Preto e Araçatuba

Bombeiros foram acionados para controlar incêndio (Foto: Aguinaldo Megetto/Arquivo Pessoal)

Bombeiros foram acionados para controlar incêndio (Foto: Aguinaldo Megetto/Arquivo Pessoal)

Empresa que atua no mercado há mais de 28 anos, comercializando moda feminina, masculina, infantil, acessórios, cama, mesa, banho e decoração, das marcas mais famosas, com produtos de qualidade e preços acessíveis, reinaugura mega loja em Monte Aprazível.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, esteve na manhã desta terça-feira, dia 05, na inauguração da mais nova unidade Lojas Longo, em Monte Aprazível. O novo prédio, localizado na Rua Brasil 454, conta com 1400 metros de construção, envolvendo os dois pisos e irá abrigar as confecções masculina, feminina, acessórios, calçados ,enxovais, decoração, cama,mesa e banho. Hoje a empresa Longo, oferece mais de cinqüenta empregos direto, entre loja e depósito só aqui em Monte Aprazível. 
Durante o discurso de inauguração, Montoro ressaltou a importância do fortalecimento do comércio local e da geração de empregos no município. “O empresário Jurandir longo,sempre acreditou em Monte Aprazível, tanto é que começou com uma pequena loja há exatamente 28 anos aqui em nossa cidade e hoje conta com 13 unidades espalhadas por diversas cidades, como: Tanabi, Mirassol,Taquaritinga, Auriflama, Promissão e outras, parabéns e sucesso disse o Montoro”.
Para o empresário Jurandir Longo, que atualmente é também o presidente da ACIMA(associação comercial e industrial de Monte Aprazível), este é mais um sonho realizado,” Sempre quis ter uma loja ampla e bonita para atender toda população de Monte Aprazível, pois, foi aqui que tudo começou, valeu a pena o investimento e agora vamos trabalhar e colher o resultado” disse Jurandir

Caminho das águas

Assessoria de Meio Ambiente realiza analise de águas no Parque das Águas para obra de manutenção nas represinhas.

A Assessoria de Meio Ambiente de Monte Aprazível, realizou na manhã desta segunda-feira, dia 04, juntamente com técnicos especializados em coleta e análise, a retirada de materiais do Parque José Agreli, para análise laboratorial. A coleta de amostras da água foi realizada em diversos pontos do parque, na represa e em duas galerias que passam pelo parque, e deverão identificar a qualidade da água existente no local

Segundo Paulo Trombim, assessor de meio ambiente do município, o objetivo da análise é identificar as propriedades da água e possibilitar o projeto de enchimento das represinhas. Ainda de acordo com o assessor, é fundamental estudar a qualidade e a origem da água, antes de transportar ela para represa, evitando assim contaminações e outros problemas ambientais.

“Queremos identificar de onde vem essa água, se podemos destinar ela para represa com a garantia que as represas fiquem cheias, mas de uma forma correta sem danos e prejuízos ambientais” comenta Trombim. Após a análise, se for constatada a pureza da água, que passam por galerias ao lado da pista de caminhada e no fundo do Parque das Águas, serão iniciadas as obras de transposição, por meio de tubulação e galerias, para as represas.

“O nível que a represa está baixando vem nos preocupando e estamos pensando todas as formas possíveis para encher elas, aproveitando os recursos naturais”, afirma Trombim. Ainda de acordo com o engenheiro ambiental “Caso seja liberada, já vamos iniciar a construção de uma caixa que ira transpor, uma parte da água para represa e outra parte irá seguir o fluxo normalmente, mas que deverá ser o suficiente para o enchimento das três represinhas”.

Mais Fotos:

Bloqueando o mosquito

Assessoria de saúde realiza ações de bloqueio ao mosquito aedes aegypti no centro do município.


 

A Assessoria de Saúde de Monte Aprazível realizou na manhã desta segunda-feira, dia 04, a nebulização de prédios no centro do município, numa ação de combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Na última semana a assessoria, teve o segundo caso suspeito de chikungunya no município, por este motivo, já tomou as medidas necessárias.

A pessoa que estava com a suspeita da doença, foi submetida a exames, que segundo informações extra-oficiais deram negativo, mas vem sendo monitorada pela assessoria. O município já havia registrado outro caso suspeito, posteriormente negativado, também monitorado pela assessoria.

Segundo Nereu Paschoalli, após a notificação do caso, tanto a assessoria de saúde quanto a SUCEN, Superintendência de Controle de Endemias, colocaram o protocolo em ação. “Seguindo a norma estabelecida, nós já acionamos a nebulização para que fizesse o bloqueio em casas, estabelecimentos, e os quarteirões em volta de onde o caso suspeito foi registrado, nas duas ocasiões que registramos”, comenta Nereu.

Ainda de acordo com o assessor de saúde, “O trabalho dos agentes de Controle de Vetores tem sido intenso este ano, até mesmo neste período mais seco, nós estamos com a atenção redobrada na eliminação de criadouros e no bloqueio do mosquito”.

“Todos nós precisamos estar atentos, não só aos criadouros do aedes aegypti, mas também os do mosquito palha, transmissor da leishmaniose. É importante manter quintais e terrenos limpos, retirar qualquer recipiente que acumule água e material orgânico e assim evitar a proliferações destes mosquitos que trazem risco a saúde da população.”

Ação no distrito

Nesta segunda-feira, dia 04, agentes de Controle de Vetores, estiveram no distrito de Engenheiro Balduíno, vistoriando residências e terrenos. O trabalho foi na localização e retirada de criadouros do mosquito aedes aegypti.

Vem emprego aí

Administração acerta negociação para instalação de indústria em Monte Aprazível.


 

O prefeito de Monte Aprazível, juntamente com o vereador Gilberto dos Santos, se reuniu na última semana com representante da empresa DSEM, especializada na área de caldeiraria e metalúrgica, atualmente em Mirassol. Durante a reunião, representantes do executivo, legislativo e da empresa, trataram da instalação da empresa no distrito industrial do município.

Para a instalação da empresa no município, a prefeitura irá conceder, por meio de aluguel, um barracão atualmente desativado. A intenção, segundo o responsável pela empresa, é de futuramente a empresa adquirir uma área permanente no município.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, se mostrou animado com a vinda de uma indústria para o município, gerando emprego em meio ao momento de crise no país. “Queremos contar com a empresa e vamos ajustar os detalhes para que eles comecem as atividades o mais rápido possível e assim gerar emprego para as famílias de Monte Aprazível”, comenta o prefeito.

Ainda de acordo com o prefeito, o incentivo para grandes, micro empresas se instalem no município é fundamental para a saída da crise e aquecimento do emprego. “Não só esta, mas já conversamos com outros empresários, solicitei que venham conhecer nossa Monte Aprazível e tragam os seus produtos para serem confeccionados aqui e empregar a nossa população.”

De acordo com Gilberto dos Santos, um dos responsáveis pela reunião, a instalação da caldeiraria trará inúmeros benefícios. “Além da geração de empregos, que neste momento é fundamental, nós melhoramos também a arrecadação de recursos que serão revertidos em serviços para população.”

“Pelo que já conversamos com o Ernildo, responsável pela empresa, só falta acertarmos alguns detalhes e nos próximos dias ela começa as atividades. O retorno positivo para Monte, seja na arrecadação de issqn ou geração de emprego, será imediato” comenta o vereador.

Segundo Ernildo Basílio da Rocha, responsável pela empresa, Monte Aprazível atende a demanda da empresa, atualmente montada em Mirassol. “Por trabalhar com máquinas pesadas, a nossa empresa necessita de uma área maior e pelo que vimos e estudamos nos últimos dias, o distrito industrial aqui de Monte pode atender esta nossa demanda” comenta o empresário.

Ainda de acordo com o empresário “Além da geração de empregos direta, o município também acaba recebendo os benefícios indiretos a curto, médio e longo prazo também. Estamos confiantes de que esta vinda para Monte Aprazível será benéfica para o município e para nós” afirma ele.

A expectativa é que sejam geradas em torno de 100, inicialmente, vagas de emprego para o município. A DSEM deverá começar as atividades na primeira quinzena de setembro deste ano. Além da empresa de caldeiraria, o município estuda a vinda de outra indústria ainda este ano para o município.

A empresa

A DSEM Desenvolvimento Solda e Montagem, fundada em setembro de 2011, está instalada no município de Mirassol/SP, é uma empresa especializada na fabricação e montagem de Caldeiraria e Estruturas Metálicas, Manutenção Industrial e Locação de Equipamentos de Movimentação de Cargas.

Neves Paulista encolhe e Monte Aprazível tem 265 novos habitantes

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quarta-feira (30) a estimativa populacional de todas as cidades brasileiras. Segundo dados do instituto, somos mais de 207 milhões de brasileiras, cerca de 45 milhões de paulistas e mais de 24 mil aprazivelenses.

Algumas cidades da região cresceram e outras diminuíram.

Neves Paulista tinha 9003 habitantes na estimativa do 2016 e na deste ano, tem 8995, queda de 0,04%

Em termos percentuais, Bálsamo cresceu mais que todas as cidades da região. Em 2016 a estimativa era de 8441 habitantes e neste ano são 8908, aumento de 5,24%.

Censo Agropecuário

O IBGE inicia no mês de outubro Censo Agropecuário em  Monte Aprazível e municípios vizinhos. Segundo o IBGE, o escritório de Monte Aprazível  será responsável pela captação de dados em Neves Paulista, Nipoã e Poloni.

Realizado pela última vez em 2007, o Censo Agropecuário tem o objetivo de levantar a quantidade, a produção e o desempenho das propriedades rurais no município. O levantamento que será realizado irá contribuir para o desenvolvimento de estudos e políticas voltadas para agricultura e agropecuária no município.

Segundo IBGE, a equipe que trabalhará no posto de coleta de Monte Aprazível será formada por um coordenador, três agentes supervisores e sete recenseadores, todos aprovados em concurso realizado recentemente. O Censo Agropecuário terá inicio no dia 01 de outubro e está previsto para ser finalizado em fevereiro de 2018.

Veja abaixo os números da região

ESTIMATIVA
POPULACIONAL – FONTE IBGE
CIDADE 2016 2017 AUMENTO REAL AUMENTO EM %
Monte Aprazível 24.128 24.393 265 1,08
Bálsamo 8.441 8.908 467 5,24
Macaubal 8.060 8.086 26 0,32
Mirassol 58.314 58.760 446 0,75
Neves Paulista 9.003 8.995 -8 -0,04
Nhandeara 11.351 11.398 47 0,41
Nipoã 4.916 4.994 78 1,56
Poloni 5.884 5.935 551 0,85
Sebastianópolis do Sul 3.373 3.411 38 1,11
Tanabi 25.597 25.723 126 0,48
União Paulista 1.773 1.793 20 1,11
Rio Preto 446.649 450.657 4008 0,88
Estado de São Paulo 44.749.699 45.094.866 345.167 0,76
Brasil 206.081.432 207.660.929 1.579.497 0,76

Projeto do prefeito Montoro cria seis vagas na saúde

Prefeito e assessor de Saúde afirmam que médicos deverão ser contratados até o final do ano

O prefeito de Monte Aprazível Dr. Montoro (PSD), enviou nesta terça-feira (29) para a Câmara de Vereadores, projeto de lei que cria seis cargos de profissionais da saúde para serem preenchidos através de concurso público.

O projeto também altera a referência do médico clínico geral e cria uma vaga de fisioterapeuta.

Serão criadas ainda duas vagas para médico ginecologista, dois pediatras e um oftalmologista.

O projeto do prefeito altera também  o salário do clínico geral, passando de R$ 4.135,24 para R$ 6.405,60.

O projeto de criação dos cargos é modesto, se comparado a licitação que a Prefeitura realizaria para contração de profissionais da saúde.

A licitação estimava contratar 26 profissionais, entre eles, fisioterapeutas (8), urologista (1), ortopedista (1), reumatologista (1), médico regulador (1), cardiologista (2), clínico geral (5), pediatra (2) ginecologista (3) clínica médica (1) acupunturista (1) e dermatologista (1),

Boa parte destes cargos são oferecidos pela Prefeitura, através de convênio com Santa Casa. O convênio vence nesta quinta-feira (31) e deverá ser renovado até 31 de dezembro, até que a administração realize o concurso e contrate os profissionais.

O projeto deve ser lido na próxima reunião ordinária dos vereadores que acontecerá no dia 5 de setembro.

Após a leitura, o projeto será encaminhado as comissões de Constituição, Justiça e Redação e Orçamento, Finanças e Contabilidade.

Após aprovação, projeto segue para votação em plenário.

Marcos Roberto

CARGO VAGAS SALÁRIO em R$ CARGA HORÁRIA
Ginecologista 2 6.405,60 20 Horas Semanais
Pediatra 2 6.405,60 20 Horas Semanais
Oftalmologista 1 6.405,60 08 Horas Semanais
Fisioterapeuta 1 1.687,38 10 Horas Semanais

Pela criança feliz

Assistência Social inicia capacitação de agentes que irão atuar no programa Criança Feliz


 

Oferecer um desenvolvimento infantil de qualidade, por meio de ações e políticas sociais por meio da cultura, educação, saúde e pela assistência social. Este é o objetivo do Programa Criança Feliz implantado recentemente em todo país, consequentemente em Monte Aprazível e que deverá ser desenvolvido, com ações práticas, nas próximas semanas, gerenciado pela assessoria de assistência social do município.

Na manhã desta quarta-feira, dia 30, foi realizado o primeiro de capacitação de agentes, supervisor e coordenador do programa Criança Feliz em Monte Aprazível. A capacitação, no Centro Cultural, será realizada em cinco dias e contará também agentes de Tanabi, José Bonifácio, Nova Granada, Catanduva e Palestina.

Segundo a coordenadora do programa em Monte Aprazível, Manuela Zanella, o objetivo é proporcionar qualidade de vida melhor para as crianças nos primeiros anos de vida, considerados fundamentais para o desenvolvimento infantil. Ainda de acordo com a coordenadora, o projeto prevê a participação de diversos setores da comunidade.

“Este é um trabalho que envolve diversos setores, educação, saúde, cultura, assistência social, são estas pequenas ações que irão fazer diferença no desenvolvimento das crianças participantes deste programa”, afirma Manuela.

Ainda de acordo com a coordenadora poderão participar deste programa; gestantes do Bolsa Família, crianças de 0 a 3 anos inscritas no Bolsa Família, crianças de 0 a 6 anos cadastrados no BPC, Benefício de Prestação  Continuada e crianças de 0 a 6 anos afastadas do convênio familiar.

Segundo Manuela o acompanhamento do desenvolvimento do programa será contínuo. “Os agentes estarão acompanhando frequentemente a evolução das crianças cadastradas no programa e monitorando as exigências.”

O programa

O Criança Feliz oferece às famílias condições de estimular o desenvolvimento integral nos primeiros mil dias de vida das crianças. Pesquisas mostram que ao receber os cuidados necessários nesta fase da vida, as crianças chegam à escola mais preparadas para aprender e têm acesso a melhores oportunidades no futuro. O Criança Feliz é semelhante ao Programa Primeiríssima Infância, também do Governo Federal, porém com a gerência da Assistência Social

Beleza Social

Monte Aprazível receberá curso para capacitação de cabeleireiros, por meio do Fundo Social.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro e a primeira dama do município, Rita Neire Montoro, estiveram na manhã desta terça-feira, dia 29, na cerimônia de assinatura de convênios com o governo do estado de São Paulo. A cerimônia realizada em Rio Preto, no teatro Paulo Moura, contou com a presença da primeira dama do estado e presidente do Fundo Social do Estado de São Paulo, Lú Alckmin, além de outras lideranças políticas.

Durante o seu discurso, a primeira dama do estado, ressaltou a importância da qualificação profissional para as pessoas, principalmente as mulheres, entrarem no mercado de trabalho. Ainda de acordo com Lú Alckmin, a política desenvolvida pelo fundo estadual nos últimos anos, contribui para o surgimento de novos profissionais.

“Desde que implantamos os cursos, tivemos um crescente número de pessoas que se qualificaram e conseguiram montar o próprio negócio, de forma modesta e outros que ampliaram os recursos por meio desta iniciativa do estado”, comentou Lú Alckmin.

Segundo o convênio assinado, Monte Aprazível poderá qualificar profissionais para atuarem como cabeleireiros, podendo atuar em salões já montados ou criar a sua própria microempresa. O curso é aberto para moradores do município e dos distritos que se inscreverem por meio do Fundo Social.

A iniciativa de compartilhar conhecimento e ampliar a gama de trabalho dos munícipes, também é baseada por Rita Montoro. A presidente do Fundo Social de Monte Aprazível, afirma que com o curso, que nas próximas semanas estará sendo realizado no município, será possível aumentar a renda de famílias durante a crise.

“Pensamos naqueles que necessitam de um trabalho e tem a oportunidade de se qualificar, aprender uma nova profissão, ajudar no orçamento de casa, este é o nosso principal objetivo”, comentou a primeira dama. Ainda de acordo com Rita Montoro “A celebração deste convênio para Monte Aprazível foi um pedido que fiz durante uma visita no Palácio dos Bandeirantes, pois neste momento de crise, sabemos que toda ajuda e toda forma de capacitar a população é bem vinda.”

Durante toda esta semana, o Fundo Social de Monte Aprazível, encaminhou uma cabeleireira profissional do município, para o treinamento e capacitação oferecido pelo Fundo Social do Estado de São Paulo.

“Temos que aproveitar e trazer este curso para o Monte, já ficamos um tempo parados, sem a realização destes cursos e agora a intenção é trazer todos estes benefícios de volta para a nossa população e garantir o conhecimento”, comenta Rita Montoro.

O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, também esteve presente na assinatura de convênios e comentou a instalação do curso para a população. “Feliz por conseguir esta oportunidade para as pessoas da nossa cidade que poderão quem sabe lá na frente, abrir o seu próprio negócio, montar a sua própria empresa e garantir o sustento de sua família” afirma Montoro.

O curso Assistente de Cabeleireiro é mais uma conquista do Fundo Social no ano de 2017. Recentemente o município já assinou o convênio, e está implantando a Horta Educativa, na CEMEI Esuperândio Francisco Júlio.

“Já recebemos a doação de algumas roupas e objetos diversos do Fundo Estadual e assim que um pedido é atendido já protocolo outro e assim estamos trabalhando pela nossa população” ainda de acordo com Rita “Já estamos trabalhando para conseguir os cursos de panificação artesanal, construção civil e também o de costura que será fundamental para qualificação profissional dos aprazivelenses.”

O curso

O curso é de graça e tem duração de 80 horas, com carga horária diária de quatro horas. São destinados às pessoas com mais de 16 anos, não sendo necessária escolaridade mínima. Para se inscrever é preciso levar carteira de identidade, CPF, comprovante de endereço.

Mais Fotos:

Segunda-feira, 28.08.17 às 15:24

Motociclista morre após acidente em vicinal

Luiz Aranha/Gazeta do Interio

rHomem morre após acidente com moto entre Potirendaba e Mendonça

Homem foi encontrado sem vida após sofrer acidente de moto em vicinal

Um motociclista de 54 anos morreu na manhã desta segunda-feira, 28, após sofrer um acidente na vicinal José Aguiar, entre Potirendaba e Mendonça.

Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), Nelson Júlio Siqueira foi encontrado caído no quilômetro 5 da vicinal. O homem, que era conhecido na cidade como Nelsão Borracheiro, seguia pela pista com itens de pesca e chegou a ser levado para o Hospital de Potirendaba, mas não resistiu e morreu no trajeto.

A Polícia Civil de Potirendaba vai investigar a causa do acidente.

(Colaborou Arthur Avila)

Primeiro caso de Leishimaniose canina é registrado

Unhas grandes são um dos sintomas da doença

A equipe de Controle de Vetores de Monte Aprazível registrou na semana passada o primeiro caso de Leishmaniose Visceral Canina. De acordo Patrícia de Almeida, responsável pelo setor de Comunicação e Informação da Equipe de Controle de Vetores, o caso registrado alóctone , ou seja  que não é originária da região, que veio de fora.  O cachorro  veio da cidade de Bauru com a doença.

“Fomos comunicados pela Arca (Associação de Resgate e Combate ao Abandono Animal) e o vereador Danilo Cesar do possível caso de leishmaniose. Demos início a investigação, buscando informações detalhadas, visando identificar o LPI (local provável de infecção) do animal suspeito, providenciamos a coleta de material para diagnóstico sorológico, de acordo com as instruções do Ministério da Saúde e a amostra foi encaminhada ao Instituto Adolfo Lutz.  Após confirmação através de sorologia especifica do primeiro caso de Leishmaniose canina no nosso município, algumas medidas foram e serão tomadas” destacou Patrícia.

Ainda de acordo com Patrícia, o cachorro teve que ser sacrificado logo após o resultado do exame dar positivo. O sacrifício do animal esta previsto em resolução nº.1000 de 11 de maio de 2012 do Conselho Federal de Medicina Veterinária, destinando o cadáver conforme RDC nº.33/2003 da ANVISA.

As próximas medidas a serem realizadas será a realização de inquérito sorológico canino próxima a residência de dono do animal com no mínimo 100 cães e estratégias de controle que são voltadas para a eliminação do reservatório (cão sororreagente), manejo ambiental para a redução da proliferação de flebotomíneos e atividades de educação em saúde.

Como a proprietária do animal morou em duas casas depois que veio de Bauru, o inquérito sorológico deverá ser feito com 200 animais. O inquérito será feito somente após a prefeitura contratar emergencialmente um médico veterinário para realizar o serviço.

Em caso de dúvidas,  os moradores poderão entrar em contato com  pelo telefone  3275 – 1776

Marcos Roberto

 

Mais saúde

Município e Santa Casa entram em acordo para prorrogação de convênio que libera médicos para a rede municipal de saúde.

A prefeitura de Monte Aprazível, por meio da assessoria municipal de saúde, renovou na tarde desta quinta-feira, dia 25, a prorrogação do convênio para o fornecimento de médicos com a Santa Casa do município. A assessoria de saúde e a diretoria da Santa Casa estavam negociando a prorrogação do contrato, afim de continuar o atendimento nas unidades de saúde do município e no pronto atendimento da Santa Casa.

De acordo com o assessor de saúde do município, Nereu Paschoalli Jr, a renovação do convênio era algo que estava sendo estudada e aguardada pela assessoria e irá beneficiar o atendimento de pacientes. “Este é um convênio que existe algum tempo, era um desejo da assessoria de saúde renovar e a diretoria da Santa Casa aceitou as propostas que fizemos e vamos continuar oferecendo um bom atendimento para população.”

Ainda de acordo com o assessor de saúde o convênio, inicialmente prorrogado até dia 31 de dezembro, porém poderá ser estendido, até o município formalizar e efetivar, por meio de concurso público, o quadro de médicos. Nereu ressalta que com o convênio será possível manter diversos serviços implantados nos últimos meses, principalmente a ampliação de atendimento.

“Hoje já temos o clinico disponível no posto de saúde central para o atendimento em período integral, desde que seja o caso de atenção básica, nas unidades de bairro, também temos médicos atendendo em horário estendido alguns dias da semana, estas são pequenas ações implantadas”, comenta Nereu. No posto de saúde central, o atendimento do clínico é das 8h ás 12h e das 13h ás 17h.

“Importante agradecer a todos que se empenharam nas últimas semanas em não deixar a saúde de Monte Aprazível ficar sem atendimento, então de antemão agradecemos a diretoria da Santa Casa, nosso pessoal da prefeitura pelo empenho também em resolver tudo da melhor forma que não prejudique a o atendimento para população”, afirma o assessor.

“Sabemos que temos muito a fazer, mas estamos trabalhando e encontrando a melhor forma de atender as necessidades de quem procura as unidades de saúde do município.”

Atualmente a rede municipal de saúde conta com o atendimento de onze médicos sendo; dois cardiologistas, dois ginecologistas, dois pediatras, um reumatologista, um dermatologista, um oftalmologista, um urologista e um ortopedista. A rede conta ainda com oito fisioterapeutas e um acunpunturista.

No link você confere os horários de atendimento de cada médico e especialidade em cada uma das unidades de Monte Aprazível

http://www.monteaprazivel.sp.gov.br/relatorio2/2017/000113.pdf

Prefeitura deve renovar com Santa Casa até 31 de dezembro

A provedoria da Santa Casa de Monte se reuniu nesta quinta-feira (24) com as assessorias de Saúde e Jurídica da Prefeitura de Monte Aprazível para tentar uma prorrogação de contrato até 31 de dezembro de 2018. O contrato de prestação de serviços médicos e especialistas que atendem nas unidades de saúde do município vence no próximo dia 31 de agosto.

De acordo com Nereu Pascoalli, assessor de Saúde da prefeitura de Monte Aprazível, os técnicos da prefeitura estão avaliando se será possível prorrogar o contrato por um mês ou até 31 de dezembro.

“Eles estão checando, financeiramente e juridicamente, se é possível renovar até o final do ano”, disse Nereu.

O assessor ressaltou que deve ter um posição dos departamentos até a próxima semana, antes do vencimento do prazo.

Na semana passada, a Prefeitura anunciou uma licitação para contratar os mesmos médicos que atendem via Santa Casa. Os médicos poderiam oferecer os serviços individualmente. Segundo juristas ouvidos pela reportagem, a contratação direta poderia ser considerada burla ao concurso o público.

Nereu salientou que houve erro de avaliação no início do ano e por isso o contrato foi prorrogado por pouco tempo.

“Pensamos que daria tempo de realizar o concurso antes e por isso o contrato foi prorrogado por pouco tempo”, disse Nereu.

RENOVAÇÃO

A Santa Casa de Monte Aprazível já notificou as prefeituras de região (Monte Aprazível, Nipoã, União Paulista e Poloni) para manifestarem interesse de renovar contrato com a entidade em 2018. As prefeituras tem até 10 outubro para negociar valores e as formas de atendimento. Diretores da entidade avaliam que a negociação tem que ser feita até esta data para que os prefeitos já incluam no orçamento do ano que vem os valores que serão repassados.

A Santa Casa realizará no dia 10 de setembro leilão de gado para arrecadar recursos para o pagamento do 13º salário dos funcionários. O leilão acontecerá no Lar Vicentino à partir das 10 horas

Polícia apreende 158 tijolos de maconha

Marco Antonio dos Santos

Divulgação/DIG

tijolos_maconha

Maior parte da droga (123 tijolos) estava escondida em uma casa no bairro Solo Sagrado, em Rio Preto

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto apreenderam 158 tijolos de maconha na tarde desta quinta-feira, 24. Foram duas apreensões, uma no bairro Solo Sagrado e outra no Lealdade.

A maior apreensão foi no Solo Sagrado, onde os policiais encontraram 123 tijolos de maconha. Segundo a polícia, três homens, de 27, 25 e 24 anos, foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

No bairro Lealdade, os investigadores apreenderam mais 35 tijolos de maconha, além de três tijolos fracionados da mesma droga, mas não houve prisão, porque ninguém estava na casa onde a maconha estava armazenada.

Todo o entorpecente apreendido foi levado para pesagem na DIG e, depois, será encaminhado ao Instituto de Criminalística.

Pedido de verba

Administração busca recursos em São Paulo.


O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, esteve no inicio desta semana em São Paulo para um encontro com lideranças políticas solicitando verbas e recursos para melhorias em Monte Aprazível. Durante a viagem o prefeito se encontrou com o deputado federal Paulinho da Força, para quem solicitou verbas, juntamente com outros prefeitos da região.

Segundo Montoro, o encontro com o deputado foi produtivo e promissor para a conquista de verbas para Monte. “Pudemos falar dos projetos que temos para o nosso município e pedimos a colaboração para realização destes projetos, pois em tempos de crise, o apoio é fundamental para execução de projetos.”

Ainda de acordo com o prefeito, foi possível sair com a certeza de uma conquista do encontro. “O deputado se comprometeu em nos repassar inicialmente R$350 mil que vamos usar para fazer o recape em algumas ruas de Monte que estão realmente necessitadas”, comentou o prefeito.

Ainda sobre recape, Montoro adiantou que nos próximos dias deverá ser iniciada uma etapa do trabalho. “Só estamos aguardando a liberação de documentos da Caixa para colocarmos as máquinas em trabalho, além deste recape, temos outra verba que poderemos ampliar este trabalho.”

Vamos registrar

Reunião apresenta metodologia do Censo Agropecuário que será realizado em Monte Aprazível



Foi realizada na tarde desta quinta-feira, dia 24, uma reunião de representantes do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia de Estatísticas, José Moreira e Enive Violin, com representantes do município, para o lançamento e exposição do Censo Agropecuário 2017. Na reunião esteve presente o prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, o presidente da câmara de vereadores, João Célio Ferreira, os assessores da Agricultura e Meio Ambiente, Marlon Baldin e Paulo Trombim, além de representantes agrícolas, como Agnelo Zagato, do Sindicato Rural e Lucas Simão da CATI.

O encontro serviu para a exposição do método de trabalho que será feito durante o Censo Agropecuário, previsto para iniciar no dia primeiro de outubro, na zona rural de Monte Aprazível e municípios vizinhos. Segundo o IBGE, o escritório de Monte será responsável pela captação de dados em Neves Paulista, Nipoã e Poloni.

Realizado pela última vez em 2007, o Censo Agropecuário tem o objetivo de levantar a quantidade, a produção e o desempenho das propriedades rurais no município. Segundo José Moreira, responsável pelo IBGE em Monte Aprazível, o levantamento que será realizado irá contribuir para o desenvolvimento de estudos e políticas voltadas para agricultura e agropecuária no município.

“Após a divulgação dos resultados, os setores de agricultura, agropecuária e meio ambiente, poderão analisar e desenvolver os programas, projetos e trabalhos para aprimorar a política voltada ao município”, afirma José Moreira.

Ainda de acordo com o responsável pelo Instituto no município. “Este será um raio x completo de como é a zona rural de Monte e dos municípios vizinhos. Com isso vamos poder identificar qual a melhor forma de atender o produtor rural e também as políticas que precisam ser desenvolvidas.”

“Vamos identificar o produtor, a propriedade, o uso da terra, tipos de plantação, criação de animais, tipos de implementos, números de pessoas que trabalha no local, pertencentes á cooperativas, todos os detalhes possíveis para termos a informação completa”, comenta José.

Marlon Baldin, assessor de agricultura de Monte Aprazível, o levantamento poderá auxiliar no trabalho a ser desenvolvido. “Vai ser bom, vai nos ajudar no trabalho que vamos poder desenvolver, vai ser algo muito importante para  o município.”

Segundo IBGE, a equipe que trabalhará no posto de coleta de Monte Aprazível será formada por um coordenador, três agentes supervisores e sete recenseadores, todos aprovados em concurso realizado recentemente. O Censo Agropecuário terá inicio no dia 01 de outubro e está previsto para ser finalizado em fevereiro de 2018.

“A escola deve orientar e não criar barreiras para o ensino”, afirma Psicopedagoga

“A escola deve dar a orientação sexual deve ser feito na escola. A educação sexual deve ser feita pelos pais”, é o que diz a psicopedagoga Camila Catan. Para ela, as crianças começam a se socializar nesta idade e as dúvidas começam a aflorar. Indicamos que a escola forme um projeto para ensinar sexualidade desde o ensino infantil até a adolescência.”

“Cabe ao ambiente escolar ensinar, orientar e tirar dúvidas não criar preconceitos e criar barreiras para o ensino”, salienta Camila.

A polêmica surgiu depois que um professor de educação infantil ter dito em sala de aula que seria normal o relacionamento de pessoas do mesmo sexo. Uma portaria publicada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (21)  criou uma comissão de Processo Administrativo Disciplinar e afastou um professor  do quadro de funcionários da prefeitura de Monte Aprazível.

Segundo denúncia de pais, um professor teria dito, em sala de aula, aos alunos de 6 e 7 anos, que hoje seria normal o relacionamento afetivo de pessoas do mesmo sexo.

Fazem parte da comissão, Odácio Munhoz Barbosa Júnior, Manuela Marchiori Zanella e Célia Aparecida Marques Pinatti.

O professor, que foi afastado por até 60 dias, dava aulas na escola Cônego Altamiro de Assis.

Marcos Roberto

Comemorar o folclore

Nesta terça-feira, dia 22, foram realizadas diversas atividades folclóricas com alunos da rede municipal de ensino.


Mula sem cabeça, Saci pererê, Curupira, Iara, Boto cor de rosa e até o Lobisomem foram os personagens principais da comemoração realizada nesta terça-feira, dia 22, Dia Nacional do Folclore. Oficializado no Brasil em 1965, a data tem o objetivo de ampliar e difundir os estudos, além das apresentações, sobre a cultura popular existentes no país desde o século XIX

Em Monte Aprazível as brincadeiras diversas e muita animação com musicas folclóricas como a lenda do Boto Cor de Rosa, começou logo pela manha. As CEMEI Lizette Buissa, através da diretora Zilza Ferrari, e CEMEI Ena Peixoto, através da diretora Célia Marques, juntamente com as professoras, monitoras e a Professora de Artes Ellen Zanim, puderam abordar esse tema e falar sobre os personagens e a importância do dia do Folclore.

Além dos personagens, festas como Carnaval, o Bumba meu boi e danças como o Frevo, Maracatu Rural, Forró, Catira, Quadrilha, também fazem parte do folclore e foram lembradas durante as atividades.

Nesta quarta, dia 23, as comemorações do Dia do Folclore serão no Centro de Convivência do Idoso no bairro Jorge Carneiro de Campos.

Professor é afastado por comentário “liberal” sobre relacionamento

Resultado de imagem para escola

Uma portaria publicada nesta segunda-feira (21) no Diário Oficial do Município criou uma comissão de Processo Administrativo Disciplinar e afastou um professor de educação infantil do quadro de funcionários da prefeitura de Monte Aprazível.

Segundo denúncia de pais, um professor do ensino infantil teria dito, em sala de aula, aos alunos de 6 e 7 anos, que hoje seria normal o relacionamento afetivo de pessoas do mesmo sexo.

Pais e a comunidade do distrito de Engenheiro Balduíno, local onde o professor lecionava, não gostaram do comentário do professor.  Alguns pais sugeriram até a demissão do professor.

Após o caso vir à tona,  alguns pais não enviaram seus filhos à escola.

Antes de afastar o professor, a assessor de Educação Pedro Polotto se reuniu por pelo menos três vezes com pais, Ministério Público e conselho Tutelar para resolver a situação.

Pedro não quis gravar entrevista mas disse que o caso está sendo apurado.

Fazem parte da comissão, Odácio Munhoz Barbosa Júnior, Manuela Marchiori Zanella e Célia Aparecida Marques Pinatti.

O professor, que foi afastado por até 60 dias, dava aulas na escola Cônego Altamiro de Assis.

Ele foi afastado por violação ao artigo 482 “b” da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Segundo a CLT, Constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador:

b) incontinência de conduta ou mau procedimento;

Marcos Roberto

Comerciantes da praça São João estão com contratos vencidos

Os oito comerciantes que vendem lanches na praça São João estão com seus contratos vencidos e correm o risco de terem que sair dos estabelecimentos.  De acordo com José Armando Ceneviva, assessor de Administração da Prefeitura de Monte Aprazível, os contratos estão vencidos desde 20 de julho deste ano e os  comerciantes, antes do vencimento, deveriam manifestar interesse de renovar ou não o contrato.

“No início do ano, nos reunimos com todos os comerciantes e na época, a maioria estava em débito com a prefeitura, ou seja, não estavam pagando o “aluguel” dos quiosques. Alguns chegaram até a parcelar seus débitos, mas, eles ainda não em débito e para participar de uma nova licitação, de acordo com a Lei de Licitações (8.666/93), eles deverão estar em dia com a Prefeitura para poder participarem da concorrência”, disse José Armando.

José Armando disse ainda que todos foram notificados do vencimento dos contratos e para participar de futuras licitações, eles (comerciantes) não devem ter débitos com a Prefeitura.

O valor alto ofertado pelos comerciantes para o aluguel de alguns quiosques seria uma das causas da inadimplência. Fontes da prefeitura disseram que quando foi feita a licitação, os comerciantes deram lances altos na concorrência para não perderem o ponto. Há casos em que cada comerciante chega a pagar R$ 1 mil para Prefeitura.  Muitos destes comerciantes estão há mais de 10 anos instalados na praça São João.

Além dos quiosques da praça São João, estão com contratos vencidos os boxes da Estação Rodoviária, Bar e Bocha do Campo do Nosso Teto e o Iate Clube. José Armando não soube informar o valor da dívida total de todos os comerciantes.

A prefeitura esta preparando novo edital de concorrência para os quiosques da praça São João, boxes da rodoviária, Bar da Bocha e Iate Clube.

Marcos Roberto
18/08/2017 – 12h02

 

Prefeito diz que vai retirar horas extras pagas irregularmente

Em entrevista à Difusora Aparecida, o prefeito de Monte Aprazível Dr. Montoro (PSD) disse que vai acabar com os problemas no departamento pessoal da prefeitura. Montoro salientou que pretende retirar as horas extras e adicionais de insalubridade e periculosidade de quem recebe como complemento de salário.

Sobre as críticas que tem recebido dos vereadores, que reclamam que não têm seus pedidos atendidos, Montoro disse que se reunirá nesta quarta-feira (16) com eles e disse desde janeiro escalou o assessor José Armando Ceneviva para fazer um pente-fino nas indicações e atendê-las aos poucos.

O prefeito disse que pretende realizar concurso para contratar médicos para as unidades de saúde.

Sobre as obras paralisadas, o prefeito disse que o Parque da Matinha, Concha Acústica no Parque das Águas, Centro de Lazer Arthur Alves no Jardim Primavera e o muro de arrimo com pista de caminhada no estádio Municipal Melchiades Pereira de Mattos, terão suas licitações canceladas e licitavas novamente.

 

Supermercadistas da região visitam fábrica da Bebidas Poty

CARAVANA DE SUPERMERCADOS DA REGIÃO VISITA FÁBRICA DA POTY

Uma caravana com cerca de 40 donos de supermercados da região de Rio Preto visitou o parque industrial da Bebidas Poty e da Cervejaria Trieste . O encontro foi promovido pela regional da APAS – Associação Paulista de Supermercados com o objetivo de permitir aos seus associados ampliar conhecimentos e compartilhar experiências no mundo empresarial.

Os supermercadistas conheceram o processo de fabricação dos refrigerantes, sucos e demais produtos da Poty. Também averiguaram os rigorosos processos de qualidade adotados pela empresa que são certificados internacionalmente.

A visita técnica seguiu depois para a Cervejaria Trieste e foi encerrada com um momento de confraternização brindado com o chopp produzido pela marca

 

Que comecem os jogos

Jogos Regionais começam em Votuporanga; delegação de Monte Aprazível participa de cerimônia de abertura acompanhada pela primeira dama Rita Montoro.



Com sorriso largo e fácil, vontade de praticar esportes e principalmente curtindo a melhor idade. Esta é a tática dos atletas de Monte Aprazível que participaram na tarde desta quinta-feira, dia 17, da abertura do JORI, Jogos Regionais do Idoso, em Votuporanga. A competição, que segue até o próximo domingo, reunirá pouco mais de atletas de 84 municípios da região de Rio Preto e Araçatuba, para as competições em mais de 20 modalidades esportivas.

Acompanhados pela primeira dama do município, Rita Montoro, do assessor de esportes Paulo Henrique a delegação aprazivelense participou da cerimônia de abertura da 21ª edição dos jogos. O município será representado por 53 pessoas, entre atletas e comissão técnica, do grupo Viver e Aprender Novo momento e conta com apoio de Maria Aparecida Canesin, Dulce Boraschi, Madá, e demais diretoria do grupo da melhor idade aprazivelense.

Durante a abertura do JORI, a primeira dama e presidente do Fundo Social

de São Paulo, Lú Alckmin, também esteve presente. “De todos os eventos do Fundo Social, com certeza este é o que mais me dá prazer. Me sinto orgulhosa e privilegiada em dividir a alegria com os idosos dessa região e saber que todos vão se divertir e passar momentos inesquecíveis”, comentou a primeira dama.

A primeira dama do aprazivelense, Rita Montoro, também ressaltou a importância dos jogos para a saúde e o bem estar dos idosos de Monte Aprazível. “Eu fiquei muito feliz de ter participado desta abertura dos jogos, é algo emocionante, que gera uma alegria contagiante, algo que marca mesmo.”

Ainda de acordo com Rita Montoro, a alegria e a disposição dos atletas aprazivelenses são exemplos que devem ser seguidos. “Nossa delegação está de parabéns pela alegria, disposição e técnica, todos da organização do nosso grupo estão de parabéns.”

Além do grupo Viver e aprender, a assessoria municipal de esportes, também apóia o município no JORI. Segundo Paulo Henrique, assessor de esportes de Monte Aprazível, esta é uma das competições mais importantes do estado de São Paulo e o município não poderia ficar de fora. “Estamos apoiando os atletas, oferecendo estrutura, apoio não só para competição, mas para o bem estar dos nossos idosos que nos representam tão bem na região”, comentou Paulo Henrique.

“O esporte vai além da competição. Neste caso, proporciona lazer, diversão, saúde, bem estar e momentos marcantes para os idosos do nosso município, então esta é uma iniciativa que sempre vamos apoiar” afirmou Paulo Henrique.

Rita Montoro também comentou a importância do esporte. “Não tem nem como imaginar os inúmeros benefícios que o esporte gera na vida, na saúde e no bem estar de quem está na melhor idade. Todos nossos atletas, técnicos e equipe de apoio estão de parabéns por estarem aqui e honrarem o nome de Monte Aprazível, podem sempre contar comigo.”

 

Competições

Mal terminou a cerimônia de abertura e a delegação de Monte Aprazível já estava em quadra, ou melhor na mesa também, fazendo bonito no JORI. O município já participou das modalidades de tênis de mesa e de bocha Atletas de Monte Aprazível já estrearam e com vitória no primeiro dia de competição.

No tênis de mesa, treinados pelo professor Fabiano Teixeira, Monte Aprazível bateu Mirassolândia e Jales na categoria feminino, enquanto que no tênis masculino a vitória foi em cima de Ilha Solteira.

O Tênis mesa é representado por Edmar, Sônia e Idalina. Na bocha, a vitória aprazivelense foi em cima do time de Ipiguá. A delegação aprazivelense volta a campo para mais competições nesta sexta-feira.

Monte Aprazível tem representantes nas seguintes modalidades: Atletismo feminino A, C, D e E, Atletismo masculino A e G; Bocha; Buraco feminino e masculino; Damas masculino e feminino; Dança de salão A misto e Dança de salão B misto; Dominó Feminino e Masculino; Malha misto; Natação feminino D e E masculino; Tênis de mesa masculino A; Tênis de mesa masculino B; Tênis de Mesa feminino A; Tênis de Mesa feminino B; Truco misto; Voleibol Adaptado feminino A; Voleibol Adaptado masculino A; e xadrez masculino. 

A categoria A engloba atletas com idades de 60 a 69 anos e a categoria B, os que têm a partir de 70 anos, exceto nas modalidades de Atletismo e Natação, onde na A competem as pessoas com idades entre 60 a 64 anos e na B, de 65 a 69 anos. 

O grupo aprazivelense é organizado pela Terceira Idade Viver e Aprender novo Momento

Mais Fotos:



 

Leishmaniose Visceral

 

O que é a leishmaniose visceral?

É uma doença infecciosa sistêmica, caracterizada por febre de longa duração, aumento do fígado e baço (hepatoesplenomegalia), perda de peso, fraqueza, redução da força muscular, anemia e outras manifestações.

Pessoas residentes em áreas onde ocorrem casos de leishmaniose visceral, ao sentirem esses sintomas devem procurar o serviço de saúde mais próximo a sua casa o quanto antes, pois o diagnóstico e o tratamento precoce evitam o agravamento da doença, que pode ser fatal se não for tratada.


Como se transmite a leishmaniose visceral?

A transmissão acontece quando fêmeas de insetos flebotomíneos infectados picam cães ou outros animais infectados e depois pica o homem transmitindo o protozoário Leishmania chagasi.



Como são chamados os insetos que transmitem a LV? E quais suas principais características?

Os transmissores da LV são insetos denominados flebotomíneos e conhecidos popularmente como mosquito palha, asa-dura, tatuquiras, birigui, dentre outros. O nome científico da espécie de flebotomíneo mais importante para a transmissão da LV é Lutzomyia longipalpis.

Estes insetos são pequenos e têm como características a coloração amarelada ou de cor palha e, em posição de repouso, suas asas permanecem eretas e semiabertas.

O ciclo biológico do vetor ocorre no ambiente terrestre e passa por 4 fases: ovo, larva, pupa e adulto (forma alada). Desenvolvem-se em locais úmidos, sombreados e ricos em matéria orgânica (folhas, frutos, fezes de animais e outros entulhos que favoreçam a umidade do solo, locais onde os flebotomíneos se desenvolvem). O desenvolvimento do ovo à fase adulta ocorre em cerca de 30 dias.

As formas adultas abrigam-se nos mesmos locais dos criadouros e em anexos peridomiciliares, principalmente em abrigos de animais domésticos.

Somente as fêmeas se alimentam de sangue, pois necessitam de sangue para o desenvolvimento dos ovos e sugam uma ampla variedade de animais vertebrados.

A alimentação é predominantemente noturna. Tanto o macho quanto a fêmea tendem a não se afastar muito de seus criadouros ou locais de abrigo podendo se deslocar até cerca de 1 quilômetro, com a expressiva maioria não indo além dos 250 metros. O tempo de vida (longevidade) da fêmea é estimado, em média, em 20 dias.


É possível combater o inseto transmissor? Quais ações podem ser feitas para evitá-lo e controlá-lo?

Sim. Especialmente com o apoio da população, no que diz respeito à higiene ambiental (manejo ambiental). Ou seja, por meio de limpeza periódica dos quintais, retirada da matéria orgânica em decomposição (folhas, frutos, fezes de animais e outros entulhos que favoreçam a umidade do solo, locais onde os flebotomíneos se desenvolvem) e destino adequado do lixo orgânico, a fim de impedir o desenvolvimento das formas imaturas dos flebotomíneos; limpeza dos abrigos de animais domésticos, além da manutenção de animais domésticos distantes do domicílio, especialmente durante a noite, de modo a reduzir a atração dos flebotomíneos para o intradomicílio.

Outra forma de controle do inseto transmissor é por meio do uso de inseticida (aplicado nas paredes de domicílios e abrigos de animais). Porém a sua indicação é apenas para as áreas com elevado número de casos como municípios de transmissão intensa ou em surto de LV.

Ressalta-se que esta medida é direcionada apenas para o inseto adulto, daí a importância de desenvolver ações de manejo ambiental de forma a destruir os locais de desenvolvimento das formas imaturas do vetor (ovos, larvas e pupa).

 

A LV tem tratamento em seres humanos?

Apesar de grave, a Leishmaniose Visceral (LV) tem tratamento para os humanos. Ele é gratuito e está disponível na rede de serviços do Sistema Único de Saúde.

 

E para os cães? Existe tratamento eficaz?

Os cães não são curados parasitologicamente, permanecendo como reservatórios do parasito.

Os medicamentos utilizados atualmente para tratar a LV não eliminam por completo o parasito nas pessoas e nos cães, no entanto, no Brasil o homem não tem importância como reservatório, ao contrário do cão que é o principal reservatório do parasito em área urbana. Portanto, nos cães, o tratamento pode até resultar no desaparecimento dos sinais clínicos, porém os mesmos ainda continuarão como fontes de infecção para o vetor, e, portanto um risco para saúde da população humana e canina.


A eutanásia de cães é a única solução?

A eutanásia é recomendada pelo Ministério da Agricultura (MA) como uma das formas de controle da Leishmaniose Visceral (LV), mas deve ser realizada de forma integrada com as demais ações recomendadas pelo Ministério da Saúde (MS). Vale ressaltar que a mesma é indicada como forma de controle por meio de inquéritos censitários apenas para municípios com transmissão moderada e intensa, o que atualmente equivale a 251 municípios no Brasil.

Existem formas de prevenir a infecção tanto no cão quanto no homem. Para tanto é fundamental a limpeza de quintais através da retirada de matéria orgânica (folhas, troncos, restos de vegetação), lixo, limpeza periódica dos abrigos de animais domésticos e, se possível, manter os abrigos de animais afastados da casa. Lembrando que, para que a transmissão da LV ocorra é preciso ter a presença do inseto flebotomíneo, por isso devemos manter a higiene permanente do ambiente de forma a reduzir ou eliminar os potenciais criadouros destes insetos, consequentemente, promovendo a proteção dos cães e dos seres humanos contra a doença. Recomenda-se também, como forma de impedir que o vetor se instale no intradomicílio, o uso de telas de malha fina em janelas e portas.

Existem outras ferramentas preventivas que merecem ser melhor avaliadas do ponto de vista do uso em saúde pública. Uma dessas ferramentas é a coleira impregnada com deltametrina a 4%. O MS está financiando um estudo para avaliar o impacto do uso dessa ferramenta no controle da LV humana em municípios de transmissão intensa do país.


Existem vacinas contra leishmaniose visceral canina no Brasil? O Ministério da Saúde recomenda o seu uso?

Atualmente existe uma vacina antileishmaniose visceral canina em comercialização no Brasil. Os resultados do estudo apresentado pelo laboratório produtor da vacina atendeu às exigências da Instrução Normativa Interministerial n° 31 de 09 de julho de 2007, o que resultou na manutenção de seu registro pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. No entanto, não existem estudos que comprovem a efetividade do uso dessa vacina na redução da incidência da leishmaniose visceral em humanos. Dessa forma, o seu uso está restrito à proteção individual dos cães e não como uma ferramenta de Saúde Pública. 

A vacina está indicada somente para animais assintomáticos com resultados sorológicos não reagentes para leishmanioses visceral. Cabe destacar que o imunobiológico não é o único instrumento de prevenção individual da leishmaniose visceral canina (LVC) e que outras medidas devem ser adotadas, conforme normatização do Ministério da Saúde. Os animais que apresentarem sinais clínicos compatíveis com LVC e/ou reações sorológicas reagentes estarão passíveis das medidas sanitárias vigentes.

Patricia dos Santos Almeida

Coordenadora do IEC

(Informação, Educação e Comunicação)

Reforma no parque

Administração estuda possibilidade de reforma e ampliação de brinquedos do Parque Ecológico.



O prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, esteve na manhã desta quarta-feira, dia 09, no Parque Ecológico, localizado no Parque das Águas Jose Agreli, na entrada da cidade, para vistoria de brinquedos instalados no local. O chefe do executivo esteve acompanhado de Nelson Krehnke, gestor da empresa responsável pela instalação dos brinquedos, da responsável pelo departamento de próprios públicos do município, Analice Amaral e do vereador Márcio Troiano.

Recentemente, Troiano realizou a indicação ao chefe do executivo realizar obras de melhoria e ampliação do parque, para atender a demanda dos finais de semana. “Não é somente as crianças de Monte que freqüentam este espaço, mas de toda nossa região e muitas vezes os pais acabam indo embora sem que os filhos aproveitem todos os brinquedos disponíveis, por este motivo, precisamos pensar na ampliação e manutenção destes brinquedos”, afirmou Márcio durante a sua indicação.

Atento as necessidades do parque, Montoro solicitou a presença do  responsável pela empresa que instalou os brinquedos na sua fundação, março de 2008. “Importante vir um especialista, pois dessa forma temos um relatório completo do que precisa ser feito para consertamos alguns brinquedos e também pensarmos na ampliação”, comenta Montoro.

Segundo Nelson Krehnke, gestor da empresa responsável pela instalação dos brinquedos, desde a fundação do parque, em março de 2008, nenhum grande trabalho de manutenção foi realizado nos aparelhos. “Percebi que teve alguns reparos pequenos, mas nada como um grande serviço de manutenção como deveria ter sido feito. O prefeito se mostrou atencioso na segurança e no bem estar das crianças que freqüentam este espaço.”

Sobre a manutenção e ampliação, Montoro comentou que aguarda um relatório da empresa, para dar sequencias no projeto de ampliação e reforma do espaço. “Assim que o Krehnke apresentar um relatório, vamos ver como poderemos realizar esta obra, seja com recursos próprios ou então por meio de verbas de emendas parlamentares, convênios com estado ou governo federal”, comentou o prefeito.

Ainda de acordo com Montoro “Queremos que este nosso cartão postal da cidade, esteja sempre em boas condições para receber as nossas crianças, famílias para momentos de lazer e divesão e se consolide como uma grande referência na região.”

Troiano também se mostrou solicito a busca de recursos para reestruturação do Parque Ecológico. “Assim que o relatório for entregue ao prefeito, vamos conversar com deputados, lideranças políticas do nosso partido, PPS, e reunir com o prefeito para buscarmos uma alternativa. O importante é que o prefeito atendeu nossa indicação e se mostrou atento as necessidades do nosso parque das crianças.”

Projeto

Segundo o prefeito Nelson Montoro, o projeto para ampliação prevê a inclusão de uma nova área ao Parque Ecológico, abrigando uma nova tirolesa. Atualmente a tirolesa, já instalada na criação do Parque, está desativada e segundo o prefeito, ocupando uma faixa grande da área.

“Queremos ampliar a parte do fundo do Parque e levar a tirolesa para lá, assim vamos ter mais espaço neste espaço antigo, onde poderemos colocar brinquedos para as crianças menores, o que não existe atualmente”, comentou o prefeito.

Mais Fotos:



Plantar e colher conhecimento

Monte Aprazível se capacita para integração de projeto de Horta Educativa



Estimular o conhecimento das crianças, fortalecer a boa alimentação, incentivar a produção do próprio alimento; são estes os objetivos do projeto Horta Educativa do Fundo Social do Estado de São Paulo em parceria com os municípios paulistas. Em Monte Aprazível, o projeto teve a iniciativa da primeira dama e presidente do Fundo Social, Rita Montoro, em parceria com as assessorias de Educação e Agricultura e deverá começar nos próximos meses.

Nessa semana, representantes do município estiveram em Campinas para participarem da capacitação do projeto, apoiado pelo CATI, Coordenadoria de Assistência Técnica Industrial. Estiveram pressentes a coordenadora do projeto em Monte Aprazível, Virgínia Prudêncio Caverzan, a diretora da CEMEI Esuperândio Júlio, Adriana Pinato, unidade escolar onde o projeto será realizado inicialmente.

Também estiveram na capacitação o assessor da agricultura Marlon Baldin, a nutricionista da rede municipal de educação Giovana Violin e dos servidores municipal Dulce Boraschi e Antonio dos Santos. Durante o curso em Campinas, cada membro da comissão de Monte Aprazível participou de oficinas em áreas específicas que serão desenvolvidas durante a instalação do projeto no município.

A primeira unidade a receber o projeto será a creche Esuperândio Francisco Júlio, no bairro da Vila Aparecida. A implantação da horta no município foi idealizada no inicio do ano, durante uma reunião entre representantes do Fundo Social do Estado de São Paulo com a primeira dama e presidente do Fundo Social de Monte Aprazível, Rita Montoro.

O público alvo do projeto são crianças matriculadas nas unidades de educação, da pré escola, a partir dos 4 anos, até o 4º ano do ensino fundamental. Durante a instalação do projeto serão desenvolvidas atividades, aulas, sobre educação ambiental, educação nutricional e agricultura.

Segundo Virginia Caverzan, coordenadora da Horta Educativa no município, o objetivo é promover a integração, por meio da horticultura, incentivando os alunos a terem hábitos alimentares saudáveis e sensibilizá-los a respeito da importância para um crescimento saudável. “A horta educativa é um ótimo instrumento pedagógico importante para as crianças, buscando a compreensão da relação com o meio ambiente e a alimentação saudável, ligando a saúde, cidadania e qualidade de vida das crianças e dos familiares”, comenta Virginia Prudêncio.

Mais Fotos:

Educação uniformizada

Alunos da rede municipal de ensino recebem os uniformes escolares


  • A Prefeitura de Monte Aprazível, por meio da assessoria de educação, começou nesta segunda-feira, dia 07, a entrega dos uniformes escolares para os alunos da rede municipal de ensino. Cerca de 2600 alunos, entre crianças, adolescentes e membros do EJA, Educação de Jovens e Adultos, deverão receber as peças do uniforme.
  • Segundo Pedro Poloto, assessor de educação de Monte Aprazível, os kits deverão ser entregues a todos até a próxima quarta-feira. Alunos do primeiro ao nono ano, das escolas Raul Vieira Luz, Maria Neves Soubhia, José Agreli e dos distritos irão receber duas camisetas cada um. Já as crianças de 0 a 5 anos de idade, matriculadas nas creches, receberão dois shorts, ou shortsaias, e duas camisetas.
  • O assessor de educação lembrou também a segurança e o conforto decorrentes da uniformização dos alunos da rede. “Além da melhor identificação no ambiente escolar e garantir que somente os alunos tenham acesso nas unidades, o uniforme gera também uma comodidade maior para os pais na organização para escola.”
  • Sobre a data da entrega dos uniformes, após o recesso escolar do meio do ano, Pedro Poloto lembra-se da falta do período de transição, o que atrasou o processo de licitação da empresa fornecedora dos uniformes. “Tivemos ainda o problema que uma empresa participante da licitação, entrou com recurso e demorou a entrega dos uniformes, mas nesta semana chegou e vamos poder uniformizar os nossos alunos”, comenta Pedro Poloto.
  • “Para o ano que vem nós pretendemos fazer esta entrega já nos primeiros meses do ano letivo, por isso já temos a intenção de adiantar partes do processo de aquisição dos kits ainda este ano”.
  • Na entrega dos uniformes na escola Feliciano Sales Cunha, o prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, também comentou sobre a importância dos uniformes para os alunos. “Queremos dar o melhor para nossas crianças e proporcionar condições do melhor ensino para elas, que são o futuro do nosso país”, ainda de acordo com o prefeito, “Lamentamos o atraso na entrega, mas pressionamos a empresa até que ela nos liberasse todos os kits e já vamos nos preparando para o ano que vem, fazer a entrega mais rápido sempre priorizando a qualidade do material e o bem estar de nossas crianças.”
  • Visita da educação
  • Na tarde dessa segunda-feira, dia 07, o prefeito de Monte Aprazível, Nelson Montoro, recebeu no seu gabinete, a visita do assessor da presidência do FDE, Fundo de Desenvolvimento da Educação, Julinho Ramos. Durante o encontro, foram debatidas as políticas da educação e benefícios para Monte Aprazível, por meio do Fundo de Desenvolvimento.
  • Segundo Montoro, a visita foi produtiva para o conhecimento de projetos e pedidos de recursos. “Já temos protocolado o pedido de um ônibus para o município e já encaminhamos o pedido de uma cozinha piloto para Monte Aprazível e esperamos contar o com apoio do Fundo de Desenvolvimento.”
  • Júlio Ramos também considerou positiva a visita no gabinete. “Foi bom conhecer o prefeito, vermos os projetos da educação, trocarmos informações e buscar parcerias para desenvolver a educação nos municípios.”
  • Mais Fotos:



Reciclagem de arte

Decoração natalina de Monte Aprazível será feita com garrafas pet doadas pela população; entrega de materiais já pode ser feita no Centro de Convivência do Idoso.


A Prefeitura de Monte Aprazível lançou esta semana, o projeto de decoração natalina no município, no mês de dezembro de 2017, para as festividades de final de ano. O projeto é uma parceria entre as assessorias de Assistência Social, por meio do CRAS, CREAS e Centro de Convivência do Idoso, Educação e Fundo Social.De acordo com o projeto, todas as peças serão feitas com garrafas pet, que deverão ser doadas pela própria população e confeccionadas pelos participantes do Centro de Convivência do Idoso e participantes de programas do CRAS e CREAS. Segundo Luciana Trídico, assessora de assistência social do município, pode ser entregues garrafas pet de todos os tamanhos, cores, desde que estejam sem rótulo e limpas.A entrega de garrafas deve ser feita no Centro de Convivência do Idoso, localizado no bairro Jorge Carneiro de Campos, de segunda e quarta, dás 13h às 16h. “Importante a população participar desta nossa campanha, para produzirmos a nossa decoração de Natal com a temática de materiais reciclados, algo diferente”, comenta Luciana.Segundo o prefeito Nelson Montoro, esta será uma novidade para a decoração deste ano, já implantada em outros municípios. “Vimos este projeto em outras cidades e este ano vamos implantar em Monte, para integrar a nossa população. Esta decoração, feita pelos moradores de nossa cidade, será vista por toda população nos dias que antecede o Natal.”

Ainda de acordo com Montoro, “Uma cidade decorada para o Natal, proporciona momentos de lazer para as nossas famílias, além de estimular as vendas, o que pode gerar mais renda para o município”, Montoro ainda completa “Queremos deixar a nossa cidade bonita para as festividades e fazer com que nossa população sinta orgulho de morar em Monte Aprazível.”

Dentro do plano

Assessorias de Agricultura, Meio Ambiente e Departamento de Estradas realizam trabalhos do Plano de Desenvolvimento Rural no município e beneficiam pequenos produtores.


 

Equipe de trabalho formada por Marlon Baldin, Paulo Trombim, Emilio Ribeiro, Reginaldo, Carlos e Jorge, realizou trabalhos em estradas próximo do distrito de Junqueira.


Consertar as estradas, realizar práticas conservacionistas, preservar o solo fértil e assim auxiliar os pequenos produtores rurais. Esse é o plano que vem sendo cumprido pelas assessorias de Meio Ambiente, Agricultura e do Departamento de Estradas do município, cumprindo assim os objetivos do Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável.O plano, elaborado pelo conselho municipal de desenvolvimento rural, tem o objetivo de desenvolver diversos setores ligados a agricultura, meio ambiente e produção rural. Desde a formação do conselho e elaboração do plano de desenvolvimento, as assessorias concentraram os esforços no cumprimento de metas, proporcionando várias melhorias na zona rural de Monte Aprazível e distritos.Nas últimas semanas, as assessorias concluíram os trabalhos técnicos nas pequenas propriedades, próximas do distrito de Junqueira. No local foram construídas curvas de níveis, caixas de contenção, confecção de bigodes, entre outros trabalhos técnicos.Segundo Marlon Baldin, assessor de Agricultura, todo o trabalho que vem sendo realizado, em diversos pontos, é de conservação da fertilidade do solo. “Estas práticas conservacionistas que estamos realizando nas pequenas propriedades e nas estradas rurais, ajudam a preservar o solo e evita a degradação do solo, principal inimigo dos produtores rurais.”

Ainda de acordo com o assessor, “Estamos aproveitando o período sem chuva para adiantar o trabalho para beneficiar os produtores rurais e quem precisa passar pelas estradas”, comenta Marlon. “Todo nosso trabalho é baseado nas recomendações da Secretaria Estadual de Agricultura, respeitando todas as normas ambientais e pensando no bom desenvolvimento rural d

o nosso município.”

O assessor ressalta ainda a importância da união da equipe que vem atuando nos trabalhos de campo. “Importante ter todos envolvidos e comprometidos com o bom andamento de nossos serviços, o que irá gerar benefícios para município e a população.”

Marcos Roberto
10/07/2017 – 11h54

 

 

ROTARY CLUB MONTE APRAZÍVEL – POSSE DO NOVO CONSELHO DIRETOR

DSC_0698

é Hercil e Valdeci S. Leite (Cissa)

Aconteceu neste sábado, 08/07/2017,  na sede do Rotary Club de Monte Aprazível, a “Reunião Festiva para posse do Novo Conselho Diretor”.

No evento da noite, encerrou-se o ano Rotário 2016/2017, que teve na presidência o companheiro José Hercil, e iniciou-se o ano Rotário 2017/2018, que terá a presidência da companheira Valdeci Soligo Leite, carinhosamente conhecida por todos como Cissa.

DSC_0702

Presidente Cissa e família

Para a Casa da amizade, a então presidente Eliana Cristina Maset fez a transição para a agora presidente Edna Mara Camacho.

DSC_0714

Pres

idente Rotariana (2017/2018), prefeito de Monte Aprazível Nelson Montoro e Primeira Dama Rita.

A reunião festiva deste momento tão importante para o Rotary Club de Monte Aprazível, além dos companheiros do  clube e as integrantes da Casa da Amizade do município, e visitantes convidados dos clubes rotários da região, contou ainda com a presença do representante da Governadora, o companheiro Nédi Ferrarezi, Governador Assistente do grupo 11, com sua esposa Soledad, e também do Excelentíssimo prefeito municipal Nelson Montoro e a primeira dama Rita Neire Montoro.

Para a gestão do ano rotário 2017/2018 do Rotary Club, tomaram posse do Novo Conselho Diretor a presidente Valdeci Soligo Leite (Cissa), Vice-presidente Rogério de Oliveira Prudêncio, Secretária Maria Rita Prudêncio, e Tesoureiro Ednaldo Tonon Camacho.

DSC_0826

Novo

Conselho Diretor do Rotary Monte Aprazível para gestão 2017/2018

Para a Casa da amizade tomaram posse a Presidente Edna Mara Camacho, Vice-Presidente Luci Mara Finoti Fernandes, Secretária Rosângela Correya Prudêncio, e Tesoureira a Companheira Valdenice.

Assume o cargo de Diretor de Protocolo do Rotary o companheiro Giuseppe e da Casa da Amizade a companheira Eliana Maset.